Pesquisa Revela: humanos não querem carros autônomos

kitt-hoff-1

Eu acho curioso como as pessoas morrem de medo de carros dirigindo sozinhos mas voam tranquilamente em aviões que passam a maior parte do tempo controlados pelo piloto automático e muitas vezes pousam sozinhos. Também entendo que a idéia de não controlar o próprio carro é assustadora: é dar a vitória aos ecochatos, mas ninguém (só os ecochatos) fala em dar controle ao carro 100% do tempo. 

Eu abomino aquela pústula que o Google chama de carro, mas adoraria que meu futuro DB9 fosse inteligente o bastante pra eu voltar da night (significa balada, em português carioca), me deitar no banco de trás e falar “volta pra casa, KITT”. Toca o celular? Tudo bem, o carro assume a direção e você bate papo à vontade.

Isso não parece seduzir os motoristas. Uma pesquisa da Universidade de Michigan com 500 motoristas descobriu que somente 15,6% gostariam de um carro que fosse 100% autônomo. 43,8% não querem qualquer capacidade de controle por parte do veículo.

47,6% das mulheres preferem carros sem nenhuma capacidade autônoma, contra 41,2% dos homens. Para surpresa de ninguém na faixa de 60 anos de idade ou acima, 50% não querem nenhuma capacidade autônoma nos carros. Entre 18 e 29 anos esse percentual cai pra 37,5%.

96,2% dos entrevistados disseram que mesmo nos veículos 100% autônomos querem volante freio e acelerador, nos deixando com um assustador percentual de 3,7% dos motoristas que acham aquela abominação do Google uma boa idéia.

Só que isso já é uma realidade, carros contam com toda sorte de controle de tração e estabilidade, sensores, detectores de ciclistas, radares que detectam obstáculos e freiam ou desviam sem intervenção do motorista… alguns carros hoje são indirigíveis sem o auxílio eletrônico.

Outra pesquisa, dessa vez do Automóvel Clube descobriu que os motoristas também se acham bons demais para os sistemas de baliza automática. 80% disseram que são exímios estacionadores, e só 25% disseram confiar em um carro que estacione sozinho.


Edmunds.com — The Self-Parking BMW i3 | Future Tech

Problema: dessa vez dá para testar, os sistemas de baliza automática estão maduros o suficiente e disponíveis em um número razoável de veículos. Então colocaram à prova. Resultado? Claro que os humanos tomaram uma surra.

Manja os motoristões que se garantem sem o sistema automático? Os computadores estacionaram os carros com 81% menos arrastadas das rodas no meio-fio. Os computadores estacionaram realizando 47% menos manobras, em alguns casos estacionaram de uma entrada só.

Velocidade? Os computadores foram em média 10% mais rápidos que os humanos, e estacionaram 37% mais próximo do meio-fio também. Houve quem apontasse “ahá! Estacionar perto demais pode raspar a roda na hora de sair”, sem perceber que se for por isso criarão um software para tirar o carro da vaga melhor que os humanos incompetentes.

Fonte: Popular Science.

Relacionados: , , , , ,

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e promover seus últimos best-sellers O Buraco da Beatriz e Calcinhas no Espaço.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis