Android Marshmallow será o melhor amigo da sua bateria

nexus-5-android-marshmallow

Uma das principais reclamações de usuários do Android 5.x Lollipop tem sido a autonomia da bateria. A atualização em aparelhos lançados antes do update revelou um maior consumo energético em diversos modelos, mesmo em smartphones bem servidos como o Moto Maxx.

Todos esperam que o Android 6.0 Marshmallow seja um pouco mais eficiente nesse quesito, e de acordo com os primeiros testes preliminares estamos de fato caminhando nessa direção.

O pessoal do site alemão Computer Base pegou dois Nexus 5, um rodando o Android 5.1.1 Lollipop e outro com a primeira Dev Preview do 6.0 Marshmallow e os deixou sem uso por dois dias, avaliando o consumo de energia em modo de espera em intervalos de 24 horas. Na primeira checagem, o aparelho com Lollipop havia consumido 12% da bateria, enquanto que o outro com Marshmallow sofreu apenas uma redução de 4,5%. Passadas mais 24 horas o consumo de energia se manteve no mesmo ritmo, respectivamente 24% e 9%.

Assim, o site fez as contas meio que por cima e chegou à conclusão de que enquanto o Nexus 5 com Lollipop levaria cerca de 200 horas para drenar a bateria em modo de espera, o modelo rodando a mais nova versão do Android resistiria por 533 horas. Isso representa uma durabilidade 2,7 vezes maior que o robozinho sabor pirulito.

Claro que algumas coisas devem ser levadas em consideração: primeiro, o Android 6.0 conta com o recurso Doze que utiliza detecção de movimento para ativar o modo de hibernação, caso ele fique inativo por muito tempo e que entrou em ação no teste. Com o Doze ativado entram em ação uma série de restrições, como desabilitar o acesso à rede (exceto notificações prioritárias do Google Cloud Messaging), ignorar Wake locks, desativar alarmes programados através da classe AlarmManager (os via setAlarmClock() e AlarmManager.setAndAllowWhileIdle() são mantidos), desligar scan de redes Wi-Fi e o JobScheduler.

Segundo, esta é apenas a primeira versão de testes do Android 6.0 Marshmallow e que muitas intervenções ainda deverão ser feitas até o lançamento final, o que pode significar uma autonomia ainda maior quando a nova versão for liberada (ou não); e terceiro, todos sabemos que o Android puro roda melhor nos dispositivos da linha Nexus, portanto os resultados podem e irão variar de um smartphone para outro.

Ainda assim, o teste mostra que muito provavelmente o Android 6.0 Marshmallow será uma atualização bem-vinda no que diz respeito a um melhor gerenciamento da energia de nossos smartphones. Vamos torcer.

Fonte: Computer Base (em alemão).

Relacionados: , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar
  • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

    Todos unicórnios de maçã verde chora…

    • Christian Oliveira

      Snif, snif, snif SQN a única diferença desse sistema para o ios 9 beta 5 é que a ativação no ios é manual, mas faz as mesmas coisitas, diminuir clock de processador/memória, diminuir/desligar potência de antenas ociosas, desativar apps em background, etc. etc. , nos testes com o 5s aqui a bateria está durando 20 horas de uso normal, com face pelo browser e zapzap moderado. Deixei uma semana sem zapzap e face o aparelho ficou 1 dia e meio sem precisar recarregar, no iPhone 6 e 6 Plus a coisas deve ser ainda melhor.

      • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

        Sim, tenho amigos que estão no beta 9 e comentaram isso, foi mais uma piada geral sobre a Apple não ter as coisas, como por exemplo demorar anos pra implementar um multi-tarefa real, gerenciamento decente de memória, etc, etc.

        • Christian Oliveira

          Multitarefa chegou quando o hardware permitiu isso, diferente do Android que não tinha hardware que desse conta até mais ou menos o ICS, gerenciamento de memória, aqui acho que vc deve estar enganado, o iOS roda bem com míseros 1 giga, o mesmo para Windows phone, já não podemos dizer o mesmo do Android.
          A Apple não se preocupa com o que ela irá usar embaixo do capô se isso não refletir em nada na experiência. Coisa que o Android demorou a entender, mas quando entendeu, lançou tendência, como central de notificações e central de controles.

          • Torço por uma central de gerenciamento de permissões de apps, que veio de modo experimental, escondido, e foi capado pra não barrar propaganda.

          • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

            Acho que vc se engana, Android sempre rodou bem com 1GB e o 5.0 chega a rodar tranquilo em 512kb, quanto a gerenciamento de memória, até o iOS 7 nego tinha que ficar fechando aplicativos na mão pra esvaziar memória e não comer bateria…

          • Christian Oliveira

            O lolipop chegou ontem, e foi somente nele que houve preocupação em fazer rodar bem mesmo com pouca RAM, o ios 7 chegou junto com o iPhone 5s, 3 anos lá no passado, o que VC está se referindo são os aparelho de 3 gerações anteriores o 5, 4 e 4s, também receberem atualização para o então recém lançado ios 7, destes somente o 4 sofreu bastante, os outros 2 rodam bem até hoje até o ios 9, preocupação que o Android mal consegue resolver até mesmo para aparelhos recém lançados, com pouca ou muita memória.
            Não vou nem entrar no mérito da VM java, só isso já consumiria 1giga para ser comentado. kkk

          • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

            Você está confundindo multi-tarefa do S.O. com capacidade de hardware, mesmo os iPhones mais novos tinham este problema até que o S.O. resolvesse, mas ok, se esta não é sua área não vou entrar no assunto, pode continuar acreditando.

          • Christian Oliveira

            O SO não tinha, pq isso onera processamento, sobre esse assunto se VC chegou agora, da uma procurada em multitarefa aptiva e preemptiva, que foi a mesma batalha entre então MacOS classico e Windows 95 e descubra, entre oitros motivos, pq a Apple abandonou os rocessaros RISC Motorola, e começou a utilizar processadores CISC da Intel. Sim eu estava lá

          • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

            Então, não tinha, foi o que eu disse, evoluiu (depois do Android) e agora tem… obrigado por confirmar meu ponto.

          • Christian Oliveira

            Não tinha, e não era o foco, o foco era experiência, o Android tinha e foco não era experiência.
            Hoje ambos convergiram e ambos são muito parecidos.
            Esse é o ponto.

      • jonscravit

        tudo isso ai que vc citou é inovação da Apple?
        Xiaomi ja tem isso a tempos
        CyanogenMod então…

        • Christian Oliveira

          Sério?!?!
          Pq alguém está fazendo tanto alarde ao Android M então?

          • jonscravit

            porque sera padrão em todos android com essa versão nova
            não precisara ser MIUI ou CyanogenMod
            jobs morreu i Apple não inova em mais nada, só vai melhorando um pouquinho para $$$

          • Christian Oliveira

            Apple Watch te mandou um beijo, MacBook de 12 também, PowerMac porta lápis também, force feedback provavelmente também irá se consolidar no iPhone para te mandar um abraço.
            Não são inovações mas um novo nível de experiência em algum ponto: câmera do iPhone 4s e agora ainda melhor no 6plus, leitor de digitais que realmente funciona, NFC em larga escala no Apple Pay, loja de app, loja de música, loja de filmes.
            Isso tudo serviu para muita coisa, até para fazer a Motorola se mexer e tornar o Moto X 2014 perfeito na medida que eu gosto, é o celular que eu mais gosto no momento, se tivesse uma Cam com a mesma qualidade do iPhone 5s, seria imbatível.

          • Hugo Vinícius

            MacBook de 12 polegadas com o processador Intel Core m, com TDP de 4,5 W e não precisa de cooler ou dissipador?

            Daria mais crédito à Intel do que à Apple. O meu tablet também tem esse processador.

          • Christian Oliveira

            O seu tem tela de 2340×1440, SSD, trackpad force touch, usbc-c, placa lógica mínima, bateria em camadas e de longa duração, é leve e fino, tem corpo em alumino, roda um sistema Unix de fábrica e é suportado por está fabrica?

            Pelo menos tem alguma outra opção cor além de preto?

          • Hugo Vinícius

            Sobre software: O OS X usa kernel Mach do FreeBSD e isso não significa muita coisa. O kernel pode ser bem seguro e tal, mas as camadas acima tem bugs que não são corrigidos a eras. Kernel por kernel, o Android usa o kernel Linux, que é bem estável e a gente bem sabe como ele é cheio de bugs também. E o Windows também.

            Hardware: sinceramente, ainda não entendi porque você quer comparar o tablet com o MB (em vez de ser com outro tablet), mas tudo bem:

            O tablet é tem:

            * Tela de 10.8 polegadas, 1920×1080 (203 PPI, vs 228 do MB)

            * SSD exatamente com o mesmo slot m.2, embora seja SATA, e não PCIe como o MB

            * Entrada para cartão

            * Porta USB 3.0 tamanho cheio (e o MB não tem).

            Nunca vi a placa mãe do tablet, supostamente deve ser pequena também.

            Hoje, o que mais limita um notebook que usa SSD ser fino é processador e bateria. O que eu vejo de diferencial é o unibody, a maneira como eles usam o espaço interno com a bateria e o touchpad, que não tem igual no mercado.

            Sei que essa conversa não vai nos levar a lugar nenhum, pelos seus comentários, sei que gosta de Apple. Todo mundo tem preferência por algo. Agora, só não acho que a Apple é tudo isso aí que acham. É a indústria toda que evolui, não só uma empresa ou outra, ou você acha que foi simplesmente a Apple quem inventou a maior parte das coisas que estão nos PCs dela? Hoje, basicamente tudo é padrão de indústria.

          • Christian Oliveira

            O início desta conversa foi exatamente sobre comparações entre Android e Ios, depois foi para “Apple não inova mais”.
            A resposta é: ela continua inovando, os demais player acordaram e também inovam, mas no conjunto da obra ela costuma ser mais atenciosa e objeta, enquanto algumas ficam apenas na firula, apenas na corrida de specs.

      • Rodrigo

        A economia de bateria do abandono do Facebook e Whatsapp se dá mais em função da diminuição do uso do celular do que propriamente dos apps que são gulosos. Como utilizo o facebook bem pouco, quase não percebo diferença no consumo com ele e sem ele instalado.

        • Christian Oliveira

          Além do menor uso, o Facebook ele gasta muito recurso, Muito recurso em background, pra manter a time line atualizada quando você for abrir aplicativo. Esse gasto de recursos tende a piorar conforme você tem mais amigos na conta .

          • Rodrigo

            Engraçado que comigo ele não atualiza a timeline em background. Sempre que abro ele está no ponto que fechei e aí atualiza, tanto que posso estar com rede o tempo todo em standby, se estou sem rede só na hora de abrir o app, ele dá erro e fica na última tela em que fechei.

            Tanto que o GSam quase nunca o aponta com mais de 2%, só quanto o utilizo bastante.

            Tanto que fiquei um tempo utilizando o FB só no browser, sem o messenger, e não senti diferença no consumo de bateria.

  • So vai conseguir a proeza de durar mais se poder desabilitar os bloatwares que ficam consumindo processador e rede, principalmente os que vem do fabricante do celular e da operadora de telefonia.

  • Caipiroto, o Capeta Caipira 😈

    Melhorar o consumo da bateria em hibernação tá ótimo, mas tem alguma medida pra diminuir o consumo durante o uso do aparelho?

    Pq hoje em dia qualquer segundo de ócio e a gente já pega o celular.

    • Doomed

      Meio foda, mas não tem muito o que fazer. Se o aplicativo usa muito recurso (jogos, por exemplo), invariavelmente a bateria vai cair muito. Uso de tela, processador, dados, tudo junto… enfim, dá um belo estrago.

      A única coisa que consigo fazer pra conseguir mais uns ergs é diminuir o brilho da tela ou não usar o celular, que é totalmente anti lógico.

  • Ok, se o celular não for utilizado, não irá consumir bateria. O que os desenvolvedores (me refiro a todos eles) não entendem é que queremos usar o celular. Queremos que os aplicativos gastem menos energia. Sabe aquele joguinho (isso, esse mesmo que você tem ai instalado) e que após 25 minutos drenou 85% da bateria? Pois é, vai continuar drenando 85% da bateria.

    • Cocainum

      Infelizmente, acho que isso depende mais do jogo e, principalmente, do hardware, do que do Android. Então, você tem razão: o consumo das aplicações, principalmente as mais pesadas, como jogos, deve ficar igual.

    • Christian Oliveira

      O drama é que esses joguinhos usam tela, processador e conexão de dados, tudo ao mesmo tempo e de forma plena, não existe magica nesta questão, por enquanto.

      • E bateria que é bom, necas, os malditos dos fabricantes só diminuem. 🙁

      • Realmente a culpa e da forma que os aplicativos são feitos, achando que o cara esta em um pc, com energia a vontade e pagando por banda ao invés de franquia. Se tivesse um gerenciamento que a gente pudesse escolher quais recursos um app teria direito e se ele poderia ficar ativo quando saissimos dele resolveria muitos problemas.

        • ElGloriosoRangerRojo™

          Verdade. A gente tem na mão um negócio que tem conectividade limitada e processamento limitado à autonomia da bateria. Comparando: não é nada perto de um computador atual. E pra “ajudar”, quem desenvolve pra isso, o faz em um ambiente e linguagem de tão alto nível quanto os ambientes de desenvolvimentos pra computadores normais…

    • L L

      Ué, durante meu horário de almoço eu jogava por 1h e 20m e consumia só 12% aqui. Me sinto sortudo agora. 🙂

  • Lucas Timm

    Tomara que meu Nexus 4 atualize pro Marshmallow, por olha, tá difícil. 😛 (bateria)

  • Raphael Ribeiro Silva™

    Esse problema é crônico tanto em aparelhos com Android como Windows Phone. Porém, nesse segundo, estão levando uma ligeira vantagem (ao menos nas updates do Windows 10 Mobile Preview). Esperar até o lançamento pra ver.

    _____ “não use o aparelho e terá vida longa”! (essa é a idéia dos fabricantes)

  • Whirlpool

    Na boa, foi a mesma história quando estavam nas versões de teste do L. Só acredito vendo.

    http://arstechnica.com/gadgets/2014/07/examining-project-volta-we-put-android-l-through-our-battery-test/

  • Christian Oliveira

    Remova o face, use pelo browser, sua bateria e plano de dados agradecem.
    Só isso já irá tornar seu aparelho 30% mais eficiente.

    • Rodrigo M

      Instalei o Face Light e é bem mais econômico de bateria e banda.

    • Maom

      Remova o face da sua vida e viva 30% mais. Rede social idiotilizada que só serve para ouvir o mimimi e opinião de gente frustrada. No começo foi bacana encontrar antigos amigos. Agora, vc já não quer nem saber do amigos atuais que estão lá.

      • Christian Oliveira

        Não é o app em si, mas das relações humanas e seu desgaste em si, talvez quando os atuais amigos se tornarem “da antiga”, bata aquela vontade de fazer contato novamente. Tem coisas que só o tempo consegue resolver.

        • Maom

          Não, é a imbecilidade coletiva das redes sociais mesmo. Vc abre seu face uns 8 anos atrás e vai encontrar fotos de pessoas comentando, se divertindo e conversando. Vc abre o face hj e vai encontrar propagandas, ódio contra política em geral, compartilhamento de notícias absurdas, convites e mais convites para jogos e aplicativos de gente desocupada, e fotos caprichosamente tiradas para serem publicadas na rede e não o contrário.
          É chato, é falso, é irritante, é patético. Meu face está lindamente hibernando para o dia que humanos forem extintos do mundo e eu resolver voltar a usar.

          • Christian Oliveira

            Momentos diferentes, autos e baixos, esse é exatamente o desgaste.

          • Walmir Werner

            A única coisa que não mudou é aquelas titias que por falta de marido e sequiso, passam o dia postando fotinhos de mimimimi….

          • Alexandre Souza

            So se for no seu. No meu nao tem disso. Eu escolho meus amigos.

          • Pois no meu eu também escolhi e só tive o desprazer de ver gente tola, estúpida, idiota, parva, medíocre, imbecil. Gente que eu nunca vi na vida e que eu ficaria muito feliz se eu jamais tivesse visto.

            E pior que as pessoas são as páginas. Com raríssimas e honrosíssimas (nem sei se essa palavra existe) exceções, são as coisas mais cretinas que eu já vi na minha vida. Isso incluindo seus respectivos donos.

            Mas tudo isso foi antes de eu ter a minha conta bloqueada por lá. E jamais pensei que ficaria tão grato por um block.

          • A culpa e do google que fechou o orkut …

          • Leon

            HAHAHA

          • ElGloriosoRangerRojo™

            A culpa é do Facebook ou dos teus amigos? Tenho banda e uso o Facebook diariamente pra divulgar meu trabalho e apoiar a cena.Se não fossem as redes sociais, eu não saberia de metade dos eventos culturais que acontecem na minha região. Não tenho dó de meter o dedão e desfazer amizade ou descurtir uma página ou pessoa que começa a falar merda. Na vida real eu também posso me cercar por gente bosta que só fala abobrinha. Vai muito do que você procura…

          • Maom

            Na verdade meus amigos tb cagam para o face. Todos deixaram o face para as velhas e reacionários políticos virtuais. Falo com meus amigos pelo whatsapp, email (muito pouco) e telefone mesmo. Os que são solteiros ainda ficam fazendo caras e bocas nas fotinhos pelas baladas e praias da vida para chamar atenção dos outros igualmente solteiros pelo tinder, instagram e snapchat.
            Quanto a esse lado de bandas e tal, realmente, vivia recebendo convites de bandas do meu primo e amigos dele de shows que eles iriam fazer. Para mim, que não sou muito ligado a música era mais um motivo de aporrinhação esse spam de convites para shows.
            Quanto a sair cortando todo mundo… Iria sobrar uma dúzia de pessoas que tb não usam o Face e meu uso da rede social continuaria estagnado. Fora que eu ia comprar brigas desnecessárias com tias, cunhados, colegas de trabalho, etc…

      • Jonathas Lacerda

        remova o celular da sua vida e não se preocupe mais com bateria. Aproveita e vai filosofar face a face. Tá parecendo comentarista de notícias do G1.

        • Maom

          E esse seu comentário seria o que Aristóteles?

          • Jonathas Lacerda

            Uma tentativa de alertar que a discussão é sobre bateria de celular, não sobre “o que as pessoas fazem com suas vidas sociais”

          • Maom

            Então, vc quer pautar o que deve ser ou não discutido aqui Oprah Winfrey?

          • Jonathas Lacerda

            Não… Geralmente é o tema do post que norteia o que deve ser discutido. Mas deve ser um conceito muito complicado pra vc entender.

          • kkkkkkkkkkkk boa

  • Cesar Dias

    Olha,
    Tenho um Nexus 5 e estou usando as versões preview. A primeira teve uma melhora da bateria no dia a dia em relação ao lollipop, mas nada absurdo. A segunda preview, muito instável. A terceira agora é praticamente a versão final, tirando um bug da câmera que as vezes não liga, tá bem legal. Quanto a bateria, continuo tendo que carregar no meio do dia, mas se uso pouco, dura um pouco mais mesmo. Acho que não dá pra fazer milagres. Em uso, os programas drenam a bateria de qualquer jeito.

  • Minatonami

    Google tem é que colocar o android pra rodar no hardware. Só assim teremos ganho de energia em uso. Isso de máquina virtual já deu o que tinha que dar

    • Natan Facchin

      Boa sorte pra fazer essas mudanças nessa altura do campeonato e com a diversidade de hardware existente. (principalmente arquiteturas).
      A Google deveria ter limitado um pouco a arquitetura do sistema lá por 2008, agora tem que lidar com isso.

      • Minatonami

        as distro linux estão aê pra provar que não precisa de máquina virtual pra se adaptar a quase qualquer combinação de hardware

  • Carlos Cabral

    Na verdade, muitas intervenções já foram feitas. Estamos na preview 3, que, se tudo correr conforme os planos, é a última antes do lançamento.

  • Clonex8 v1.5

    quem sabe um dia, mas não será desta vez…

  • Lelo

    166% a mais de autonomia da bateria, nada mal.

  • Vem ni mim Marshmallow.

  • Yuri

    MeioBitch!

  • Natan Facchin

    Ouvi isso pela primeira vez no 4.0.
    Depois no 4.4.
    Depois no 5.0.
    To no trigésimo aparelho esperando as mudanças funcionarem :/

    • Rodrigo

      Minha ansiedade em atualizar para o Lollipop era a promesa na economia da bateria e melhor gerenciamento de memória. Risos. Pensando seriamente em voltar ao KitKat.

  • A Google se esforça tanto para fazer um SO que poupe hardware e bateria, enquanto os fabricantes de apps e aparelhos enchem de bloatwares e notificações inúteis, inicialização automática e uso de todos os recursos ao mesmo tempo.

    Só de rootear meu aparelho, desabilitar as inicializações, desinstalar bloatwares e desligar notificações, notei uma melhoria da performance e economia da bateria.

  • Murphy O Sarcástico

    Ué mas o recurso stamina do meu z3 ja faz isso ai oO

  • Alexandre Souza

    Ele nao vai se chamar “morbid obese” ou “fat bastard”? O_o

  • Higo

    Em todo lançamento de Android escuto as mesmas promessas: maior desempenho e menor consumo de bateria. Aí o sistema é lançado, as operadoras e fabricantes enchem de bloatwares não removíveis e fica tudo a mesma bosta.

  • Mario Junior ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

    Foi a mesma lorota no LP. Estou esperando aqueles supostos milagres até hoje.

  • L L

    Agora eu vi vantagens. =D

  • PP CarvalhoF

    Bem, eu estou muito mais ansioso pelo recurso nativo de poder negar o acesso à algum recurso/função que dever vir no Marshmallow. Isso sim é o que mais me deixa com “inveja” da maçã-mordida…

  • Eduardo Borges

    Esse lance da bateria melhorar porque o android atualizou é a maior lorota. O que tá me ajudando é um gerenciador de bateria, o power pro, senão tava ferrado.

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples