Não existe almoço grátis: Japão terá 770 mil toneladas de painéis solares tóxicos em 2040

slide_3589_50981_large

Para todos os fins práticos energia solar é um recurso infinito, inesgotável. Mesmo que toda a área do planeta fosse coberta com coletores solares se precisássemos de mais, é só montar coletores no espaço. O uso máximo disso é a Esfera Dyson, uma proposta onde uma esfera do tamanho da órbita da Terra seria construída em volta de uma estrela, captando 100% da energia emitida, ou 2,5 × 10todos watts.

Mesmo sem uma Esfera Dyson já dá pra fazer bastante, a única coisa que nos impede é a capacidade de armazenamento de nossas baterias, linhas de transmissão e lugares onde chove e fica nublado o tempo todo.

O Japão prevê uma base solar instalar para 2015 em torno de Dez DeLoreans (12,7 GW), o que gerará em 2016, em termos de painéis quebrados, trocados por fim de vida útil ou substituídos por modelos mais modernos, 2.400 toneladas de lixo. Lixo esse que é composto de chumbo, selênio, arsênico e vários outros materiais tóxicos.

Isso tem que ser reciclado, tratado e descartado.

Pior: em 2040 a projeção é de 770 mil toneladas de painéis solares descartados. 6% do lixo do país será de coletores solares.

O lado bom é que o custo por watt vem caindo muito rápido, as projeções são de que as metas serão atingidas 3 anos antes do planejado.

price-history-silicon1

O lado ruim é que a fantasia dos ecochatos esbarra na realidade. Não existe almoço grátis, não existe existência sem impacto ambiental, pergunte aos castores e suas represas, aos corais que formam ilhas, a formigas que escravizam pulgões.

O Homem é parte da natureza, tratá-lo como inimigo não faz sentido. Tudo que fizermos terá consequência, a única forma de não ter impacto é não existindo, e infelizmente os agarradores de árvores não cogitam essa possibilidade.

Fonte: RT.

Relacionados: , , ,

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e promover seus últimos best-sellers O Buraco da Beatriz, Calcinhas no Espaço e Do Tempo Em Que A Pipa do Vovô Subia.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples