AP usa “robôs” jornalistas para publicar informes econômicos

robots

Imagine que você possui uma agência de notícias que precisa dar notas precisas e rápidas, mas ao mesmo tempo extremamente engessadas como informes financeiros, na mesma velocidade em que os dados são anunciados. Daria para mecanizar o processo? Se sim, por que não fazê-lo?

Foi o que a Associated Press fez com a ferramenta AP Style Guide, capaz de escrever 3.000 matérias a cada trimestre. Sim, um robô jornalista.

O sistema automático para publicação de informes financeiros foi desenvolvido em parceria com a Automated Insights, e faz uso da plataforma Wordsmith. O bot é revelado no fim de cada matéria gerada automaticamente — como podemos ver aqui — e foi direcionado a fazer a cobertura econômica, uma área do jornalismo que por si só é bem burocrática e maçante – números, estatísticas, nada muito além disso.

A Automated Insights também direciona o Wordsmith para outros parceiros como Allstate, Comcast e Yahoo!, que desenvolveram soluções automáticas para atualizar os resultados de Fantasy Football. De acordo com um executivo da companhia ela pode produzir até 2.000 artigos por segundo.

No caso da AP, no início a equipe encarou o Wordsmith com ceticismo, tanto que as matérias eram escritas por repórteres e enviadas para a plataforma apenas para fins de correção e publicação. Após o primeiro trimestre a agência automatizou o processo por inteiro, eliminando a interação humana. Com isso puderam aumentar a cobertura de 300 empresas para 3 mil. Apenas 120 destas ainda passam por um revisor para adicionar componentes como entrevistas e comentários — no caso as mais valiosas, a Apple obviamente sendo uma delas. Mas como visto no exemplo acima, não é sempre que isso ocorre.

Antes que muita gente comece a dizer “mimimi robôs estão roubando empregos de jornalistas”, saiba que a AP não mandou ninguém para a rua: na verdade, ao passar para o bot a missão de dar informes monótonos sobre economia, a equipe se tornou mais autônoma, podendo escrever mais e melhores artigos ao deixar de se concentrar em uma operação quase mecânica. Algo que cai como uma luva para um robô.

Fonte: TV.

Relacionados: , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples