Reestruturação faz Microsoft fechar Xbox Entertainment Studios

Xbox-Entertainment-Studios

O Variety publicou ontem um rumor que deixou muita gente preocupada. De acordo com o site, a reestruturação por qual vem passando a Microsoft, que inclusive resultará na demissão de milhares de funcionários, poderia fazer com que Xbox Entertainment Studios fosse afetado, o que em outras palavras, poderia prejudicar o desenvolvimento de diversas séries originais que estão sendo produzidas para suas plataformas.

Como a empresa há muito tempo vem batendo na tecla de que seus consoles podem ser muito mais do que apenas videogames, ter filmes e animações exclusivas poderia ajudar a vendê-lo como central multimídia e por isso essa possibilidade era estranha, mas não demorou até que a Microsoft confirmasse a história e pior, revelasse que a divisão será encerrada.

Tendo lançado recentemente a série Every Street United, reality show que tentou descobrir o melhor peladeiro do mundo e tentando explorar um terreno em que o Netflix tem conseguido bons resultados, o estúdio localizado na Califórnia não iniciará novos projetos, mas aqueles que já haviam sido anunciados deverão ser continuados.

Com isso, pelo menos até segunda ordem não precisamos temer pelo futuro de criações como o documentário Signal to Noise, ou das séries Humans e Halo Nightfall, esta produzida por Ridley Scott ou mesmo da série baseada no universo do Master Chief que contará com a participação de Steven Spielberg. Outro que não deverá ser afetado é o híbrido Quantum Break, previsto para ser lançado no ano que vem.

Também vale citar que, de acordo com um email enviado por Phil Spencer, chefe da divisão Xbox, a seus funcionários, esse fechamento não significa que a Microsoft deixará de lançar ou dar suporte a aplicativos não relacionados a games em seus consoles, o que não na minha opinião, não ameniza muito a situação.

Deixando de lado as brincadeirinhas com a maneira como a empresa vinha focando em qualquer coisa que não estivesse relacionada a games, inclusive tendo contratado uma alta executiva da CBS para quase transformar seus consoles em um canal de televisão, acho essa perda muito ruim. Como sempre digo, nunca comprei videogame pensando em usá-lo como um set-to-box, mas se eles possuem tal recurso, não deixa de ser um extra bacana e se a sua fabricante poderá usá-los para nos entregar produções originais através dele, melhor ainda.

É uma pena, mas a cada notícia se torna mais fraca aquela história de que o Xbox One era muito mais do que um console, que entregaria conteúdo original e serviria como central multimídia, podendo controlar toda sua estante e assim tentando conquistar mais consumidores, o que me faz pensar que talvez eu não esteja sozinho ao encarar um videogame principalmente como isso, um videogame.

Fonte: The Verge.

Relacionados: , ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar
  • Ursinhomalvado

    Essa contínua mudança de rumo é ruim para o XBONE neste momento, mas acredito que no longo prazo será bom. Agora eles acabaram de fazer um retorno completo, 180 graus em relação ao que anunciaram inicialmente.
    Para a maioria absoluta dos fãs da MS isto significa que eles vão, realmente, manter foco total nos games. É claro que não tem como recuperar o poder de processamento desperdiçado com o Kinect ou o custo extra das peças destinadas a captura de vídeo que permitem ao XBONE funcionar como um controle remoto muito caro.

    • Luiz

      Poderia ter sido chamado mesmo xbox 720, fica andando em circulos e não sai do lugar.

      • Cássio Amaral

        Hehe, bem bolado, bicho!

    • HoneyPot FP

      o poder de processamento não foi só perdido pelo kinect (10%, já corrigiram isso) mas por o Hardware ser mais fraco tambem

  • Murilo Teixeira

    Todas as grandes empresas já tropeçaram na própria arrogância:

    A Nintendo, não quis fechar parceria com a Sony para colocar mídia em CD no Nintendo 64. Como resultado, a Sony se empteceu e fez se próprio console (Playstation) e vendeu 5x mais consoles que a BigN naquela geração.

    A Sony, com o sucesso retumbante de seus dois primeiros consoles, se deu ao luxo de lançar um terceiro custando 600 dólares, com uma arquitetura totalmente desconhecida e complexa, que resultou em games multiplataforma piores no PS3 em relação ao X360, mesmo tendo o hardware mais potente.

    E agora a Microsoft e seu X1, gabou-se tanto de seu console ser “mais do que um console de games”, que acreditou que esse fator seria suficiente para barrar o “console que só roda jogos” da concorrente. E agora não consegue vender bem nem em seu país de origem…

    Empresas e suas emprezices…

    • Nil Obermüller Schaupp

      Não foi o Snes ? Quando o N64 o PSX já existia

      • Murilo Teixeira

        Corrigindo: A Sony havia desenvolvido uma expansão em CD-ROM para o Snes, mas houve um desentendimento entre BigN e Sony, e o projeto foi “cancelado”. Aproveitando-se desse know-how, a Sony remodelou a expansão e o lançou como o Playstation.

        Havia a especulação de que a Sony estava trabalhando com a Nintendo no sucessor do Snes, que ia se chamar Ultra.
        Por isso a Nintendo teria adiado o lançamento do console para 96, e o renomeou como Nintendo 64, para explorar no marketing a diferença de arquitetra entre os consoles (coisa que a Atari já fez, sem sucesso, com seu Jaguar)

    • HoneyPot FP

      o Acordo da Sony com a Nintendo previa que a Sony ficaria com os Royalites dos jogos vendidos, ou seja, um backdoor, um console Sony dentro da plataforma Nintendo.

      A Nintendo fez a coisa certa, o erro dela foi não saber negociar com Third partys tão bem quanto a Sony.

  • Nil Obermüller Schaupp

    Uma coisa que descobri ontem, Nenhum videogame da nova geração roda BD em 3D, como assim ?
    Eu estava muito querendo pegar um X1 mas com estas notícias de fechamento disto e daquilo to começando a pensar 2x, acreditava muito no Xbox nesta geração até porque acho saudável cada geração ter suas variedades de sucesso não mantendo o monopolio exclusivo Sony. Agora, a Sony sem nenhum jogo realmente expressivo para me fazer comprá-lo e o Xbox dando estes pitis, vou ficar no meu PS3 e terminar de platinar os trocentos jogos que ainda não terminei e adquirir os que sempre quis com um preço beeeeem mais em conta.

  • Julio Verner

    Simples, deixa um “exploit” vazar, liberando execução de apps não assinados, assim como foi o Xbox original e o XBMC fez ser o que é até hoje…

    • HoneyPot FP

      não sabia que o XBMC era tão popular.

      em breve ele vai ser renomeado pra KODI.

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples