Site brasileiro pretende auxiliar na busca por pessoas desaparecidas

kdvc01

Você já deve ter recebido por corrente de e-mail, tweet ou compartilhamento do Facebook o pedido de ajuda de famílias que não conseguem encontrar um ente querido. Algumas destas mensagens continuam sendo compartilhadas por anos e anos depois até mesmo que a pessoa fora encontrada. E se existisse um site que, utilizando recursos colaborativos, permitisse que qualquer pessoa do mundo pudesse potencializar as buscas, em um sistema de cadastro online de ocorrências com atualização de status e tudo mais?

Foi pensando nisso que os estudantes Octavio Fernandes e Guilherme Scholz Ramos tiveram uma ideia para seu trabalho de conclusão de curso.

Conversamos com Octavio, que tem 23 anos e mora no Guarujá. O desenvolvedor web disse que o KDVC? é um sistema que utiliza as redes sociais como forma de auxiliar estas buscas, além de disseminar a existência de tais ocorrências. Com base em um sistema de divulgação colaborativa, a plataforma faz das redes sociais um imenso campo de visualização para os internautas.

Normalmente, antes da internet, tínhamos cartazes colados em muros, postes e outras plataformas analógicas, certo? Então, o que eles pretendem é trazer isso para o mundo online, exibindo isso tudo em uma timeline, com postagens nas redes sociais.

O sistema não exclui os métodos tradicionais de difusão, fornecendo até uma ferramenta de criação e customização dos cartazes, que podem ser impressos e espalhados pelos meios convencionais. Além disso, os autores reiteram a todo instante a necessidade de se acionar as autoridades competentes sempre. O KDVC? é apenas uma ferramenta de ajuda e não deve ser utilizado como único meio de se procurar pela pessoa.

kdvc02

Segundo o site oficial da ferramenta, estatísticas não oficiais feitas em 19 Estados em 2011 afirmam que uma pessoa desaparece a cada 11 minutos, o que dá em média 51.700 pessoas desaparecidas por ano. Segundo estatísticas do governo federal, 40 mil crianças desaparecem todo ano, sem contar os casos que não são registrados oficialmente. Poder criar uma ferramenta gratuita que possa mudar (um pouco que seja) esse cenário é bem bacana.

A ideia surgiu com a necessidade de um tema para o meu TCC da faculdade. Vi por várias vezes pessoas postarem sobre desaparecimentos no Facebook, e depois de algumas vezes pensei ‘Porque não ter algo que mantenha um histórico de tudo isso? Que mantenha os dados estruturados em um lugar além das redes sociais, porém vinculado a elas?’ Assim surgiu a ideia do KDVC?, um aplicativo pra auxílio na busca por pessoas desaparecidas que utiliza como meio de divulgação um dos maiores disseminadores de informação da atualidade: as redes sociais” – disse o autor.

Por enquanto, o KDVC? pode vincular-se à publicações no Facebook e Twitter. Em breve ele poderá chegar também ao Instagram e Google+. Eu acho prudente, afinal se você procurou alguém e até agora não encontrou, pode ser que ele esteja lá no Google+.

Aliás, uma das coisas que ainda precisam ser melhoradas é que a pessoa precisa ter uma conta no Facebook para poder cadastrar um desaparecimento ou para colaborar com algum caso. Isso precisaria ser revisto.

De qualquer forma, para você que já tem uma conta no Facebook e se interessou, basta acessar o site oficial, através do link kdvc.vc, ou pela própria rede social do Markito, em facebook.com/desaparecidoscadevoce.

Relacionados: , , , , ,

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis