amazon_brasil

Amazon Deve Aportar no Brasil Até o Final de 2012

A notícia esperada por muitos chegou na surdina. Há dois dias atrás, em uma vídeo-conferência na Feira do Livro de Santiago no Chile o diretor de conteúdo do Kindle Pedro Huerta disse ao povo que fica, ou que chega. De acordo com ele, em 18 meses, Argentina, Chile e Brasil terão a sua própria loja virtual da Amazon.

As informações são quase nulas, e não dá para saber se, além dos eBooks, a Amazon irá comercializar outros produtos por aqui. Todos esperam por eletrônicos, games, brinquedos e outros, mas o mais provável é que, de início, fiquemos apenas nos eBooks e livros impressos, mesmo. Não dá para saber nem se o Kindle Fire virá.

Em expansão visível, em 2011 a Amazon já abriu lojas oficiais na Espanha, Japão, Itália, França, Canadá, China, Alemanha e Reino Unido. Uma notícia recente mostrou que agora, na home da Kindle Store, há links diretos para acervos de cinco idiomas, incluindo o português. As novas versões dos softwares Kindle para eReaders e aplicativos também estão em novos idiomas. Quatro desses idiomas atendidos – francês, italiano, espanhol e alemão – já possuem lojas da Amazon.

Aqui no Brasil, francamente, essa notícia ainda não tem qualquer efeito. Para a internet e para a tecnologia, 18 meses são uma eternidade – a não ser que a Amazon esteja blefando para organizar alguma estratégia. Em 18 meses a Kobo já deve estar por aqui e vendendo eReaders e eBooks.

Outro fator bem importante são as editoras brasileiras. Ao contrário do que aconteceu com as editoras americanas, que aderiram em peso ao esquema controlador do site, as editoras brasileiras são um pouco mais marrentas, e ouvem-se rumores de que já teriam recusado diversos acordos com a Amazon. Esse problema pode ser um dos principais no que tange à chegada da empresa por aqui.

Mais um obstáculo se encontra no acervo digital que o Brasil possui. Com pouco mais de 5 mil títulos na loja da Amazon, a língua portuguesa não é das mais populares por lá. Fora os títulos de Paulo Coelho e o de algumas editoras famosas, boa parte desse pequeno catálogo é formado por obras de domínio público e de autores independentes.

Para chegar com força e vender horrores por aqui, a Amazon precisa ter obras à venda. E, para isso, o mercado editorial brasileiro tem que se mexer. Parece um círculo vicioso sem solução aparente, mas em 18 meses muita coisa pode – e deve – mudar…

Com informações do site FayerWayer e alt1040.

Published by

Stella Dauer

Stella Dauer é jornalista de tecnologia, especialista em gadgets e livros digitais. É editora-chefe do EuTestei, que possui um canal de reviews no YouTube. É colunista do MeioBit e iG Tecnologia.

11 thoughts on “Amazon Deve Aportar no Brasil Até o Final de 2012”

  1. Seria bom se o Kindle viesse também,mas provavelmente com os impostos do brasil ele ficaria inviável por um tempo.
    Vou começar a pegar o habito de ler ebooks já que alguns impressos estão esgotados e só em formato digital.

      1. Em tese. Se você for pessoalmente aos States e trouxer um, sim, não entra na cota dos 500 dólares, mas se você comprar pelos correios na Amazon e mandar entregar aqui, vai sair por mais do que o dobro do preço original.

        1. busca no google como comprar kindle sem pagar impostos… infelizmente n da pra postar links em comentários no meiobit pq eles vão pro limbo.

  2. Fiquei feliz e triste com essa matéria.
    Feliz pois tenho vontade de conhecer um Kindle e o sistema da Amazon de perto, ler meus livros num eReader e ser feliz com o molejão.
    A bronca, que gera a tristeza, é saber que com a ganância de editoras e os impostos, um eBook vai custar quase o mesmo que um “livro analógico” (termo cunhado por Marcelo Eiras nesses comentários).

    E, não sei os outros que visitam o meiobit, mas entre um livro analógico e um digital, ambos com quase o mesmo preço, eu prefiro um analógico.
    Afinal, tem o delicioso cheirinho de livro novo q nenhum eReader barra, além de ficar bonito numa estante :)

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>