09 F9 11 02 9D 74 E3 5B D8 41 56 C5 63 56 88 C0 é O Número da Besta?

Os sites de busca estão fervilhando, a Internet está com seus canos cheios de mensagens e sites divulgando essa singela seqüência numérica, mais famosa do que o código de lançamento dos mísseis em Wargames (CPE1704TKS).

Uma enorme vacilada da indústria conseguiu popularizar essa seqüência, usada para acessar o conteúdo encriptado de um HD-DVD. Sim, aquela encriptação que era super-segura, ninguém quebraria, bla bla bla. Um hacker do site Doom9 mostrou que estavam errados.

Em resumo, ao invés de passar o código direto para o processador, uma implementação porca do algoritmo em um popular programa de DVDs mantinha em memória os valores. Sem usar debuggers complexos, sem fazer engenharia reversa, apenas observando as mudanças no espaço alocado pelo programa, o Hacker conseguiu a seqüência.

Agora o caminho está aberto para que qualquer programa (pelo menos por um tempo) possa decodificar DVDs em alta definição, gerando nossas preciosas cópias de backup.

Só que a indústria não gostou, e saiu atrás, com ordens de restrição inclusive para sites honestos, como um blog de um curso ministrado por Cory Doctorow, colunista do BoingBoing.net. Curiosamente os tais números já estavam disponíveis na Net pelo menos desde 13 de Fevereiro, e no blog da Wired, nada menos.

Com a ordem para remover os números, a coisa se espalhou. Vários posts no Digg falando do assunto foram removidos pela direção do site, o que gerou uma ENORME onda de protestos entre os usuários, que se sentiram censurados. Depois de muita briga, desistiram, liberando os posts sobre o assunto. Mas não antes que TODOS os posts da primeira página trouxessem o código.

Isso prejudicou muito a imagem do Digg, sites como o Slashdot estão lotados de comentários venenosos, visto que o Digg sequer foi ameaçado judicialmente, removeram os números por medo mesmo.

Os advogados da Indústria vão ficar ricos, pois terão que processar o planeta inteiro. Já há até domínios com os tais números, e com certeza todos os desenvolvedores de programas de ripping de DVDs já os tem em mãos.

O que ganham com isso? Antipatia de todo mundo que tem um site ou blog, e mais nada. Quem compra DVDs vai continuar comprando, pois queremos qualidade máxima, toneladas de extras e, sim, a sensação de estar recompensando quem ralou para fazer um produto que gostamos.

Quem se contenta com cópias em VCD com legendas em portunhol vai continuar fora do fluxo de vendas, então contabilizar quem jamais compraria um DVD como perda para a pirataria é como contabilizar todo mundo que baixou fotos da Luciana Vendramini como uma venda perdida para a Playboy, gerando assim uma audiência potencial de um bilhão de leitores.

3 thoughts on “09 F9 11 02 9D 74 E3 5B D8 41 56 C5 63 56 88 C0 é O Número da Besta?”

  1. Já estava estranhando o silêncio, hoje mesmo “joguei” o código num comentário de um artigo seu sobre pirataria aqui no MeioBit só pra ver a reação, mas pareçe que nem foi necessário!

    Como diría o pessoal do linux:

    Show me the code!

  2. Não adianta criar códigos que tentem complicar a vida de quem quer copiar um dvd/hddvd/bluray/cd. Esse código ou: vai ser descoberto mais cedo ou mais tarde ou não vai funcionar em todos sistemas operacionais (no caso dos rootkits).

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>