Digital Drops Blog de Brinquedo

No Japão o OLPC é um Nintendo DS

Por em 30 de junho de 2008
emGames
Mais textos de:

Site | Twitter
  • cwaster

    [quote]A escolha de menina Joshi Gakuen em Tóquio lançou um projeto-piloto…[/quote]

    Cardoso, seria “A escola de menina”? Fiquei meio confuso nesse início de texto.

    Interessante o uso do DS nas escolas. O preconceito por parte dos professores acaba mesmo intimidando um avanço nessa área, parece mesmo mentalidade de professores brasileiros.

    Assinatura?
    Só na presença de meus advogados!
    ???????

  • Stormbringer

    Cardoso, só uma pequena correçao: o PSP é muito mais poderoso que o Nintendo DS, tanto em processador quanto em memória…

    O diferencial do DS é a telinha “sensivel ao toque”, que da mais opção pros desenvolvedores terem devaneios criativos :D.

    Mas, se nao me engano, o processador do PSP é de 333 Mhz, contra 67Mhz do DS(+33, se considerar o segundo ARM, que na pratica, serve só pra retrocompatibilidade com GBA)

    E memória… DS: 4MiB
    PSP: 64 MiB na versao SLIM, 32 na versao “fat”.

    Antes que comecem um flame War dizendo que eu sou Sonysta(ou Sonytard, como é de costume aqui, akakak), eu tenho um Nintendo DS, e não tenho PSP :D

    /***************/

    Quer Games online, Xadrez e diversao?

    Route10-games – http://www.route10.com.br

    • http://flavors.me/naio21 OMGWTFBBQ

      A Nintendo sempre fabricando hardware aquém do esperado… :(

      (Não sou sonytard também, tenho um Wii)

      • http://papodeesquina.wordpress.com †Player Of Dark†

        o hardware dela não é dos melhores, mas ela sempre consegue dar uma de Steve Jobs e criar coisas inovadoras, vide Wii frente ao PS3 e XBox 360 e esse DS frente ao PSP…

        ps: Será que o pai do Jobs deu uma puladinha de cerca pegando alguma japa que morava por perto e daí saiu o cara que estar por traz dos produtos da Nintendo ? huashuasua

        —————————————————
        Chuck Noris não é de nada, viva o Capitão Nascimento.

        http://papodeesquina.wordpress.com

        • ander-san

          Isso acontecia ainda na época Super-Famicon Vs Gênesis (Super NES Vs Mega Drive para os americanos), O Processador do SNES era bem mais lerdo que o do Mega (tanto é que em alguns momentos até no Super Mário World tinha instantes que o game ficama lento, principalmente quand havia muitos sprites na tela.
          O diferencial do Snes, no entanto, era uma riquesa maior em cores, som matador pra época (parceria com a Sony) e Street Fighter II.

          E depois, a sobrevida do Snes foi algo fantástico, com chips internos nos cartuchos que turbinavam a capacidade do já antigo console, como SuperFX, Mode7…

          (PS: Eu era heavy-gamer e Nintentard antes da era Play 2…, não passo perto de um console à anos)

          –Mesmo não concordando com o que dizes, defendo o seu direito de dizê-lo–

          • Bigode

            Tu tá madrugando.

            Also Street Fighter II no Mega Drive destroçava SFII no Super Famicom, até o controle com seis botões é melhor. E tem mais velocidades.

          • ander-san

            Quanto ao madrugar, exijo argumentos convincentes, mas quanto ao Street Fighter II, eu não falei que o SFII do Snes era melhor ou pior que o do Mega, (o MKIII do SNES era muito melhor, hehehehe) eu me referia ao fato que o SFII foi o jogo que “vendeu” o console, pois quando portaram o jogo do Arcade para o Video-game, a Nintendo conseguiu sabe-se lá como (ou até sei, mas to com preguiça de dizer) um contrato de exclusividade com a Capcom. O SFII só foi aparecer no Mega algum tempo depois, ou seja, até lá dava pra otimizar o game da maneira que eles quizessem.
            Aliás, a Nintendo era muito boa nisso, ela tinha parceirias com a Capcom e com a Konami, duas Softhouses fortíssimas da época.

            Quanto ao controle do Mega, nunca consegui me adaptar à ele, achava ele chato feio e bobo. Also, o controle do SNES também tinha 6 botões e o original do Mega nãaaaao tinha. Pra jogos de plataforma, corrida e beat n’ up até serve, mas pra luta é um saco, jogar MK nele é uma tristeza. E pra mim o controle do SNES foi o melhor controle já feito, tanto que até o controle classic do Wii é chupinhado dele:
            http://www.agvgames.com.br/img/videogames/wii_classic_controler.jpg

            PS: Voce formular uma frase completa em um comment é algo deveras raro.

            –Mesmo não concordando com o que dizes, defendo o seu direito de dizê-lo–

          • Bigode

            Eu dou valor a meu tempo.

            Os consoles são o Mega Drive e Super Famicom, embora tenham sido lançados nos EUA com o nome de Genesis e Super Nintendo. Logo você madrugou.

            Sim, você está certo quanto à “exclusividade” do World Warrior. O port pra Super Famicom é bonzinho até, tem o código pra fazer mirror match e talz, mas tá cheio dos bugs macabros e não se compara às versões posteriores. Mas o Turbo(dash) e o Super do Mega são superiores, (diabos, o Turbo do mega deixa tu jogar a CE) logo, 2 a 1.

            O controle de seis botões do Mega Drive era essencial pra se jogar Street Fighter II.

          • ander-san

            “Os consoles são o Mega Drive e Super Famicom, embora tenham sido lançados nos EUA com o nome de Genesis e Super Nintendo. Logo você madrugou.”,

            Ahhhh bão, ainda bem que tu foste explícito o sufiente para todo o mundo perceber o meu engano quanto a nacionalidade das marcas. :)

            Meias palavras só dão margens a interpretações, muitas das quais podem não refletir a realidade, se as vezes até explicando por A+B o pessoal não compreende… Voce acaba gastando mais tempo explicando mal-entendidos que se de fato já deixasse a coisa clara desde o início ;)
            Apenas um conselho de quem já foi mal-interpretado várias vezes, eu era assim também…

            –Mesmo não concordando com o que dizes, defendo o seu direito de dizê-lo–

          • http://www.fabiocardoso.com.br Fabião

            SFA2 do SNES: Jogue com o Zangief e desfira o especial “Sei lá o que Atomic Buster” dele, que consiste em girar em 360º o controle DUAS VEZES e pressionar os três socos (L+Y+X). Depois disso, compare com o que seria SFA2 no Mega Drive usando os três botões de soco enfileirados (X+Y+Z)

            L e R pra jogos de luta deveriam ser abolidos.

            (Tá, você dirá que o MD nem tinha tal jogo. Mas vale pra exemplificar porque, pra jogos de porrada , o controle de 6 botões do Mega era infinitamente superior)

          • ander-san

            no MKIII eu diria até que eles estão bem posicionados, o L é o block e o R é o dash. O caso do SFII é realmente mais complicado…

            –Mesmo não concordando com o que dizes, defendo o seu direito de dizê-lo–

        • garoa

          O Gameboy original atiçou os ânimos tanto da Apple quanto da Sony. Na propaganda americana de lançamento nos EUA, não se via crianças, mas adultos relaxando com o aparelho após o expediente, no trânsito etc. Sem dúvida uma das idéias mais brilhantes da Nintendo, descendente de seus relógios com games que eram mania no início dos anos 80.

          • http://flavors.me/naio21 OMGWTFBBQ

            Você não trocou as bolas não? Quem era famosa pelos relógios com games era a Casio. A Nintendo, dos games com relógio (Game & Watch).

            Confere? ;)

          • garoa

            Confere!

  • Stormbringer

    ah, sim… ontopic:

    a tela de toque faz com que ele seja muito versátil… Existe homebrew pra quase tudo que se imagina… player e editor midi(com divisor de trilas e tudo mais), programas de desenho, dicionarios, etc…
    a liberdade de desenvolvimento é até maior do que era pra PalmOS :D

    /***************/

    Quer Games online, Xadrez e diversao?

    Route10-games – http://www.route10.com.br

  • Slaker

    A mulecada do Brasil vai aprender nada com um DS/PSP na sala!
    Pode ter certeza q os macetes do jogo td mundo vai saber!

  • http://luizzeross.blogspot.com luizzeross

    O DS é muito bão pra fazer provas de calculos chatos, com o DS Organize (um homebrew). Ele é uma especie de multi-app, tem a calculadora cientifica, e até abre arquivos txt, para minha sorte, o que salvou minha pele em várias provas no passado. =)
    ___
    Um slime, dois slimes, três slimes, quatro slimes… um King Slime

  • http://nodoadouniverso.wordpress.com puppy

    Cardoso, isso é golpe da mídia pra que acreditemos que os Japas são conservadores. Tudo mentira! Os tentáculos que o digam!
    ________
    http://nodoadouniverso.wordpress.com
    http://cybergalo.wordpress.com

    • DDLima

      Droga!! Sempre achei que os tentáculos só falavam em hentais….

      Daniel.

  • garoa

    Aposto que usam Brain Age nas aulas de matemática.

  • cquintela

    Só um adendo, olhando um documentário sobre hentais no canal Animax (era documentário mesmo viu, quem conhece o canal sabe que infelizmente não passa hentai lá :( ), os produtores explicaram o porque dos tentáculos nesse estilo de anime.

    No Japão é proibido mostrar penetração de pênis na televisão, então a indústria de hentais adotou como padrão o uso de tentáculos para substituir o famoso bilau, burlando assim a lei.

  • DSousa

    Quando já há uma infraestrutura mínima, a tecnologia tem muita a oferecer.

    Mas quando num tem loda, giz, carteira, livro e professor bem preparado, não adianta nada.

  • http://br.groups.yahoo.com/group/ChannelTI/ JulianaPrado

    Oi

    Creio que esta inovação devia ser implementada em todo o mundo e que os profesores deviam ser incentivados a inovar com treinamentos dinâmicos e mais condizentes a realidades deles.

    E ai se daria a verdadeira inclusão tecnológica nas escolas

    Att

    Juliana Prado Uchôa

    • ander-san

      A tal da inclusão tecnológica deveria começar pelos professores quadradões. Para muitos desses aposto que micro em casa é algo recente, ou eles pensavam até pouco tempo atrás que micro só servia pra jogar Quake.

      –Mesmo não concordando com o que dizes, defendo o seu direito de dizê-lo–