Upgrade de Memória RAM: Precisamos de 8GB ou mais?

Em poucas palavras: questão de tempo.

Nos EUA, pode-se comprar, hoje, 8GB de RAM DDR2 PC6400 por menos de 200 dólares. E estou falando de memórias Corsair e não uma xingling xexelenta, ainda mais baratas.

Ao oferecer cada vez mais serviços, os próprios sistemas operacionais usam mais memória. Funcionalidades básicas como o firewall, protocolos de rede e comunicação wireless, reconhecimento de periféricos, instalação automática de drivers, ou seja, o "Just Works" consome  mais recursos. Quem acompanha a evolução do Linux, Windows e MacOS que o diga. Melhorias de usabilidade e interface exigem mais e não existe milagre.

Parece óbvio: vamos precisar, tem sido assim nos últimos 10 anos. Sim, cara-pálida, mas quais são eles? Vejamos as possibilidades…

Frameworks de Desenvolvimento Client-Side

JavaScript, XML, Flash são algumas das tecnologias que não vivemos sem. O Firefox tornou-se uma plataforma de desenvolvimento completa. O Scribefire, por exemplo, roda no Firefox, não no [sistema-operacional-de-preferência]. Testei ele nos 3 sistemas operacionais líderes (Windows XP e Vista, MacOS e OpenSuse 10.3) e com exceção das teclas de atalho, todo o resto é igual. O aplicativo para blogs é ignorante quanto ao Sistema Operacional.

Quem já teve a curiosidade para olhar a enorme quantidade de javascript que um serviço de webmail consome levou um susto. Tanto faz GMail, Hotmail ou Yahoo, são bibliotecas inteiras sendo carregadas e interpretadas na máquina do usuário. Isso fez com que não apenas o processamento, mas o consumo de memória dos browsers desse um salto. Plug-ins como o Flash e o Silverlight são ecossistemas inteiros com linguagem de programação, mas que são colocados como extensão das funcionalidades do browser.

Estou com 12 abas abertas no momento e ele consome 115 MB de RAM, sendo que a maioria delas está em páginas estáticas. Lembre-se que 128 MB é o mínimo para rodar o Windows XP inteiro e que isso já foi considerado um absurdo.

Frameworks de Desenvolvimento Server-Side

Mesmo sistemas operacionais para desktop otimizados, possuem cada vez mais camadas e camadas de software. Isso não é de todo ruim. Hoje em dia, programar um "coletor de lixo" de memória, como se fazia nos tempos do C/C++ lascado é caro e ninguém quer arcar com os custos de reinventar a roda. Então, apela-se para uma das duas plataformas modernas de desenvolvimento sobre uma máquina virtual: Java ou .Net. Ao optar por esse caminho, o desempenho, comparado ao código nativo, cai em torno de 20% ou mais. Basta comparar o Azureus com o uTorrent. Mas o barateamento do hardware fez com que esse overhead fique insignificante.

Virtualização

A mudança de paradigma na execução de aplicativos por causa da virtualização faz com que mais memória e mais processamento sejam necessários. As vantagens são muitas ao ter um ambiente inteiro simulado dentro de outro. Você pode instalar numa máquina de desenvolvimento um servidor completo, rodando uma base de dados e servidor de aplicação sem a necessidade de usar outra máquina física. O sistema hospedeiro está sempre enxuto.

A possibilidade de usar um ambiente de desenvolvimento no Windows e usar como servidor RedHat Enterprise, sem dual boot, apenas com uma máquina, é o tipo de uso típico para mais memória. Pode-se inclusive dedicar uma máquina virtual apenas para a base de dados. E todos eles podem ser administrados e mantidos facilmente.

E não apenas isso, mas poder testar softwares, criando ambientes inteiros de homologação e desenvolvimento em máquinas virtuais. Depois que tudo foi configurado, atualizado, com um simples download na rede é possível ter um ambiente comum para equipes inteiras.

Games

Jogos com resoluções 4 vezes o do HD atual dos televisores. O usuário de PC está acostumado a grandes resoluções. 1024 x 768 é um padrão há muito usado e agora falam de Hi-Definition como se fosse algo novo. É o software predileto para medir performance e as recomendações de hardware sempre assustam, a cada nova geração. Assassin’s Creed recomenda 3GB de RAM, caso você use o Windows Vista. A próxima geração de games, em 2 anos, teremos exigências de 4GB de RAM como o mínimo para uma experiência completa. Para isso dobrar, não demora muito.

Aplicativos de Animação e Modelagem 3D

Atualmente são os grandes beneficiados de quantidades vastas de memória. Quem trabalha profissionalmente com o Photoshop, AutoCad, 3DStudio, Maya, After Effects ou qualquer outro software dessa categoria, sabe muito bem que eles fazem uso de praticamente toda a memória física possível. Assim como vídeo, medir o poder de uma máquina pela capacidade de trabalhar com 3D é uma das melhores metodologias, já que são softwares sempre a frente do hardware disponível.

Vídeo de Alta Resolução

E por último mas não menos importante, os vídeos de alta resolução que serão criados com a nova geração de câmeras digitais, tão comuns na CES. Todos os fabricantes apresentaram modelos e para editar esses vídeos, serão necessários computadores mais poderosos e com mais memória. O que já temos hoje é suficiente até certo ponto. Vídeo ainda é o tipo de aplicação que faz uma máquina com 8GB de RAM e processador Quad Core chegar ao limite, tanto que são ótimos para benchmarks.

Um upgrade hoje, vale a pena?

Depende. Quem usar a máquina com virtualização, poderia usar um Core 2 Quad com 8GB para ter 3 máquinas virtuais rodando simultaneamente. Aplicações de vídeo e 3D, RAM sempre é um upgrade bem-vindo. Para Games, 2GB já está sendo considerado mínimo para alguns jogos e logo as exigências deve escalar para 4GB e isso deve ocorrer em breve, entre 1 e 2 anos, no máximo.

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples