Games
Games
Digital Drops Blog de Brinquedo

Meu primeiro overclock: AMD comercializa processador de 5 GHz

Por em 11 de junho de 2013
emComputadores Hardware Indústria relacionados       
Mais textos de:

Site | Twitter
  • FBanger

    Cara, turbo mode já existe desde os primeiros processadores FX, como o FX-4300 Vishera, que de 3,8Ghz, vai para 4,2Ghz. 5Ghz era uma questão de tempo.

    • Xultz

      O primeiro PC XT que usei tinha um botão no painel para ativar o modo “turbo”…

      • FBanger

        Sim, ele até informou. O que comentei é que o “turbo mode” como overclock controlado, não foi incluído para ultrapassar o clock de 5Ghz.
        Na BIOS vc consegue controlar o valor do OC, inclusive ativando e desativando se necessário os núcleos do processador, e demais controle de OC. A diferença é que se vc sentir que o OC não tá legal, aperta o “turbo mode” e o OC é desfeito.

        • Matheus Gonçalves

          É isso mesmo. Mas assim, eu não disse que o turbo mode foi incluído neste caso para o OC de 5 GHz, nem que é algo exclusivo a este processador. Disse que a AMD resolveu usar o nome para seu overclock sob caráter de marketing mesmo, entende?

          • [email protected]

            Detalhe que, grandes coisa, num processador com 8 núcleos, ultrapassar os 5ghz no turbo mode. Deve passar os 5ghz quando o programa usa 1 ou 2 núcleos só. Ai um deles bate 5ghz.

            O importante são benchmarks. Se não bate nem um i5 segunda geração, de que adianta passar de 5ghz?

  • Bicows

    Respondendo sua pergunta:

    Se esses FX’s forem compatíveis com minha MB (atualmente com um FX-4100 3.6Ghz Zambezi), destinarei exclusivamente para GAMES e Edição Multimídia…

    Complementando:
    Faz uns 3 anos que troquei os PCs de casa de Intel pra AMD por um único motivo, preço.
    Acredito que ninguém duvida que esse FX-9590 vai ser mais barato que o modelo intermediário ou até de entrada do Core i7.

    A Intel tem uma visão destorcida quanto a preço/potência de seus produtos, e nem to me referindo apenas ao Brasil (e seus impostos), é só dar uma olhadinha nos sites americanos e comparar os AMDs com Intel.

    • http://www.mauriciovittorazzi.com.br/ Mauricio Vittorazzi

      Meu motivo também foi o mesmo. Passei muito tempo utilizando processadores da Intel, até que deixei de ser ignorante e “virei fan-boy da AMD” (Não que usuários Intel sejam ignorantes, mas eu era ignorante no que compete à entendimento de hardware).

      Atualmente utilizo um Phenom II X4 “clockado” com refrigeração stock (Haja coragem…) em conjunto com uma VGA também AMD (Denovo, optei por ela por causa do preço em primeiro lugar, mas também pelas vantagens técnicas de se utilizar ambos CPU e GPU da AMD).

      Depois de muita pesquisa atrás de benchmarkings, especificações, documentações e testes de laboratório, cheguei a conclusão (Que não sei lá se tem algum valor) de que o hardware da AMD é muito mais amigável e flexível para nós usuários mais técnicos (Que entendem de hardware e gostam de “esmerilhar” seus PCs). Processadores intel podem até terem um processamento melhor, mas como já está comprovado pra todo mundo, a disparidade de preço entre eles é absurda.

      Talvez, no meu entendimento, a Intel seja a melhor opção para o usuário leigo ou semi-leigo que queira apenas uma máquina completa, já montada, com boa performance para seu trabalho (Ou até para jogos, porque não?), sem o compromisso de entender do hardware e planejar upgrades futuros.

      Já a AMD, pra mim, é a melhor opção pra quem ama seu dinheiro.

      • AcesLinuX

        #fato

      • Rafael Favero

        Custo benefício? O i5 3470 que compete com o fx 8350 certo? estão na mesma faixa de preço (talvez o i5 seja 5 dolares mais caro, o que se justifica pelo seu rendimento levemente melhor). Entretanto, o AMD tem TDP de 125w contra 77w do Intel. Enfim ¬¬

    • Guest

      Só uso AMD a anos pelo mesmo motivo: custo x benefício! Pelo menos pra mim, Intel é fora de cogitação.

    • Paulo Melo

      Só uso AMD há anos pelo mesmo motivo: custo x benefício! Pelo menos pra mim, Intel é fora de cogitação.

      • Rafael Favero

        copiando colando a resposta

        Custo benefício? O i5 3470 que compete com o fx 8350 certo? estão na mesma faixa de preço (talvez o i5 seja 5 dolares mais caro, o que se justifica pelo seu rendimento levemente melhor). Entretanto, o AMD tem TDP de 125w contra 77w do Intel. Enfim ¬¬

  • Roberto Andiara da Silva Rosa

    Caramba, uma pergunta dessas no final do texto e ninguém fala de Bitcoin? Estou surpreso…

    • Matheus Gonçalves

      Eu estava esperando alguém citar Bitcoin… Foi a primeira coisa que eu pensei. Depois veio deixar rodando pra descobrir dígitos do Pi. Mas vamos ver o que o pessoal sugere.

    • OnoSendai

      Foi a primeira coisa que pensei. A segunda foi coisas do tipo SETI@HOME ou FOLDING@HOME.

      • Roberto Andiara da Silva Rosa

        Que eu considero perfeitamente válidos, ao contrário do Bitcoin!

    • abraaocaldas

      bitcoin na CPU é coisa de n00b ahhahaha, compra um 6770 que é mais jogo,
      um 4x Opteron 6174 gera apenas 25Mhash/s, enquanto a 6770 gera 200Mhash/s , hoje só vale se for para minerar litecoin (e olhe lá!).

      Compre uma placa ASIC USB que você gera 300Mhash/s

      • OnoSendai

        Eu eventualmente cheguei à conclusão que apenas n00bs chamam outros de n00bs. É tipo uma cabala, né? ;)

        • abraaocaldas

          é sim… nossa natureza divina, morra de inveja mortal!

          • http://www.mauriciovittorazzi.com.br/ Mauricio Vittorazzi

            Quando você ficar rico e conseguir fazer a compra do mês no mercado com bitcoin, me avisa. :)

          • abraaocaldas

            É impressão minha ou ninguém sabe o significado de noob?

          • Guest

            Nem um, nem outro ou as duas coisas.

          • http://www.mauriciovittorazzi.com.br/ Mauricio Vittorazzi

            Um amigo de um amigo meu quer gastar US$ 3K em uma “mineradora” pra lucrar incríveis 0.0000003 (ou algo próximo disso, com muitos zeros antes do dígito inteiro depois da vírgula) bitcoin a cada 12 horas.

            Será que tem máquina pra minerar diamantes no minecraft? Acho que dá mais lucro.

          • http://www.toad.com.br/ Matheus Gonçalves

            Não, mas se você contratar uns chineses, eles podem dar um jeito.

          • abraaocaldas

            Então ele fez as contas errados, 20 dessas placas geram 4Gh/s o que dá uns 0.129 Bitcoin por dia. É muito melhor comprar placa ASIC.

          • OnoSendai

            =(..

          • http://www.toad.com.br/ Matheus Gonçalves

            haahahahahah

      • Keaton

        Po, usar placa de video para bitcoin sim é coisa de noob.

        Por que não usar o BlueGene/Q ou o Titan para isso? ROFL
        INSTANTGOLD! :D

  • Harlley Sathler

    “Aí eu pergunto: Se você pudesse montar um supercomputador com vários destes processadores ignorantes, utilizaria com qual finalidade?”

    O mesmo de todas as noites: Tentar dominar o mundo!

    Falando sério, não lembro bem, mas não acho que o botão turbo nos 286/386/486 fosse exatamente um overclock. Lembro de usar os meus sempre com o turbo ligado e de desligar algumas vezes quando, ao rodar alguns programas mais velhos, ter problemas com a velocidade. Em alguns jogos para XT, por exemplo, era quase que regra!

    • OnoSendai

      Menção a Pinky e Cérebro? Toma meu Up. ;)

  • Vitor Felipe

    Mim querer benchmarks!

    Não adianta ter um porrilhão de GHz consumindo tanto quanto um chuveiro e ainda tomar pau de processador mediano que nem os últimos fx, todos sabem que ghz não significa desempenho, muito menos quantidade de núcleos. Meu ultimo processador foi um x2 da amd, mas depois dele não to vendo muita vantagem em levar um AMD pra casa.

    • Davi Braga da Rocha

      Exatamente o que penso. Do que adianta 8 núcleos a um cararilhão de Ghz, se tiver pouca memórias L1, L2 e L3 e estas ainda forem lentas? Benchmarks no chão não dá!

      • OnoSendai

        Já tive as neuras de micro-configurar tudo na minha máquina, mas hoje em dia são tantas as opções de configuração de performance que tudo parece a mesma coisa. Meu tipo de benchmark é o seguinte: ‘Posso jogar o que quero com tudo travado no máximo a 60FPS+ sem a máquina engasgar?’ O que está lá dentro pra mim hoje em dia é irrisório.

    • Rafael Favero

      O povo está fazendo propaganda desses 5ghz como se fosse WOW. Qualquer um sabe que vender processador pelos hz é a mesma coisa que vender placa de vídeo pela memória.

      • Vitor Felipe

        Prescott(pentium 4) manda abraços :D.

        • Rafael Favero

          Cara, você citou uma arquitetura de praticamente 10 anos atrás ¬¬ os termos contexto e bom senso mandaram abraços.

          • Vitor Felipe

            Muita coisa evoluiu desde lá, mas que são casos bem semelhantes é inegável. Ambos tem baixo rendimento por watt e alta frequência, só não sei se é tão esquentadinho quanto o p4.

          • Rafael Favero

            Nesse ponto realmente a comparação é válida. Espera-se que não, afinal o Prescott ficou mais conhecido pelo super aquecimento do que pela potencia em si.
            Só acho ruim essa política da AMD em inflar os números (a intel já fez isso). Porque ai quando você vai conversar com um leigo, ele vai achar que o processador de 8 núcleos e 5ghz é praticamente o dobro de potencia de um 4 núcleos com 3ghz.

          • http://www.mauriciovittorazzi.com.br/ Mauricio Vittorazzi

            Aí é que tá.

            Se você pensar como um leigo, vai comprar o que tem “gigas” maiores e for mais barato, porque pela lógica “burra” mais é sempre melhor. É aí que elas ganham.

            Claro que nós que já saímos da matrix faz tempo somos completamente imunes à isso. Ou não.

          • Rafael Favero

            Se para processador isso já é chato, placa de vídeo consegue ser pior.

          • Vitor Felipe

            Realmente, acho que todos já devem ter ouvindo a frase “Compro a placa de 512MB ou 1GB?” ou “esse processador é mais rápido, tem xGhz a mais que esse”. Enfim, vamos esperar que a AMD comece a competir com produtos e não números, se não a concorrência vai lá pra baixo(nem sei se tem como abaixar mais dado o estado financeiro da AMD) e os preços lá pra cima, quem se fode somos nos.

      • Felipe!

        Na verdade, não.
        Um processador com mais Ghz é sempre mais rápido que a mesma versão com menos Ghz. Diferente do caso da VRAM.

        Mas entendi o que vc quis dizer.

  • Keaton

    Mais legal é ver o consumo de energia desses AMD… o que tu não gasta num Intel, gasta em energia durante o ano… 125W da AMD passam fácinho de 160W em uso completo…

    Já fui fã da AMD, mas atualmente…

    Só uma coisa… esse processador tem 8 cores fisicos ou é a mesma sem vergonhice das séries passadas (quad core com hyperthreading)?

    • Zephyro

      “(…)o que tu não gasta num Intel, gasta em energia durante o ano(…)”

      Exatamente isso. Povo compara e analisa os preços na prateleira e acha mais em conta levar AMD, mas se esquece do quanto, a longo prazo, terá de pagar a mais na conta de luz.

      • http://www.mauriciovittorazzi.com.br/ Mauricio Vittorazzi

        Realmente, se somente o seu computador estiver ligado durante o ano inteiro, pode até fazer sentido. Mas vocês esquecem que não é só o processador, cooler e fonte que gastam energia. Sua TV também gasta, seu chuveiro elétrico, seu carregador de celular, sua batedeira, seu video-game, seu monitor… Sem levar tudo isso em conta, não dá pra dizer que um processador ou outro vai fazer diferença alguma na conta de energia.

        Deixar o computador ligado ou desligado por uma ou duas horas a menos faz todo sentido pra mim. Trocar de processador pra economizar energia, não.

        • Vitor Felipe

          Fazendo uma analogia, é o mesmo pensamento de jogar um papel na rua, não fazem muita diferença sozinhos, mas quando juntos fazer MUITA.

          Enfim, o mesmo se aplica ao consumo, mas claro que não estamos falando de economia de bilhões de reais, maioria dos computadores ficam mais ociosos do que em uso e a diferença nem deve ser tão relevante pro usuário comum.

          Mas não deixa ser um fator determinante na hora de trocar de pc que um processador com 77W consiga fazer o mesmo que um consumindo 125W custando um pouco mais caro, diferença que se paga ao longo da vida útil do processador.

        • Zephyro

          Conclusão: Você pagou menos, tem um processador de menor desempenho, menos eficiente e ainda cogita deixar o PC menos tempo ligado pra não influenciar na conta? Desculpa, cara. Mas não cola.
          O ponto é: Você pagou um valor menor por algo de desempenho e eficiência inferiores e, a longo prazo, pagará mais caro por isso.
          Eu lembro que há uns anos (em 2008, se bem me lembro), aqui no Meio Bit mesmo (no fórum) rolou uma extensa discussão sobre esse assunto, e esse mito de melhor custo/benefício havia sido derrubado. Já foi tempo em que isso era sempre verdade. Hoje cada caso é um caso. Talvez pro sujeito que ligue o computador raramente, possa ser verdadeiro, mas o sujeito que roda quase que diariamente programas que exigem alto processamento e jogos, estará mais suscetível à uma conta um pouco mais salgada.

          • http://www.mauriciovittorazzi.com.br/ Mauricio Vittorazzi

            Bom, eu não sei dos outros casos. Tudo o que eu respondi aqui foi baseado na minha experiência. A MINHA conta de energia não ficou mais cara porque eu comprei um processador mais barato e de desempenho “menor”. Porque entre aspas? Porque eu consigo desempenho tão bom quanto ou até melhor do que os benchmarkings que eu usei pra decidir a minha compra… Se eu tivesse comprado o processador mais caro, talvez a diferença na performance seria imperceptível, mas a diferença na minha conta corrente seria MUITO notável.

            Mas não tiro sua razão. Cada caso é um caso. Como exemplo tenho um colega de trabalho que tem um i7 de 3ª geração com um setup foderoso e usa pra ver filmes, acessar a internet e usar linux no VirtualBox. Esse pagou muito caro e vai pagar ainda mais caro do que eu a longo prazo.

    • Roberto Andiara da Silva Rosa

      Hmm, você levantou um ponto interessante, agora… Desde que comprei um i5, meus gastos com energia diminuíram consideravelmente. Também usava AMD porque os processadores eram (e ainda são) mais baratos que os Intel, mas pagar a conta de luz não tá FÁSSIO!

    • Vitor Felipe

      Sem levar em consideração que o maior gasto dos AMD implicam em maior gasto com hardware, pois não é qualquer placa mãe, cooler e fonte que dão conta de processadores de 125W de potência. Uma placa mãe pra um i5 ivy você acha até por R$ 190(tenho uma ga-hs1 GA-H61M-S1 com um i5 3570 e não deixa a desejar em nada), e da pra montar um pc MUITO bom com uma placa dessa. Já pra amd a coisa ta feia, pra um processador desse ai é bem mais caro e difícil encontrar.

      E se pensar mais um pouquinho, você vai perceber que um pc com um processador beberrão vai fazer mais barulho por conta do cooler mais parrudo(não necessariamente, mas é o mais comum), vai gerar mais calor(o que implica em maior gasto com refrigeração).

      E além disso, hoje a grande maioria das aplicações não são adaptadas pra usar 8 núcleos, a maioria ainda é Single thread, e ter 8 núcleos “fracos” acaba sendo pior do que ter 4 núcleos “fortes”, mesmo que os 8 juntos tenha mais desempenho que os 4.

  • Luiz Felipe

    Finalmente um par para a 7990, que PC montruoso eu vou fazer. Que playstation4 que nada.