Qualcomm exibe display de 5,1 polegadas com resolução absurda de 2560×1440 pixels

gogoni-qualcomm

E dispositivos com resoluções cada vez mais titânicas jã estão caminhando para ser a regra e não mais os estranhos no ninho, mas ainda assim a Qualcomm mostra que não sabe brincar. Depois da Samsung prometer exibir um notebook com resolução de tela de 3200×1800 pixels (e no fim divulgar apenas como um display protótipo), a empresa que é mais conhecida por fornecer os processadores Snapgradon que equipam boa parte dos smartphones, ela lembra que também investe pesado em displays, mais especificamente na tecnologia própria Mirasol, de telas reflexivas de baixo consumo de energia, auto-ajustáveis a condições de iluminação e que não precisam de backlight, quase como uma OLED.

De fato, o primeiro produto da Qualcomm com essa tecnologia data de 2008.

Durante a Display Week a empresa exibiu um protótipo de smartphone equipado com um display de 5,1″ de estonteantes 2560×1440 pixels, o que dá 577 pixels por polegada.  A título de comparação, o iPhone 5 possui tela de 4″ com 326 ppi e o Galaxy S4, tela de 5″ Full HD e 441 ppi.

Apesar das cores não serem tão chamativas quanto em outros smartphones, a Qualcomm acredita que as vantagens compensam: a tela consome até 6 vezes menos energia, o que hoje em dia pode significar ganho de várias horas entre recargas. Eu diria dias mas lembremos que o 3G também é bem comilão, aliado ao fato de que uma resolução dessas exige mais da GPU, e consequentemente o ganho de consumo não será nada astronômico.

A Qualcomm diz que esse projeto ainda está em desenvolvimento e levará ainda alguns anos para se tornar comercial. Se demorar muito é capaz de alguém passar na frente. :)

Fonte: Engadget.

Relacionados: , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Editor do MeioBit, membro da equipe #SciCast, técnico freelancer, programador frustrado, Mighty No. 34.185 e em busca do Cubo Cósmico.

Compartilhar
  • Edmilson_Junior

    Reduz a resolução disso e mantem o consumo menor que eu compro. Depois de uma certa resolução eu não enxergo mais a diferença então não é um fator de desempate para uso, é só status mesmo.

    • abraaocaldas

      Exatamente o que o consumidor quer, status.

  • Pingback: Meio Bit()

  • Pingback: Qualcomm compra patentes da HP referentes à Palm e outras empresas()