Ciência
Ciência
Digital Drops Blog de Brinquedo

Bactéria pode ser a chave para reduzir a transmissão de dengue e malária [UPDATE]

Por em 15 de maio de 2013
emCiência relacionados     
Mais textos de:

Twitter
  • Davi Braga da Rocha

    Oh, os cientistas, pessoas ingratas e limitadas de pensamento cartesiano.
    Estão a um passo de melhorar a vida de milhões (ou bilhões) de pessoas, e são justamente as pessoas mais pobres as afetadas por essas doenças.
    Porque eles não largam essa ciência de satanás e vão orar pela cura como o resto das pessoas fazem?

    • Carlos Eduardo

      ;-)

      “Oração/Rezar é não fazer NADA e ainda achar que está ajudando”

      • http://www.shimatai.com.br Wagner Shimatai

        Você não percebeu que o Davi foi irônico?!

        • kleber peters

          Wagner, ironia é uma coisa complexa… realmente… , Não é Carlos??? ;-)

          • Carlos Eduardo

            Óbvio que eu havia percebido, mas achei a frase pertinente :-) tranquilizai-vos OHHHHHHHHHHH pequenas crianças.

          • AcesLinuX

            Por isso que deveríamos usar mais o sarcmark

          • Orador dos Mortos

            Se você não conhece a pessoa, e não está acostumado a sua forma de escrever, nem sempre reconhecerá uma ironia. Eu fiquei com uma certa dúvida ao ler a postagem do Davi. Mas, como está no Meiobit, imaginei ser ironia.

  • Rodrigo Sarrat

    Me preocupa o revés da situação… milhares de anos tornaram as duas espécies resistentes a bactéria, infectando artificialmente os mosquitos, podemos inviabilizar uma série de mecanismos naturais e interações no complexo ecossistema que envolve tanto os mosquitos, quanto a tal bactéria, ou sabe-se lá o que mais… isso me fez lembrar o prólogo do filme dos X-Men: “Mas, a cada cem mil anos, a evolução dá um salto.”

    • Vinicius K.

      Isso é normal, e nem precisa de tanto tempo pra acontecer.

      A penicilina é o exemplo mais claro disso. Quando inventada, eliminava praticamente todas as bactérias. Hoje nem faz mais cócegas nas bactérias.

      • http://www.facebook.com/profile.php?id=100004481977590 Marco Santos

        Não sei, se é tão normal. As natureza evolui por um processo de tentativa e erro e descarte. Só que ela tem o tempo que precisar para fazer experimentos, a espécie humana nem tanto.

        Meu medo é criarmos alguma superbactéria pior do que algumas que já existem com a MERSA, KPC ou qualquer desgraça do tipo.

  • Jos_El

    Já existe um projeto piloto com essa metodologia em curso no Brasil.

  • Pingback: Nova vacina contra a malária atinge 100% de eficácia, porém OMS manda ir devagar com o andor « Meio Bit