Mobile
Mobile
Digital Drops Blog de Brinquedo

Proibição de comer tatu e uso de iPads diminuem lesões nas costas de pilotos da American Airlines

Por em 3 de maio de 2013
emComputação móvel Mercado Planeta Sem Fio
Mais textos de:

Site | Twitter
  • Eros

    Toda vez que falam em comer tatu me faz lembrar dos Mamonas.
    Eu não sabia que carregavam esses mapas. Pra mim a rota já estava traçada nos aviões.

    • Marcelo Mosczynski

      Nunca queira saber:
      Como são feitas as salsichas.
      Como são feitas as leis.
      Como deixam os aviões voarem.

      • http://www.crashcomputer.tk/ Gradius

        Bota nesta lista também:

        Como é feito catchup
        Como é feito aqueles tabletes de caldo de galinha

        :)

        • Marcelo Mosczynski

          Catchup e molho de Tomate

          Uma vez, voltando de Brasília, com sentido a Goiânia, umas 11:00h da noite passando perto de Anápolis, começamos a ver uma luz verde a alguns kilometros a frente, quando nos aproximamos, descobrimos que era um caminhão de tomates, como estavam apodrecendo, começou a irradiar luz verde, quando ultrapassamos o caminhão, deu para ver que era um caminhão de empresa que faz molho de tomate.

          • Eros

            As condições em que fazem os produtos industrializados, se formos realmente saber, acabaríamos não comendo. Tempos atrás lia um blog onde o camarada trabalhava numa fábricante de massas e biscoitos. Ele estava levando o recheio para um outro setor, e por alguma situação ele deixou a produção inteira cair no chão. Claro que ele pegou uma pá e colocou tudo nos potes novamente. E a marca é famosa.

    • Diego Sansana

      Mais ou menos. Hoje os aviões possuem o FMC, que tem um banco de dados com as rotas, fixos de navegação, procedimentos de partida e chegada para os principais aeroportos do mundo, que recebem os dados de um sistema chamado INS que posiciona o avião na rota de acordo com GPS, rádio-farol e outros. Esse computador possui dois módulos principais e mais um de backup. Mas como a Lei de Murphy é levada a sério pela turma da aviação, nada substitui a velha bússola e mapas físicos. Aliás, em procedimentos de decolagem e pouso, é normal o piloto ou co-piloto colocar a carta aérea de aproximação no manche para consulta rápida caso precise alterar algo de última hora no procedimento, e nessas horas a última coisa que o piloto precisa é ter que ficar lidando com um computador.

      • Eros

        Obrigado Diego, pelas informações interessantes e pertinentes! []s

  • Christian Oliveira

    Hoje eles usam iPad e preferem as cabritas.

  • naoseidenada

    Quando eu tinha uns 14 anos (bastante tempo atrás) eu era estagiário em um órgão interno de banco. Havia umas 3 cópias físicas dos normativos, todo dia eu recebia em um supermodem de 2400 bps as alterações, tinha que imprimir as folhas novas e as alteradas e substituir e/ou acrescentar nos ‘livros’.