Digital Drops Blog de Brinquedo

Microsoft cria portal para aproximar estudantes e empresas

Por em 15 de abril de 2013
emIndústria relacionados    
Mais textos de:

Site | Twitter
  • http://twitter.com/mestredossites Mestre dos sites

    Muito bom, , curti a iniciativa da microsoft

    • Dinoel da Costa Soares

      Muito bom! ;)

  • http://www.facebook.com/leandro.caxa.1 Leandro Caxa

    Já deixei de trabalhar como programador em uma empresa poque tinha que ficar 6 meses no suporte técnico. Daí tão forçando a amizade né…
    Me senti assim “Pare de pensar em código por meio ano aqui dentro, depois te colocamos na programação”
    Big facepalm

  • Victor Santos

    Cardoso, sobre se recusar a fazer avaliação para provar conhecimento, também sou contra. Não pelo fato da avaliação, mas da maneira como ela é feita. Já fiz algumas avaliações em entrevistas para “provar” conhecimento e já me recusei a fazer algumas outras. Nas avaliações que eu fiz até hoje o que te exigem é que você tenha decorado, por exemplo, os métodos da classe Array para fazer uma ordenação. Para mim isso é ridículo já que na hora que eu digitar Array e colocar um ponto em seguida a IDE vai me mostrar tudo isso.

    Nem em provas de certificação MS, que eu fiz algumas, fui obrigado a saber codificar de cabeça. No máximo completar algum código. O decoreba é que leva a essa geração de programadores maravilhosos que vieram durante todo o curso de graduação decorando tudo e no projeto final diz para o orientador que não sabe programar pois não sabe NADA de lógica.

    No mais, excelente iniciativa da MS pois já ajuda a separar os prováveis talentos da grande maioria dos profissionais de informática que não sabem porcaria alguma.

    Abraços e excelente trabalho.

    • http://www.shimatai.com.br Wagner Shimatai

      Eu trabalhei com um cara que tinha praticamente todas as certificações Java (exceto a de arquiteto) e ele conseguiu ficar enrolando por 6 meses na empresa. Ele não conseguia colocar em prática o que sabia na teoria, por falta de experiência. Ou seja, ele estudou para tirar as certificações, que são meio decoreba, mas não representam a experiência do profissional.

  • http://blog.rodrigocallado.com.br/ Rodrigo Callado

    “teriam um plantel de desenvolvedores jovens, entusiasmados, carimbados avaliados certificados prontos para voar.”

    A sutileza das referências XD