SpaceX completa mais uma missão à Estação Espacial Internacional

dragon

Depois de um lançamento conturbado, onde os engenheiros da SpaceX tiveram que lidar com uma nave em órbita baixa, decaindo rapidamente e só com um dos 4 conjuntos manobradores funcionando, a missão da segunda cápsula Dragon a visitar a Estação Espacial Internacional se tornou um sucesso de livro didático. TUDO funcionou como um relógio, o acoplamento foi redondinho, e depois de duas semanas ela foi enchida de experimentos científicos, lixo e outros materiais, e foi lançada para retornar à Terra.

Todas as manobras foram perfeitas, os propulsores não deram nenhum problema e às 9:35, Horário do Pacífico, caiu com estilo pousou na costa da Califórnia, onde foi recolhida por um navio de apoio e já está a caminho do porto.

As coisas estão indo bem pra SpaceX, inclusive com o desenvolvimento do Falcon Heavy, que quando completo será o foguete mais poderoso desde o Saturno V, capaz de colocar 53 toneladas (o dobro da capacidade do Space Shuttle) em órbita baixa ou 12 toneladas em órbita geoestacionária. Se necessário o Falcon Heavy pode lançar 14 toneladas em órbita de transferência para Marte.

falconheavy

O estágio inicial do Falcon Heavy é composto de nada menos que 27 motores Merlin 1D, empurrando o monstro de 69 metros em direção ao espaço. O Merlin 1D aliás acabou de ser homologado, Um dos testes envolveu a plataforma Grasshopper, um foguete de decolagem (e pouso) vertical propelido por UM motor Merlin 1D.

O gafanhoto não tem nada de pequeno, são 32 metros de comprimento. Veja o teste de vôo, depois repare no manequim do caubói, de 2m de altura. De novo, UM motor. Imagine 27.

Relacionados: , , ,

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e promover seus últimos best-sellers O Buraco da Beatriz e Calcinhas no Espaço.

Compartilhar
  • SpaceX, um abraço. Continuem com o excelente trabalho!

  • Daniel Moraes

    impressionante o teste do motor!

  • O Falcon Heavy vai ser épico! A unica coisa que me dá medo é o numero de motores. O soviético N1 tinha 33 e todos os 4 testes tiveram problemas no primeiro estágio. A chance de dar errado é muito maior. Mas o Falcon 9 já teve um problema de motor e se saiu bem. Vamos ver no que vai dar, espero ansiosamente!!!

    • É preciso acreditar nos testes, a engenharia evoluiu muito desde o Saturn V, o teste está ai para mostrar que sim, funciona. Claro que não dá pra ser otimista extremo e achar que nunca haverá um problema, vimos exatamente isso com a Dragon recentemente e também vimos que essa engenharia aprimorada salvou o dia lindamente.

    • Mas o cara que era o gênio do programa espacial soviético morreu e foi substituído por um bêbado incompetente.

  • A trilha sonora do vídeo encaixou direitinho hahahaha!

    • Depois que a filha do Johnny Cash proibiu uma propaganda de um remédio para hemorróida com essa música de ir ao ar, nada mais tem graça…
      Mas realmente foi uma boa escolha.

  • Se um motor já é problema, imagina 27! Mas eu torço muito pelo sucesso da SpaceX com esse monstro chamado Falcon Heavy! Vai ser muuuuuuuuito massa ver esse bicho decolar e funcionar tudo 100%

  • Barbudolda

    Deviam re-batizar a SpaceX para Starfleet… se existir uma sera 100% credito dos caras!!

  • Eduardo Tenório
  • bruno.ligiero

    Cara, EU AMO A CIÊNCIA!!! Sou formado em Gestão de TI, mas admito que quando se trata de engenharia… Não tem pra estes caras! (acho que estou jogando Dead Space demais…)

  • Luiz Felipe

    Agora podem falar bem do linux. Se bem que foram os engenheiros que conectaram tudo da forma certa.

  • 27 motores? A SpaceX joga Kerbal?

  • Fiquei mais impressionado foi com a estabilidade que UM motor teve com o protótipo. Bataria uma leve inclinação para o lado para virar um míssil descontrolado. Incrível 🙂

    • José Luis Junior Segatto

      De fato o controle é lindo! Pelo que sei a atuação é feita pela movimentação da tubeira. A entrada é uma IMUs (giroscópio, acelerometro, …). Acredito que atuar em vários vetores (varios motores) seja um pouco mais complicado do que em um só.

    • André Rocha

      Caramba! impressionante mesmo!

  • Well Dias

    PQP!! Como é? O bicho ficou suspenso por alguns segundos? Estável no ar como um beija flor de fogo?! Porra, isso é lindo!

    • É cara, a matemática é uma coisa linda! Ainda mais os cálculos necessários quando se fala em foguetes. deve ser uma conta linda os cálculos que preveem o empuxo necessário para anular a gravidade, e ficar flutuando no ar como vc bem disse. deve haver milhares de variáveis complexas pra fazer isso, realmente muito incrível.

      • Subir é o de menos, mais incrível é a estabilidade dele ficar suspenso no ar com apenas UM motor (que está EMBAIXO). Qualquer ventinho lá na ponta do modelo já serviria para tombá-lo e mandar tudo para as cucuias, então deve rolar um cálculo feroz de redirecionamento no jato para mantê-lo praticamente imóvel, mesmo com isso 😀

        • José Luis Junior Segatto

          Chama-se problema do pendulo invertido. bastante conhecido nas aulas de controle e automação.

  • O Nazista Von Braun era foda, não tem como negar. Projetar o Saturno V como o mais potente foguete já construído, e ficar na primeira posição por mais de 40 anos não é pra qualquer um. Aliás sou fã do Saturno V. Na net vende uma réplica de 2m, mas custa um rim, o olho esquerdo e um bago.

  • Se conseguirem sincronizar 27 motores o céu é o limite (ou não).

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Walmart, Cupom de desconto Ricardo Eletro, Cupom de desconto Extra, Cupom de desconto Adidas, Cupom de desconto Submarino, Cupom de desconto Americanas, Cupom de desconto Casas Bahia