Impressora Laser: qual delas?

Ontem, me pediram que indicasse uma impressora laser. A idéia é que sirva para um pequeno escritório, com 4 usuários e, no máximo, 5 mil impressões mensais.

Como muitas micro-empresas se encaixam nesse perfil, resolvi contar como foi o “processo de escolha” aqui no Meio Bit. Peguem os amendoins e se divirtam.

As Concorrentes

O mercado é cheio de opções, mas algumas são voltadas ao usuário doméstico e “disfarçadas” como soluções para pequenos escritórios. Por isso, é sempre bom verificar o volume mensal de impressão. Cheguei a ver impressoras com o valor “recomendado” chegando a 50% do anunciado.

Outra coisa importante que deve ser levada em conta, é o preço dos “consumíveis” ( toner e o sistema de impressão ). Parece algo lógico, mas muita gente simplesmente coloca na cabeça que “impressão laser é muito mais barata que jato-de-tinta” e se esquece de verificar o custo por página… comparando o custo dos “toners” e dos cilindros de impressão ( ou equivalentes ), nota-se uma variação enorme, que pode pesar no bolso mais tarde.

Da HP, selecionei duas: a Laserjet 1020 e a 1022n. A primeira, foi a HP mais barata que consegui encontrar que atendesse ao volume mensal necessário.

HPLaserJet1020.JPG

Custando R$ 549,00, tem resolução de 600×600 dpi ( pontos por polegada ) e imprime 14 páginas por minuto ( 10s para a primeira ), no formato A4 e tem um ciclo mensal de 5000 impressões. Sua bandeja comporta 150 páginas, o que pode ser pouco, para quatro usuários.

O toner custa R$ 221,00 e dá conta de 2000 impressões. Esse número é uma estimativa supervalorizada pela fabricante, pois considera uma área de cobertura de apenas 5% da página. Mas, como todas seguem esse padrão, ao menos podemos usar para comparação. Infelizmente, não consegui informações sobre a durabilidade do sistema de impressão.HPLaserJet1022n.gif

Já a Laserjet 1022n vem com capacidade Ethernet embutida ( daí o “n”, de “network” ). Custa R$ 999,00, tem resolução de 1200 x 1200 dpi e imprime 18 páginas por minuto. A bandeja comporta 250 folhas, que é um número mais adequado para nosso grupo de 4 usários.

O toner sai pelo mesmo valor da 1020: R$ 221,00 e imprime as mesmas 2000 folhas, mas o ciclo mensal é maior: 8000 impressões.Lexmark_E120.gif

Da Lexmark, selecionei as E120 e E120n. A diferença entre elas fica por conta da rede Ethernet desta última. Ambas têm a mesma resolução ( 600 x 600 dpi ), velocidade de impressão ( 20 páginas por minuto, demorando 8s para a primeira página ), bandeja com capacidade para 150 folhas e vida útil do sistema de impressão de 25000 páginas. A diferença fica por conta do volume mensal ( 10000 no modelo com rede, contra 8000 no mais simples ) e no preço: o modelo com Ethernet sai por R$ 499,00. Cem Reais a mais que sua irmã mais simples.

O toner de ambas custa R$ 199,00 e dura 2000 páginas.

OkidataB4100.GIFA Okidata tem dois modelos bem interessantes. O primeiro é a B4100, que, por R$ 663,00, imprime 19 páginas por minuto ( 6s para a primeira ) e tem resolução máxima de 1200 x 600 dpi. A bandeja comporta 250 folhas e o ciclo mensal é de 15000 impressões. A vida útil do cilindro de impressão é de 25000 páginas.

O toner custa R$ 191,25 e dura 3000 páginas.OkidataB4400n.jpg

Já o modelo B4400n tem Ethernet embutida e sai por R$ 1.399,00. A resolução chega a 2400 x 600 dpi e a velocidade de impressão é de 27 páginas por minuto ( 5s para a primeira ). A bandeja tem a mesma capacidade, 250 folhas, mas o ciclo mensal é de 40000 páginas. Infelizmente, não consegui achar o custo do toner.SamsungML1610.jpg

Para finalizar, um modelo da Samsung: a ML1610. Por R$ 299,00, ela entrega 16 páginas por minuto ( 10s para a primeira ), tem resolução de 600 x 600 dpi e uma bandeja de 150 folhas. O ciclo mensal é de 5000 impressões mas, em compensação, seu sistema dura 50000 páginas.

O toner custa R$ 239,00 e dura 2000 páginas.

A Comparação

Para comparar, fiz uma tabela ponderada, da seguinte forma:

1) O custo do toner, dividido pela sua vida útil. Quanto menor, melhor. Peso 8.

2) A vida útil do cilindro de impressão, ou equivalente. Quanto maior, melhor. Peso 7.

3) Ciclo mensal de impressão. Quanto maior, melhor. Peso 6.

4) Capacidade da bandeja. Quanto maior, melhor. Peso 5.

5) Velocidade da impressão. Quanto maior, melhor. Peso 4.

6) Resolução. Quanto maior, melhor. Peso 3.

7) Garantia. Quanto maior, melhor. Peso 2. No final, poderia ter tirado, já que todos os modelos apresentam garantia de 1 ano.

8) Preço. Quanto menor, melhor. Peso 1. O peso baixo se explica porque é um custo diluído pela vida útil da impressora.

Neste sistema, a pior colocação ficou com a HP Laserjet 1020 e a melhor colocada foi a Okidata B4100. Com um custo de 6,375 centavos por página impressa e um ciclo mensal de 15000 páginas, foi imbatível, considerando os modelos sem rede Ethernet.

Na comparação dos modelos com rede, a Lexmark E120n perdeu feio para HP Laserjet 1022n. Infelizmente, foi impossível achar o toner da Okidata B4400n, o que a desclassificou. Vejam a tabela completa abaixo:

tabela_impressoras.png

A Conclusão

Portanto, nessa pequena “disputa”, o modelo B4100 da Okidata foi o melhor colocado. Essa é a “Escolha do Meio Bit”, parodiando aquela famosa revista…

Autor: Marcellus Pereira

Compartilhar
  • marsjomm

    Vejam um comentário que eu encontrei no buscapé, postado por um usuário do modelo escolhido:

    http://parceiro.buscape.com.br/avaliacao–19131–impressora-okidata-b4100-laser.html

    • Marcellus Pereira

      Curioso… eu tenho exatamente esse modelo. Já foram mais de três anos e ainda não precisei trocar o “drum”.

      O que acontece é que dá pra resetar o contador… 😉

  • Mário RPG

    O Ministério da Saúde adverte: Impressora lazer causa câncer, impotência sexual, etc.

    http://brilvio.blogspot.com/2007/08/impressoras-laser-prejudicam-sade.html
    ___________________________
    Para Fabiane Lima:

    “Me odei , me defame , me humilhe….mas nunca esqueça que um dia eu amei voce”

  • No trabalho eu uso essa Samsung ML. Ela é maravilhosa, o papel não enrosca, a impressão sai perfeita, fácil configuração, e me espentou ver que o preço não é tão caro.

    Eu já tive experiência com uma LexMark E322, que se mostrou uma impressora muito ruim, incompátivel para um volume médio de impressões.

  • rodrigoneves

    Tenho vontade de comprar uma laser, mas nunca tive muito saco pra procurar saber sobre os modelos. Pra isso existem as publicações.

    Sou muito grato à você, Marcellus. Poupou um trabalho. 😀

  • Eu fiquei anos sem impressora, mas agora comprei a Lexmark, a e120 (sem o N, não vou pagar R$100 pra trocar o cabo de cinza pra azul).

    Estou MUITO satisfeito com ela. Não só é estupidamente rápida como funciona redondinho com o Vista.

    http://www.contraditorium.com

  • Para compartilhar entre 4 ou 5 usuários tendo alguém pra verificar o painel de configuração sempre que uma luz acende do nada a sem rede vai bem, agora tente usar a mesma impressora com 15 ou mais usuários, com uma fila enorme de impressões, cada um achando uma coisa. Não dá mesmo.

    Com relação aos toners sempre tem uma solução “alternativa” que sai um pouco mais barato mas perde na qualidade e na quantidade. Vale a pena estudar todas as opções.

  • fmpfmp

    Bom, esse teste não leva em consideração a fama da marca. Eu nunca compraria outra impressora Lexmark, pois já tive péssimas experiências com elas. Esta tal de Okidata, nunca ouvi falar. Vai que depois de um ano a impressora comece a dar problema, aí o tiro acaba saindo pela culatra.

  • Trap

    Cara, para quem quer algo acima do básico é interessante considerar a HP 1320 ou a 2015 que a substituiu, elas ficam na faixa dos R$ 700,00 reais, velocidade de impressao de 27 ppm, ciclo mensal de 15000 e capacidade de folhas de 300 a 550 e resolução de 1200×1200.
    Adquiri uma 1320 e imprimo em média de 2800 a 3000 páginas com o toner (recarregado), e sempre que troco faço a média através da página de teste, o custo da pagina impressa está saindo em média a 4 centavos.
    Resumindo, rápida e econômica.

    • Lara Reis

      Olá, sou leiga em relação a laser preciso de mais informação, pelo que entendi a imp.a laser depois de uma certa qt de copias ela para de funcionar, e como faser depois, tenho uma jato de tinta Epson Stilus cx 5900, mas esta dando muito trabalho, poderia alguem me ajudar.

  • Harlley Sathler

    Trabalhei por algum tempo com venda desse tipo de equipamento em uma empresa em BH. Na empresa também prestávamos assistência (era inclusive autorizada HP).

    Bom, o que eu posso dizer sobre a análise é que, na minha opinião, faltou um ponto importante: O custo de manutenção.

    A HP é uma das marcas com custo de consumível mais alto do mercado.
    A Lexmark tem o custo de manutenção mais desfavorável.
    A Okidata eu não posso falar muita coisa, porque nunca passou nenhuma por lá, que eu me lembre.

    Bom , mas fica aí minha opinião; Acho que o custo de manutenção das máquinas tem que ser levado em conta.

  • Valtoir

    Há alguns anos comprei algumas impressoras Okidata (não lembro o modelo) para a prefeitura em que trabalho. Acho que foram entre 6 e 8 impressoras que haviam sido muito bem recomendadas pelas “revistas especializadas”. Falavam de uma tecnologia nova, **acho** que se chamava OLE, criada pela Okipage.

    Lembro que os cartuchos até eram baratos, tipo 50% do custo do cartucho das HP1300, mas com 2.000 páginas impressas o bicho exigia a troca do fusor (que era separado do cartucho de toner) e o preço do troço era proibitivo, isso quando alguém tinha prá vender. Além disso, a qualidade de impressão era bem inferior a qualquer HP que já testei, e a compra de toner também era difícil. Resultado: com pouco mais de um ano de uso todas as impressoras adquiridas estavam separadas para serem enviadas a leilão. Foi a pior compra de produto tecnológico que fiz em minha vida, apesar de pesquisar bastante na hora de especificar as exigências para a compra.

    Eu ficaria entre HP e Samsung. A Samsung é mais “nova” no mercado nacional, compramos algumas que não apresentaram problemas, mas tem pouco tempo de uso. O custo de consumíveis da Samsung normalmente é inferior às HP, mas cada caso é um caso. Como disse o Harlley é preciso pesquisar custo médio de manutenção e a disponibilidade dela (mão-de-obra e peças) e dos consumíveis na região em que vai ser usada. Peças para impressoras HP são fáceis de encontrar, ao menos no RS.

  • Valtoir

    A melhor laser é uma jato-de-tinta?

    http://h20370.www2.hp.com/catalogo/br/cij_h/sp/c9277a.html

    Essa é a HP Officejet Pro K5400dtn. Não conheço esse modelo, só a K550Pro, que foi substituída por essa, mas a primeira vista não vi a diferença entre elas. Na verdade são dois “modelos”, a K5400 e a K5400dtn. A primeira custa a partir de R$ 499,00, e a segunda a partir de R$940,50, segundo o buscapé. A segunda vem com bandeja adicional de 250 folhas, unidade duplex e ethernet, além da conexão usb. **Parece-me** que há um outro modelo, que também tem wi-fi.

    Os cartuchos são independentes, ciano, magenta, amarelo e preto, então não há desperdício de tinta. Prá ter uma idéia, o cartucho preto com 94,5ml custa mais ou menos R$ 90,00, segundo o buscapé. O datasheet diz que é o suficiente prá imprimir 2.450 páginas (não especifica o percentual de cobertura), o que dá R$ 0,0367 por página. Ainda segundo o datasheet, até 25% mais econômica que impressoras laser monocromáticas pessoais.

    E não é só apenas isso 🙂

    Ciclo de impressão de até 7.500 páginas/mês, velocidade de até 36 ppm em modo rascunho e baixo consumo de energia (28W) se comparada a uma laser.

    Não pesquisei o custo dos cartuchos coloridos, nem das cabeças de impressão que vêm separadas. Mas para um pequeno escritório que necessite tanto impressão em tons de cinza quanto colorida, **talvez** seja a melhor opção. Outra coisa legal é que o modelo DTN tem interface para gerenciamento web.

    E não, não estou sendo pago prá escrever isso :(. É que lembrei que todas as vezes que precisei especificar impressoras para compra, tive que percorrer um calvário.

  • Juliano magalhães

    Estou querendo comprar a Okidata , mas verifiquei diversas informações negativas a respeito da máquina, mas olhando esse comparativo me deu novo ânimo a comprá-la , o que fazer nessa situação, por favor preciso de uma ajuda, estou precisando de uma máquina urgente.

    • Valtoir

      Leste meu post acima? Como disse, **eu** ficaria entre Samsung e HP. Não tome isso como sugestão, mas após as experiências que tive com OKIs, não invisto dinheiro nelas. Talvez esteja equivocado, mas as marcas de impressoras que citei como minha opção de compra **ainda** não me decepcionaram.

      Boa sorte 🙂

  • Trabalhei algum tempo na Europa, apesar de não gostar de impressoras (na realidade eu as odeio), acabava vendendo também, pois chegava em um cliente e via o estado crítico e começava ao papo do “já pensou em comprar uma impressora laser”.
    Sendo assim tive várias experiências e em 10 anos de informática posso dizer algo sobre…
    Lexmark, corra… É barata sim, mas tem consumíveis caros, manunteção alta.. Garantia complicada… sem mais comentários..
    Samsung, não sei dizer pois não vendia muito…
    HP e Oki (okidata), tem travado uma grande batalha por aqueles lados, sinceramente, na parte de cor, a Oki arrebenta a HP, qualidade, preço, consumiveis, tudo…
    Sem falar que, na parte de cor, as HP tem o toner e mais nada.
    Nas OKI vc tem, toner, drum, fuser e belt.
    Toner é o toner e ponto final 🙂
    Drum, podemos, grosseiramente, dizer que é onde o módulo do toner se encaixa, e onde tem o rolo que vai permitir a impressão.
    Fuser, o que aquece o toner, seria o fixador.
    Belt, onde as cabeças de impressão “desenham” a imagem.
    E o melhor de tudo, tudo isso são CONSUMIVEIS… Mas por que isso é melhor?
    Pense no seguinte, mesmo as HPs tem Fuser, então a vida útil seria, 30 mil impressões, isso chega ao fim e ai? Sua impressora tem q ir para uma assistencia técnica ter o Fuser trocado, mas OKi, vc compra o fuser e muda, fácil.

    Voltando ao artigo, o que posso dizer da linha B4xxx da Oki… Para uma empresa pequena, poucas impressoes (2 a 3 mil por mes), 2 ou 3 usuarios, atende muito bem e, por experiência própria, dura 2 ou 3 anos na certa (sempre consumiveis originais).

    As HPs são robustas sim, um modelo similar deve durar 3 ou 4 anos, mas o consumivel é mais caro, a impressora é mais cara.

    Minha opinião, se tem o orçamento pequeno para isso, compre a OKI B4100. Se tiver um pouco mais, prefira a gama B6xxx, ou ainda salte para a cor, na linha C5xxx (nunca a gama C3xxx, essas sim sao um monstro de comer toner).

    HP? Multifuncionais… Quer uma multifuncional completa? Aí sim, prefira HP, batem de mil a zero nas OKIs.

    Emerson Machado
    http://esnotec.blogspot.com

  • quem quiser ver um comparativo das impressoras laser hp pode ver no site http://www.imprimindo.com.br/hplaser.htm

    Quem quiser é só entrar em contato

    Obrigado

  • Moisés Rodrigues

    só que vc esqueceu q oki vc tera q comprar outro cilindro que custa em media 250
    e q em todas elas vc não vai ficar 24hr imprimindo
    e tbm não parou para pensar em custo de recarga o q sairia bem mais em conta
    bom na minha opinião quaquer uma das hp são melhores q as outras um cartucho q2612A a recarga sai em media R$50.00 porq não tem chip e o cilindro é no cartucho ao contrario das outras a unica manutenção q vc vai ter em uma hp é na troca de película q hoje vc acha até por R$10.00