Haters Gonna Love

haters

Talvez o maior efeito colateral da Internet tenha sido agir como catalizadora do negativismo. Na época em que as coisas demandavam tempo e dedicação, as pessoas se dedicavam ao que gostavam. Um fã-clube se reunia para conversar sobre o ídolo, o programa, a banda. Tínhamos uma experiência coletiva entre amigos, gente com interesse em comum.

Hoje como a interação ficou trivial, as pessoas buscam outra forma de se destacar, e aí surgiu o ódio. Ao invés de discutir sobre o ídolo, formam patrulhar raivosas que vagam pela Internet procurando a menor menção minimamente negativo ao ídolo, atacando de forma raivosa. Isso não tem limite, fui ameaçado de processo por uma guria de uns 12 anos no máximo, por ter feito uma piada com o Bob Esponja. Fãs de Justin Bieber e cantoras nordestinas em geral comumente ameaçam de morte que menciona as ditas-cujas.

 

O Orkut era infestado de comunidades de ódio, abrangendo todas as etnias, grupos sociais e bandas de pagode existentes, e deu no que deu. O Facebook também tem suas “cumunidades” mas o ódio consegue ser menos disseminado, por culpa do viés positivo do Like. Você pode curtir algo, mas se não gostar ou deixa um comentário ou faz como na vida real: Vira as coisas e vai embora.

Usuários vivem pedido um botão Dislike, mas é algo que jamais será implementado. Só servirá para disseminar ódio, não há nenhum ganho social em patrulhar páginas alheias, marcando dislike só por implicância.

Então, como ficam os que querem exercer o ódio?
Seus problemas acabaram, surgiu a Hater, uma App de iPhone criada para você interagir com seus amigos (hater tem amigos?) e compartilhar tudo que não gosta.

IMG_3210

Como todo hater é covarde, você pode, além da sua conta, criar um alter-ego, uma segunda camada de anonimato da qual poderá destilar seu ódio sem que corra o risco de ter sua patética existência ameaçada:

IMG_3208

Como podem ver eu inteligentemente usei o mesmo nome no perfil e no alter ego.

É possível marcar e odiar lugares via geolocalização, listar as coisas odiadas mais populares, compartilhar seu ódio no Twitter e Facebook e montar toda uma rede antissocial de ódio. Para quem não quer fazer nada produtivo na vida, é perfeito.

Pior: Há quem ache o máximo, vide o comentário: “Idéia genial mas app muito cheio de bugs ainda”. Meus parabéns aos desenvolvedores, conseguiram começar bem, já fazendo a própria app ser odiada.

Onde e Quanto:

De graça (ódio gratuito é sempre melhor) na App Store.

  • Tejobr

    “… a própria app ser odiada”.

    Odeio você por esses comentários inteligentemente odiosos. kkkkkkk

  • http://www.facebook.com/people/João-Rodrigues/100000816185189 João Rodrigues

    Não sei onde essa galera consegue arranjar tanto tempo livre pra fazer tantas coisas idiotas(me refiro aos haters).

  • http://www.facebook.com/rossieric Eric Rossi

    Se pegar, pode virar um “reclame aqui” misturado com “instagram”.
    Tirando a onda de “#odeio a maior celebridade
    de todos os tempos da ultima semana”, se o pessoal usar para reclamar de
    serviços e etc, pode virar uma arma para mídias sociais.

  • http://www.facebook.com/luctimm Lucas Timm

    Ninguém melhor que um hater profissional pra falar de uma hater app :)

  • Gharcia

    Eu vi a isca.
    Vim aqui só pra ver se alguém iria falar dos erros. :- odeio hater lerdos

  • http://wardzdesouzatv.wordpress.com/ Ward´z de souzA

    Quando a gente acha que já viu de tudo nas interwebs. HAHAHAHAHAHA

  • Márcio Melo

    Odeio essa app mesmo sem nunca ter usado. Não vi e não gostei hehehehe

  • André K

    Odiei essa App! Aliás, porquê não, odiei essa matéria!

    _____
    42

  • http://twitter.com/jorgedondeo Jorge Dondeo

    Tem um problema ai, as pessoas dão muito mais atenção aos haters do que aos outros, eu cando de ver pessoas fazendo comentários inteligente e positivos e ninguém nem da bola, mas quando vem um reclamar ou encher o saco, pronto! Todo mundo da atenção, inclusive o blogueiro, jornalista, podcaster etc…

    • Marcoscs

      em parte por causa do politicamente correto. Opiniões positivas acabam se confundindo com opiniões vazias e demagógicas.
      O ‘haterismo’ em alguns casos pode ser até entendido como uma resposta oposta ao politicamente correto.
      Mas na maioria das vezes é vazio também.

      • http://twitter.com/Darkus Darkus

        Mas é altamente divertido se fazer de hater, principalmente quando você está fazendo isso de pura trolagem.

  • http://www.facebook.com/BernardoMuller Bernardo Marquardt Müller

    Odiei o APP: não tem para android.

    • http://twitter.com/joukim Joaquim Uchôa

      2 (x)

  • Brian Carvalho

    bugadissimo. erro com login. erro para verificar contatos. erros para publicar.
    haters gonna se foder com esse app.

  • aurelio gorri

    Comentários de videos do youtube: o centro de encontro dos raivosos. kkk

  • http://blog-do-lucho.blogspot.com/ Lucho

    O pior é que esse texto me fez lembrar de um site que existia na época em que eu comecei a usar a Internet, durante a era pré-cambriana. O site se chamava Xingue.com. Advinhe para o que ele servia?