Meio Bit Presents… Runner 2 Future Legend of Rhythm Alien Review

Bit.Trip Runner 2

Esse final de geração está estranhamente sensacional, com lançamentos como FarCry 3, Gears of War, o novo Tomb Raider e outros blockbusters de peso. São todos jogos incríveis, com história densa e interessante e com uma jogabilidade sensacional (estou chutando pelo histórico do Gears, OK?!).

Só que, às vezes, você só quer jogar algo pra distrair a cabeça, sem aquele compromisso de prestar atenção na história para não perder nenhum detalhe do enredo, algo despretensioso mesmo. E é aí que entra o Bit.Trip Runner 2!

Today’s thrilling review is brought to you in part by…

Chettys Chicken Bacon

Better than the original

Originalmente um jogo da série Bit.Trip, Runner 2 despontou como um jogo individual por ter se destacado mais dentre todos os outros. O jogo é uma espécie de plataformer onde você deve desviar de obstáculos, coletar barras de ouro (que valem mais do que dinheiro) e outros itens na fase com o objetivo puro e simples de humilhar seus amigos com pontuações inferiores à sua.

O jogo é dividido em 5 mundos com várias fases onde você deve simplesmente chegar no final de cada uma para avançar para a próxima. Antes de entrar em cada nível, você pode escolher em qual dificuldade quer jogá-lo e, por mais que você escolha o easy, basta chegar ao final da fase para destravar a próxima.

Como disse anteriormente, a jogabilidade consiste em desviar de obstáculos para chegar ao final da fase. Você faz isso pulando, deslizando e chutando cada tipo de obstáculo. O interessante é que essa mecânica é incrementada de tempos em tempos, com jogo apresentando uma nova habilidade para o personagem, que vai se acumulando.

Tudo isso junto torna o jogo muito desafiador quando se joga no hard. Entretanto, apesar de você se irritar e querer jogar o controle longe algumas vezes, a sensação de “eu sou incrível” a cada fase superada é muito boa.

O que esperar de desafios no jogo?

Bit.Trip Runner 2

O modo easy é extremamente simples, o modo normal é desafiador mas é no modo hard que a coisa fica interessante. Apesar de seu único objetivo ser passar da fase, você pode tentar coletar as barrinhas de ouro e + espalhados ao longo de cada nível. Caso você colete todos, o jogo oferece um bônus onde você deve atirar o CommanderVideo num alvo gigante. Se você coletar todos os itens, o jogo te premia com um status Perfect. Acerte o alvo no centro e ganhe um Perfect+.

No início de cada fase, é exibido um ranking com a pontuação que seus amigos fizeram nela. Um detalhe interessante, entretanto, é que a pontuação não difere com o nível de dificuldade. Você ganha pontos ao coletar um item ou pular um obstáculo e essa pontuação aumenta de acordo com o nível em que você está jogando. Assim, se você quer subjulgar seus amigos, jogue sempre no hard. Outra coisa legal é que algumas fases oferecem caminhos alternativos sendo uns mais fáceis e outros com maior dificuldade (te dando, naturalmente, mais pontos no final).

Se você é um achievement bitch como eu, saiba que alguns vão demandar um bom tempo de jogo. Um dos elementos do jogo é que você pode completar a mesma fase nos três níveis de dificuldade disponíveis. Assim, um dos achievements é completar TODAS AS FASES com Triple Perfect+. Considerando que são 100 fases no jogo, calcule o tempo necessário =).

Detalhes legais que não tem nada a ver com a jogabilidade

Bit.Trip Runner 2

Primeira coisa legal desse jogo: ele é colorido. O visual é muito cartunesco e está bem mais alegre em relação a seu antecessor. Outra coisa é que você pode escolher outros personagens além do principal CommanderVideo para jogar, cada um com um visual e movimentação únicas.

Você também pode encontrar nas fases cartuchos antigos que te transportam para uma versão com visual retrô de Runner 2. Não adiciona muita coisa no jogo mas é um easter egg legalzinho.

E então, jogo ou não jogo?

Resumindo tudo, Runner 2 foi uma boa surpresa dentre os jogos Arcade lançados nesses últimos meses. Joguei a demo e me apaixonei pelo jogo. Se você gosta de jogos de plataforma nesse estilo e quer algo descompromissado, recomendo bastante.

Se você não tem certeza, baixe a demo e jogue a primeira fase. Se curtir, compre!

Bit.Trip Presents… Runner 2 Future Legend of Rhythm Alien está disponível na XBox Live, PSN, Steam, Wii U e PS Vita (em breve).

Relacionados: , , , , , , , , ,

Autor: Rodmalkav

Compartilhar
  • http://www.renatalopez.com/ Renata

    Não sei como é esse novo, mas posso dizer que Bit.Trip Runner é um dos jogos mais difíceis (e frustrantes) que eu já joguei. Não por ser ruim, mas por fazer com que você queira quebrar tudo na sua frente quando perde – afinal, quando você erra, volta pro início da fase. E não tem chororô. Aceite e recomece tudo de novo, dessa vez prestando mais atenção.
    Sério. em alguns momentos dá vontade de chorar.
    Além disso, uma das coisas mais bacanas do Bit.Trip Runner é a ligação que eles fizeram com a interação dos elementos do jogo e a evolução da música da fase: Barras de ouro, quando alcançadas, dão as notas à melodia. Pulos, bloqueios, deslizes… Tudo ajuda no arranjo, enquanto que os “+”, a medida que são capturados, tornam a música mais rica.
    Runner 2 segue essa ideia?

    Ainda não sei se tenho coragem pra pegar o Bit.Trip Runner 2. Se for tão difícil quando o 1, vai me deixar querendo assassinar o Game Designer.

    • rodmalkav

      Tem essa pegada na música sim. Tudo isso continua presente no jogo e é muito bem colocado.

      O lance de acertar um obstáculo e voltar para o início também continua, acho que é uma marca da série. Não joguei o primeiro pra saber, mas existe um checkpoint no meio de cada fase que você pode pular para aumentar a pontuação ou acertá-lo e voltar daquele ponto se “morrer”.

      O jogo é difícil mas, como falei, se você consegue chegar ao final a sensação é incrível mas jogue a demo pra sentir o jogo. Li alguns reviews comparando o primeiro com o segundo e pelo visto melhoraram muitas coisas, principalmente com relação à jogabilidade.

      • http://www.renatalopez.com/ Renata

        Que bom que colocaram um checkpoint no meio da fase. Isso vai evitar muitos teclados quebrados. 😛 No primeiro não tinha isso. Inclusive vi um vídeo onde falam que o que os fãs mais pediram pro Runner 2 era justamente esse checkpoint.

        De cara, a maior diferença que dá pra notar é no que diz respeito à arte. No primeiro Runner os cenários já davam meio que uma idéia de profundidade, mas a arte em si era chapada, bem 8-bits mesmo. Nesse segundo dá pra ver que as plataformas e o próprio boneco foram modelados em 3D, o que dá outra cara ao jogo. Muito bacana mesmo.

        • http://www.facebook.com/people/André-Francisco/100000838183590 André Francisco

          Os gamers hoje são cada dia mais moles… A geração de Alex Kidd, Mário e Sonic não tinha essa mamata não! :)

  • http://twitter.com/piRaoQuadrado Pierre ao quadrado

    Poxa, não tem pra 3DS?

    Bit.trip é muito mais divertido num portátil.

  • Ricardo

    Essa demo que você comentou é para PC? Onde eu baixo?

    Queria testar antes de comprar no steam mas não consigo achar.

    • http://twitter.com/onilira Vinicius Lira

      Gostaria de saber também. Cacei aqui na internets e não achei

      • rodmalkav

        Citei a demo na Live e PSN. Fui conferir agora e vi que a Steam não tem a demo do jogo =(