Ciência
Ciência
Digital Drops Blog de Brinquedo

Uma escultura cinética que não se move, e é genial

Por em 10 de março de 2013
emCiência Hardware relacionados    
Mais textos de:

Site | Twitter
  • http://www.facebook.com/tchiaveri Tiago Chiaveri

    Eu não entendo muito de matemática, mas acredito que a redução total
    seja de (1/50)^12 [elevado a 12]. E considerando que parte da energia mecânica é convertida em calor, talvez o tempo seja bem maior que o estipulado. Mas de qqr forma, uma bela matéria!

  • Eduardo Tenório

    Meio inútil. O objetivo é apenas mostrar o poder da matemática?

    • Luiz Felipe

      Mostrar que engenharia, matematica tambem dao arte. Claro que toda arte eh inutel, pode ir la queimar a monalisa.

      • Eduardo Tenório

        Não falei que “toda arte é inútil”. Se você viu isso no meu comentário então está na hora de começar a tomar seu remédio.

        • Eduardo Tenório

          Para ficar mais entendível:

          Não disse que o post em si é inútil, nem que a “arte” é inútil. Apenas disse que a construção é inútil. Isso não tira a beleza da matemática envolvida no processo. Apenas que é algo inútil.

          • André Luis Pereira dos Santos

            E seu comentário foi inútil também

          • http://contraditorium.com Carlos Cardoso

            Joguemos fora a Mona Lisa então,,,

          • http://twitter.com/carloscruzphoto Carlos Cruz

            Da pra fazer o favor de deixar a Mona Lisa quieta la no corredorzão dela, pô…

        • Luiz Felipe

          Claro que voce nao falou que toda arte eh inutel, eu disse isso, a nao ser que ambos estamos doidos ao mesmo tempo.

    • Guest

      Comentários desnecessários: você vê por aqui.

      • Eduardo Tenório

        Nossa, por isso que muita gente reclama dos comentários no meiobit. Se você não concordar em uma vírgula, tem sempre uma cardozete* de plantão.

        *Não é uma crítica em relação ao Cardoso, cujos textos são ótimos. Mas tem gente aqui que endeusa o cara a ponto de aplaudir até quando ele vai ao banheiro.
        Vamos ter personalidade pessoal. Pode ser?

      • Luiz Felipe

        Ganha pontuacao, nao ganha? Eh o habito, tudo pelo XP.

  • Luiz Felipe

    Coincidencia, li isso ontem no hackaday. Engrenagens sao como trens, pelo menos no brazil, se tem a impressao que sao coisas antigas.

  • http://www.facebook.com/vamosnelson.anchieta Vamos Nelson Anchieta

    A relação final é de (1/50)¹² ou 0,000000000000000000004096. Faltou o “elevado” ou ^. O torque do outro lado deve ser monstruoso.

    • http://meiobit.com/author/max_laguna Emanuel Laguna

      Já foi corrigido. ;)

  • http://www.facebook.com/cacio.frigerio Cacio Frigerio

    Sensacional!

  • http://fellipec.com Luiz Fellipe Carneiro

    Agora alguém faça algum instrumento preciso o suficiente para medir a velocidade em que a última engrenagem está se movendo! :)

  • http://twitter.com/TaylerPadilha Tayler Padilha

    Caixa de câmbio mandou um abraço.

    • http://www.facebook.com/people/Wagner-Felix/661933705 Wagner Felix

      As mais modernas são com cintas em cones :P, estão aos poucos(bem poucos) eliminando as engrenagens :P

      • José Luis Junior Segatto

        Caso do famoso cambio CVT.

  • Victor Campos

    Boa ideia mas péssima execução. Impressionaria mais se a primeira engrenagem girasse mais rápido, se a redução entre as engrenagens fosse maior e se fosse projetado para girar 45 graus, ou o suficiente para quebrar o mais duro material possível, a cada 50 anos.

    Com certeza essa arte, após minhas sugestões, incentivaria muitas celebridades internacionais a viver mais de 50 anos, passando inclusive pela difícil barreira dos 33.

    Na verdade eu quero ver o resultado final logo e de preferência sem catarata. Então se projetarem para quebrar daqui a 40 anos ou menos eu agradeceria =)
    E quem responder meu comentário é viado.

    • http://twitter.com/jaisoncarvalho Jaison

      Pau no c# do first

  • http://twitter.com/douglasbrasil Douglas

    Porque só a primeira engrenagem se mexe? as outras não deveriam ir girando cada vez mais devagar?

    • http://www.facebook.com/cacio.frigerio Cacio Frigerio

      O vídeo é bem curto.. mas a segunda engrenagem já gira…

    • http://nada-aqui.posterous.com Marcio Neves Machado

      Todas estão girando, só que a cada interconexão a engrenagem seguinte está girando 50x mais lento que a anterior. O movimento lá na ponta é tão ínfimo que a impressão que dá é que nada está acontecendo, quando está

  • http://nada-aqui.posterous.com Marcio Neves Machado

    Bah, que sem graça. Com uma redução de 1/50 já na primeira conexão fica tudo tão lento que mata qualquer graça em ver isso. Se fosse uma redução menor, seria legar ficar observando a desaceleração progressiva das rodas, pelo menos :P

  • http://www.facebook.com/people/Leonardo-Carneiro/100000583550525 Leonardo Carneiro

    mindfuck..

  • http://www.facebook.com/flavio.vargas.brandao Flavio Brandão

    essa ultima parte eu “só acredito vendo”

  • Xultz

    O torque na última engrenagem é imenso, mas não quer dizer que necessariamente esteja disponível, porque o sistema mecânico (pelo menos da última etapa) tem que aguentar o esforço (ou seja, o eixo, e a engrenagem em si, não devem quebrar quando submetidos ao esforço). Ou seja, a pergunta é: quem vai quebrar primeiro, o concreto ou a engrenagem. Quantos anos teremos que esperar para saber a resposta? Mais fácil simular no Solidworks :)

    • José Luis Junior Segatto

      muito bem observado

  • http://twitter.com/carloscruzphoto Carlos Cruz

    Alguma dúvida de que esse troço vai criar um Big Bang????

  • José Luis Junior Segatto

    “a última engrenagem completará uma volta em DOIS TRILHÕES DE ANOS.”
    Se tivermos energia eletrica pra mover o motor até lá, ou, no minimo, um ser suficientemente inteligente pra tirar o motor, colocar uma manivela e ser capaz de girá-la (obviamente a bem menos que 200RPM).