Vex Wifi em aeroportos: praticidade cara e com usabilidade ruim

Vex Wifi em aeroportos: praticidade cara e com usabilidade ruim
Sou um heavy user de internet. As horas de trabalho e fora dele, conectado, gira em torno de 90 por semana. Estou sempre vendo e-mails, lendo artigos, pesquisando, comunicando.

Então resolvi aproveitar o atraso em um vôo (eu sei que declarei greve de vôos, mas não tinha como fazer essa viagem de ônibus) para testar o serviço da Vex. Queria conectar por 2 horas, no máximo, já que o atraso era de 3 horas, pensei em fazer um lanche, beber uma xícara de capuccino, escrever algo de útil para o MeioBit, responder alguns e-mails do trabalho e embarcar.

Para detectar a rede, foi muito fácil. O sinal é forte e foi prontamente encontrado pelo laptop, um IBM Thinkpad. O website de conexão da Vex apresenta uma lista de provedores de serviços wifi. Como eu não tenho um, resolvi comprar um acesso temporário da própria Vex. E aí começam as decepções.

Cade o preço?
Eu naveguei no website inteiro; serviços e planos, cobertura, ajuda, faq, home, página da Infraero, etc. Não há nada mais frustrante para um consumidor, com o cartão de crédito em mãos do que não saber quanto custa o serviço e quais as opções disponíveis.

É preciso primeiro fazer um cadastro completo, para poder saber quais as opções de plano temporário e preços dos serviços.

Quanto?!
Clico em “Buy” e sou apresentado com a tarifa, única: R$ 25,00 por 24h contínuas de acesso. Pronto. É a única opção. Se estivéssemos falando de um acesso temporário em um hotel, seria até aceitável um serviço caro como esse, mas estamos falando de gente que fica algumas horas e não um dia inteiro.

É por isso que as 3 pessoas que passaram por mim e perguntaram se eu estava online, também desistiram de conectar por causa do preço. Esse modelo é injusto e inviável para popularizar o uso. Ganância, falta de concorrência e de visão…

A cobertura, cadê a cobertura?
Resolvi buscar se o aeroporto do Guarulhos teria o acesso, já que o vôo faria conexão por lá. Assim, uma tarifa de 24h, no Rio, valeria em São Paulo. Se houvesse um outro atraso grande, 25 reais já não pareciam tão ruins.

Seleciono o estado: SP.
Depois a cidade: Guarulhos.
Clico em aeroportos e a inteligente página exibe TODOS os aeroportos do país em ordem alfabética. usabilidade ZERO.

Informações sobre vôos e notícias úteis sobre atrasos são inexistentes. Ora bolas, isso deveria ser um serviço gratuito, um feed RSS com horários e status de vôos, tempo e condições dos aeroportos. Será que é pedir demais?

Sugestões
1. Fornecer wifi em todos os aeroportos internacionais do Brasil, com valor fixado em 2 reais por hora ou 25 reais por 24 horas? Seria mais justo e ainda seria um bom negócio para as duas partes.

2. Acesso gratuito por 20 minutos. Será que com todas as tarifas e impostos que são pagos em passagens aéreas, combustíveis, não se pode fornecer acesso gratuito por um período curto para os viajantes? Somos um país com potencial turístico enorme, estávamos no meio dos jogos do Pan e cobram mais de 12 dólares para quem iria passar apenas algumas horas no aeroporto?

3. Cartões de acesso pré-pagos: comprados nos mesmos locais onde se vendem cartões telefônicos. Comprar 2, 4, 8, 16 e 24 horas de uso, com validade de 60 dias.

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples