Cinema, games e adaptações

dori_watc_04.02.13

Eu sou um grande fã do Watchmen, tanto dos quadrinhos quanto do filme e no último final de semana resolvi assistir novamente o Blu-ray. Quando o longa-metragem chegou na brilhante parte onde acompanhamos o funeral do Comediante, cena embalada pela música The Sound Of Silence de Simon & Garfunkel, fiquei pensando porque os games sofrem tanto para serem adaptados para o cinema.

Sempre que esse assunto vem à tona algumas pessoas argumentam que o problema se deve a duração dos jogos, o que não deixa de fazer sentido, entretanto, quem leu a revista escrita por Alan Moore e ilustrada por Dave Gibbons conhece a imensa quantidade de conteúdo presente nela e ainda assim considero que o filme de Zack Snyder consegue retratá-la muito bem, ignorando alguns aspectos importantes do enredo, é verdade, mas sem perder sua essência.

Mesmo não sendo o que vemos comumente, a mesma façanha foi alcançada por outros diretores que assumiram a dura tarefa de adaptar livros, onde destaco os ótimos trabalhos feitos nas versões para a telona de duas histórias de Stephen King, Um Sonho de Liberdade e Conta Comigo, o que só serve para reforçar a dúvida do porque isso não acontece com os jogos eletrônicos.

Bom, quanto ao filme do Watchmen, me parece claro que ninguém ousará dizer que se trata de uma obra prima ou mesmo que ele causou na indústria do cinema o impacto que a sua fonte de inspiração teve nos quadrinhos, porém, nem por isso ele deixa de contar com várias sequências fantásticas além da já citada, como aquela onde vemos um gigantesco Dr. Manhatan aniquilando vietcongues ao som da Cavalgada das Valquírias ou principalmente, a genial abertura ao som de Bob Dylan e cheia de referências, sutilezas e provocações. Isso sem falar no final, que para mim é melhor e mais plausível que o original.

O que quero dizer é que mesmo tornando o filme acessível a quem nunca leu o quadrinho, considero que Snyder entregou um ótimo trabalho aos fãs, colocando muitos momentos marcantes no filme e assim como fez no 300, mostrando ser um ótimo diretor para esse tipo de adaptação e talvez o que falte para os games fazerem mais sucesso nos cinemas seja exatamente isso, alguém capaz de levar uma marca de sucesso para outra mídia. E por falar nisso, talvez o próprio Zack Snyder poderia ser essa pessoa, afinal, quem não ficou com a impressão de estar diante de um jogo ao assistir o divertido Sucker Punch?

Não sei quanto a você, mas eu continuarei esperando a produção que poderá ser apontada como o início do período em que as adaptações de games serão tão respeitadas quanto um Cavaleiro das Trevas, Homem de Ferro ou X-Men: Primeira Classe, mas infelizmente acho que isso ainda está um pouco longe de acontecer.

Relacionados: , ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples