Péssimos resultados fazem EA repensar série Medal of Honor

dori_moh_31.01.13

Desde que o primeiro Call of Duty foi lançado, ainda ambientado na Segunda Guerra Mundial, tornou-se visível a decadência da série Medal of Honor. Com a chegada da atual geração a Electronic Arts até deu um tempo na criação de novos jogos, lançando apenas em 2010 aquele mediano capítulo que trazia os combates para os dias de hoje e de acordo com Peter Moore, a marca novamente será colocada de lado.

Durante um evento onde a editora divulgou seus ganhos do último trimestre deste ano fiscal, o COO explicou o motivo para terem tomado esta decisão:

Nós enfrentamos dois desafios: a desaceleração que atingiu todo o setor, assim como as críticas e a fraca recepção comercial do Medal of Honor: Warfighter. O game obviamente fracassou.

O jogo é sólido, mas o foco na autenticidade dos combates não convenceu os jogadores. As críticas foram polarizadas e deram ao jogo notas que, francamente, foram menores do que ele merecia. Agora ele ficará para trás. Estamos tirando o Medal of Honor de circulação e temos um plano de trazer uma continuidade anual para os nossos jogos de tiro.

Portanto, podemos dizer que a franquia morreu pela segunda vez e deveremos ficar um bom tempo sem vermos um novo lançamento carregando o seu nome. Mesmo sem ter conseguido encarar a campanha do jogo anterior até o final devido ao seus bugs, tenho vontade de jogar este Warfighter, mas como já percebi que a EA costuma baixar muito o preço dos seus jogos após poucos meses, vou esperar uma oportunidade melhor para comprá-lo.

Quanto a série Battlefield, a EA afirmou que um novo título só deverá ser lançado no ano que vem, o que me leva a crer que o Fuse, jogo desenvolvido pela Insomniac Games, poderá ser o responsável por garantir em 2013 nossa dose anual de FPS por parte da editora.

[via CVG]

Relacionados: , ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar
  • Henrique Gregorio Rinco de Oli

    Realmente na minha opinião o Medal of Honor: Warfighter é uma desastre, comprei no lançamento e ainda bem que arrependimento não mata, se joguei ele por 6 horas foi muito, voltei com ele pra caixa e fui jogar Call Of Duty que pra min continua imbatível.

  • TiagoRL

    Battlefield 4 não sai esse ano?

    Bom, joguei esse último MoH e francamente, é horrível, é péssimo. A história é confusa, os combates são chatos demais, a ação é muito repetitiva. Sabe um combate que não acontece nada?

    Acredito que o jogo ficou tão ruim porque não tem objetivo algum. Todos os objetivos são do tipo: “corra e mate todo mundo”, “pegue o barco e saia matando todo mundo”.

    Todas as missões são nesse nível. Me lembro do primeiro MoH, você se disfarçava e muitas vezes assumia o papel de um James Bond da segunda guerra, em seguida estava lutando nas trincheiras.

    Acho que a pior cagada da EA foi querer modernizar a série usando a temática da segunda guerra, tivesse melhorado apenas os gráficos estava de bom tamanho. Um remake do Allied Assault seria bacana até.
    Depois quiseram mudar pra guerra moderna, esse gênero está saturado e já perdeu a graça.

    É uma pena ver no que se tornou a série.

    • http://www.facebook.com/adamisrafael Rafael Molina da Costa

      Se não me engano, quem fizesse a pré-compra do último Medal of Honor ia ter direito a participar do beta do Battlefield 4, no final de 2013.

      • http://www.vidadegamer.com.br/ Dori Prata

        Não lembro se eles haviam afirmado que o jogo sairia em 2013, mas de qualquer forma, agora está claro que não teremos um Battlefield este ano.

  • http://www.facebook.com/people/André-Silvestre/100000531538639 André Silvestre

    A útima vez que joguei essa droga foi na época do PS1