“Um Google Earth anabolizado”

A proposta da UrtheCast é tudo menos modesta: Querem acoplar duas câmeras à Estação Espacial Internacional, uma de vídeo a outra fotográfica. Feito isso iniciarão streaming de vídeo HD, direto da órbita, mostrando a Terra, ao vivo (no sentido Globo de ao vivo, claro. O vídeo é comprimido e enviado em pacotes com atraso de no mínimo 30min).

Mais ainda: Será possível buscar no site ou em apps (eles tem uma API) por locais, eventos e datas específicas. Também poderemos agendar alvos, não há forma melhor de descobrir se a casa da sua ex foi varrida pela enxurrada.

Será possível até digitar um endereço e ver quando será a próxima passagem, dá pra agendar flashmobs (isso ainda existe?) e até casamentos:

melissatotosa

As câmeras devem subir em duas Soyuz, e antes do final de 2013 já estarão operando a todo vapor. E meninas, relaxem, por questões políticas e de privacidade a resolução máxima é de 1m por pixel, podem continuar a tomar sol peladas no terraço, no máximo pareceráo um Lego nudista.

Fonte: W

  • qgustavor

    Quero ver se o Exército Americano vai apoiar essa, alguém vai ter que criar um algoritmo onde vai aparecer uma nuvem virtual toda vez que filmar-los.

  • http://twitter.com/hbeira hbeira

    Terroristas curtiram. :-)

  • http://twitter.com/Cyber_Ramses/ Ronaldo Gogoni

    “No máximo parecerão um Lego nudista”.

    Calma cara, mais uns anos e teremos as câmeras do filme “Inimigo do Estado”. :)

  • http://twitter.com/carvalhocadu Cadu Carvalho

    Tenho a mesma opinião sobre a Melissa!