Mobile
Mobile
Digital Drops Blog de Brinquedo

Usuários amam mais Windows Phone do que Android

Por em 16 de janeiro de 2013
emApple e Mac Celular Google Mercado
Mais textos de:

Site | Twitter
  • http://www.facebook.com/fabricio.moura Fabrício Moura

    Cardoso, uma curiosidade: Você conhece ou já viu uma ROM do Android chamada MIUI. Assim, eu gostaria de saber de vc o que pensa sobre ela e outras intefaces mais refinadas em cima do Android.

    • José Nilton Rodrigues Junior

      Essa MIUI eu achei muito massa quando vi, quase comprei o aparelho chinês que vem com ela por padrão, recursos bem interessantes, mas, mas, mas, é Android, e aí o pé ficou atrás.

  • http://twitter.com/_nilt Nilton Mendonça

    Apesar de preferir o iOS, realmente acredito que o percentual do Android é baixo devido a más experiências em outros aparelhos inferiores com o sistema.

    • http://twitter.com/Fazitos Luis

      Não acredito, pra mim o IOS é 90% da qualidade do iPad. Faz muito mais por menos hardware.
      Comprei agora um Motorola Xoom 8″ por R$500,00 (pela VIVO), belo hardware, 32GB, 1 GB de RAM, Dual Core 1.2. Veio com Honeycomb, bicho travava mais que gago em concurso de soletrar. Fiz o UP para ICS, mudou da água pro vinho, parece outro tablet.

      Agora tenho dó de quem comprou no lançamento, pagou mil e cacetada e teve que aturar esse Android por 1 ano.

      • http://ceticismo.net André

        Pergunta: se vc ver um notebook da Dell e um Positivão com as mesmas specs, vc acredita que são o mesmo equipamento? Sim ou não?

        • http://twitter.com/Fazitos Luis

          Vai querer discutir hardware comigo? Apenas 20 anos na área. Só pela pergunta nível “entendidão” vou relevar pro post não baixar ao nível daquela droga que vc dirige.

          • http://miudostrocados.wordpress.com Rodrigo Santiago

            Luis, conheço profissionais que estão na área há 20, 30 anos e, ainda assim, são péssimos profissionais, e gente que está há pouco tempo e é muito mais capacitado que aqueles. Você até pode ser bastante entendido e um ótimo profissional, não o conheço, mas o “não venha discutir hardware comigo, estou há 20 anos na área” significa absolutamente nada, aliás, significa sim, que você sabe sair pela tangente. Exemplo: perguntar a um matemático quanto é 2 x 2 e ele responde “Você quer discutir matemática comigo? Tenho doutorado em matemática e trabalho como pesquisador e professor há 20 anos”.

          • http://leitesf.wordpress.com Rafael Leite

            Realmente, um dos argumentos que mais me irritam é esse da antiguidade.

          • http://www.facebook.com/mareaturbo Ednei Monteiro

            E daí? Tenho 20 anos de programação e não uso isso para deixar de discutir algo sobre o tema, ao contrário, sempre aprendemos algo novo. Num mesmo post, duas falácias. Pelo visto esses 20 anos de hardware não foram acompanhados pela evolução do software.

          • José Nilton Rodrigues Junior

            Falácia!

  • http://www.facebook.com/fabricio.moura Fabrício Moura

    Cardoso, uma curiosidade: Você conhece ou já viu uma ROM do Android chamada MIUI. Assim, eu gostaria de saber de vc o que pensa sobre ela e outras intefaces mais refinadas em cima do Android

    • AnGr4

      O problema é justamente esse: Você acha que qual é a % de clientes que tem tempo/conhecimento/saco para ficar rooteando e instalando mods de 1 por 1 até achar um que seja do gosto (e que não faça a câmera e/ou o teclado parar de funcionar)?

      Hoje em dia quero dar “aceito” e ter os ultimos patchs de segurança e recursos do meu celular. Simplicidade não tem preço. Responsabilidade também não e essas empresas que lançam celular já com SO desatualizado e não lançam um único patch de segurança deveriam ser processadas por colocar os dados dos clientes em perigo.

  • José Luis Junior Segatto

    Eu entendo que o grafico mostra apenas o quanto os usuários estão satisfeitos com as respectivas plataformas.
    Os parágrafos que iniciam com “Para [artigo definido masculino ou feminino] [Nome da empresa]” contam apenas com interpretação pessoal, ou até especulação, das razões para os resultados. Outras pessoas podem ter outras interpretações.

    • http://contraditorium.com Carlos Cardoso

      YES, isso mesmo, você conseguiu deduzir o complexo modelo de um post de blog, meus parabéns.

  • Antonio Carlos da Graça Mota D

    “O grande problema é que o dono do Android vagaba vai lembrar disso quando for a hora de trocar de celular.”

    Ou, o dono de um celular top, mas antigo(é você mesmo, Galaxy S, seu lindo) irá decidir que não compra mais um Android que não seja um Nexus.

    • http://www.facebook.com/people/Andre-Souza/100000571365056 Andre Souza

      Correção… dei uma rápida pesquisada e já saiu 4.2 para o Galaxy S… vou testar!! :D

      http://durao.net/2012/11/24/samsung-galaxy-s-recebe-o-android-jelly-bean-4-2/

      • http://twitter.com/Cyber_Ramses/ Ronaldo Gogoni

        ROMs da comunidade não contam, estamos falando de atualizações oficiais. O S parou no ICS e o SII no 4.1 JellyBean. A maioria dos usuários não tem conhecimento suficiente para trocar a ROM ou não tem interesse de por a mão na massa, se não for atualização OTA não querem nem saber.

        • Jorge Luiz Marques Dondeo

          Eu tenho conhecimento suficiente, mas não tenho saco nem tempo pra isso…

          • http://twitter.com/Cyber_Ramses/ Ronaldo Gogoni

            Quod erat demonstrandum.

        • Andre Souza

          Ah, ok… eu respondo só por mim, e ADORO fuçar o SO!! Aliás, foi exatamente por isto que vendi meu iPhone4 e caí no mundo Android… o iPhone é muito TRAVADO! =(

  • Jean Franco

    É aquela coisa, a MS sempre fez muito bem de liberar o Windows Phone (ou mesmo o Windows Mobile) somente para fabricantes certificados, imagine um HiPhone com WP8 travando a cada discagem, o cliente que já estava com pé atrás pelo fato de ser um sistema novo joga tudo pro alto e volta para o Android que pelo menos ele conheçe.

  • João Henrique Priesnitz

    Normal.. Esse é o ‘preço’ por quererem trilhar um caminho de tornar-se o SO ‘padrão’ da ‘indústria’.. Uma certa ‘rapidez’ nas atualizações e fragmentação inicial… O mesmo aconteceu com a MS e seus constantes lançamentos de versões de SO (win 1, win3, win 3.1, 3.11, 95, 98, 98se, me, xp (sp1, sp2, sp3), vista, blablblbla…., fora todas as versoes corporativas/server, embbeded, etc…). Depois de bilhoes e bilhoes de faturamento e um domínio que permitiu que corressem atras de vários prejuízos inúmeras vezes… , quem ligou pra fragmentação? Mr. Jobs?

    • http://twitter.com/WorldDi Di Xavier

      Minha nossa senhora. Eu devo estar emburrecendo já que não consegui entender a comparação do cidadão acima.

      • João Henrique Priesnitz

        Nao sou só eu… Existem inúmeros comparativos destas estratégias e suas semelhanças em artigos por aí.. Em sites tão bons (e moderadores idem) quanto o Meio Bit…

    • Jorge Luiz Marques Dondeo

      Boa, bom ponto de vista, nunca tinha enxergado por essa perspectiva. Vez ou outra vem alguém com algo de inteligente pra falar.

  • Gabriel Arruda

    Na verdade, eu acho um pouco decepcionante os resultados do Windows Phone pelo contexto do mercado. Acredito que ele deveria estar mais próximo dos iPhones.

    O Android disponibiliza muito lixo no mercado, nem mesmo os high-ends de 2010 entregavam uma experiência decente para o usuário na minha opinião. O sistema prometia e fazia muita coisa, mas era uma experiência meia-boca longe do que o iOS e WIndows Phone proporcionavam na época. Era o típico caso de decepção com o produto.

    O Windows Phone foi controlado a rédeas curtas pela Microsoft, não se “prostituindo” como o Android para garantir que todos os seus usuários tivessem a experiência de uso prevista pela Microsoft. Problemas de performance, travamentos e personalizações tosca (Motoblur) não afetam o sistema da Microsoft como ocorre com o Android.

    Acredito que as notas foram próximas do Android pois o usuário médio do Windows Phone é mais exigente, principalmente os que adquiriram o Windows Phone 7.x que devem ser entusiastas e fanboys da Nokia. A chegada do Windows Phone 8 deve alavancar esses índices.

    • http://contraditorium.com Carlos Cardoso

      A falta de Apps deve ter afetado bastante o WP, pelo menos no começo.

      • http://ceticismo.net André

        Pode ser, mas tirando jovens (que adoram instalar porcaria e joguinhos), larga maioria não está preocupada com apps em seus smartphones. Nem todo mundo tem interesse/necessidade de checar e-mail a cada 10 minutos.

        • Luiz Felipe

          Que no windows phone , o suporte a emails é muito melhor.

    • http://www.meadiciona.com/charles_anjos Charles Albert

      Verdade. Das minhas experiências com Android, notei que apenas aparelhos com processadores quad-core performam satisfatoriamente, com resposta de tela decente.

      Outra coisa que eu notei é que as pessoas não percebem até utilizar por um tempo. Amigo meu que tem um GSII não concordava comigo que meu iPod Touch 3G tinha uma resposta de tela mais rápida, apesar de comparar na hora e mostrar na frente dele. Só depois que ele comprou esse iPod de mim e usou por cerca de uma semana que ele veio perceber isso.

  • Carlos Eduardo

    Este posto foi proposital para gerar mimimi :-)

    • BielSilveira

      Este blog*
      trolei.

  • http://www.facebook.com/people/Aleandre-Da-Silva-Costa/100000014529639 Aleandre Da Silva Costa

    Pra mim a diferença não é tão grande e se deve a qualidade dos telefones com Windows Phone, se a Microsoft tivesse liberado seu sistema operacional pra qualquer xing ling instalar, tenho certeza que a satisfação teria ao menos empatado.

  • http://twitter.com/Fazitos Luis

    Mesma coisa do Windows para PC. Nunca tive problemas pois sempre prezei por um bom hardware, mas vai explicar pro cara a tal “tela azul” depois de instalar um fax-modem xingling.

    Mas que o Android deve ser o pior dos 3 tenho certeza, rodo o ICS num tablet Motorola dual core com 1gb de RAM e é horrível para ver vídeos em sites, é uma lerdeza para abrir, os botoes de play e tela cheia não respondem, uma experiencia frustrante.

    Até no iPad 1 já bem defasado que pude testar achei beeeemm melhor

    • http://ceticismo.net André

      A pesquisa estava se referindo a smartphones, não tablets. Não que eu ache que Android no tablet seja um sonho (tanto que preferi um iPad 2).

      • http://twitter.com/Fazitos Luis

        Qual a diferença ? não faz ligação somente, o resto é a mesma merda.

        Quis demonstrar que mesmo num bom hardware o Android é inferior.

        • http://ceticismo.net André

          Qual a diferença? Total! Um tablet não é um smartphone grandão. Senão, filho, eu irei querer vc instalar Windows XP num iPad (já fizeram) e vê-lo funcionar adequadamente. No meu celular não tenho problema de zoom que o Xoom (irc!) tinha. Se bem que meu celular tb não tem problema com mapas, GPS etc.

          Vc acha o Android inferior; ok, é apenas sua opinião que eu respeito, mas não concordo. Mas não diga que tablet é um celularzão ou serei obrigado a rir.

          • http://twitter.com/Fazitos Luis

            Sim eu acho inferior, só ver comparação de um iPhone com celulares quad core pra ter uma ideia de como um SO afinado faz diferença.

            Mas nem vou discutir com vc, vai que se me taca esse tijolão na cabeça.

          • http://www.shimatai.com.br Wagner Shimatai

            Qualquer smartphone da série Galaxy S (S II, SIII, S Duos, etc.) se comportam bem. O hardware também conta muito. Coisa que os xing-lings não fazem direito, pois querem meter o Android 4.1 num hardware que mal suporta o 2.3.

  • http://twitter.com/harry_sbarrys Rafael Souza

    Dá pra notar a parcialidade incrível do autor sem fazer muito esforço.
    São apenas cinco por cento de diferença. Quer dizer que obter 48% é um desastre devido a x, y e z motivos e conseguir 53% é um resultado excelente? Tá brincando né?

    Sem falar que existem diversos aparelhos android por 300 e poucos reais, enquanto o WP mais barato é na faixa de 600/700.. Tudo bem que este é um dos motivos que levam à “baixa” aprovação do android em comparação à “excelente” do windows phone, mas há de se levar em conta. Enfim, só mais uma pesquisa irrelevante.

    • http://www.facebook.com/people/Marco-Diniz-Garcia-Gomes/649550339 Marco Diniz Garcia Gomes

      Você está esquecendo o fato de que o windows phone é novo, é uma interface completamente nova, ninguém estava acostumado, por isso os números são importantes, significa que está dando certo.

      • http://leitesf.wordpress.com Rafael Leite

        Até poucos meses atrás a interface do Android era novidade para mim também, já que nunca tinha tido um. Nem todo mundo troca de celular todo ano.

      • Ruy Acquaviva

        As vendas do Windows Phone estão caindo, significa que NÃO está dando certo.

    • Rodrigo Fante

      1. Sistema maduro, testado, com mais de 5 anos de existência, líder do mercado.
      2. Sistema novo, ainda em desenvolvimento de funções básicas, com 1 ano, tentando mostrar a que veio.

  • http://www.facebook.com/people/Marcelo-Eiras/1567301419 Marcelo Eiras

    São estrategias diferentes. A estrategia do google (em android em qq coisa) é similar ao da microsoft em relação ao SO desktop. No final o Windows virou padrão e o MacOS/OSX ficou no nicho de mercado. Embora a satisfação do usuário Mac seja historicamente bem maior que do usuário Windows.

    Resta saber se a estrategia funciona neste cenário. O que se pode notar claramente é que o Iphone está numa curva descendente que tende a piorar se não voltar a inovar.

  • http://www.facebook.com/luctimm Lucas Timm

    mimimi fragmentação mimimi…

  • http://ceticismo.net André

    Ok, agora, vejamos o volume de vendas. Porque, eu pego 200 celulares vendidos. 100 iPhones, 70 Androids e 30 WP7. Dos 70 androids, 48% (cerca de 34 pessoas) estão satisfeitas. Dos 30 WP7, 53% (16 pessoas) estão satisfeitas. Significado? Que números por si só significam pouco. Eu, por exemplo, já usei as 3 plataformas. Só o Android me atendeu e não troco meu Milestone 2 por nada, só se fosse um SIII (e dado de presente, pois não vejo motivo de comprar smartphone novo todo ano). A pesquisa é falha pois, como o Cardoso apontou, leva em conta toda aquela lixarada xing-ling, mas isso deve ser visto com cautela, pois eu conheço muita gente que quer iPhone porque é “iPhone”, mas não instala um app sequer (ou nem sabe como), não usa e-mail etc. Só o usam como telefone mesmo e a mesma coisa acontece com usuários de outras plataformas. No Play, pode-se ver qual app pode ser instalado em seu aparelho, mas teríamos que ver até que ponto isso é diferencial na escolha. Nerds, guíquis e congêneres são minoria, usuários comuns é que realmente fazem mover a venda.

    MINHA opinião: a pesquisa agregou pouco se ficar só nestes dados. Números não traduzem a realidade. Números CRIAM a realidade.

    • http://www.meadiciona.com/charles_anjos Charles Albert

      verdade, nunca vi uma pesquisa que levasse em consideração apenas heavy users (ou desconsiderasse leigos). Seria interssante.

    • Rafael Vieira

      Interessante ponto de vista.
      :-)

    • http://twitter.com/douglasbaiao Douglas Baião

      Eles devem ter entrevistado a mesma quantidade de pessoas que usam iPhone, Windows Phone, Android e RIM, e não essa amostragem tosca que vc arrumou aí.

      • http://ceticismo.net André

        Participação de mercado. Conheces, tu?

        • http://twitter.com/leossoliveira Leonardo Oliveira

          Pesquisa de marketing e estatística. Conheces, tu?

    • http://twitter.com/leossoliveira Leonardo Oliveira

      Isso simplesmente mostra qual a plataforma que esta em maior ascensão e a que esta mais condenada por si mesma. O fato de existirem mais aparelhos vendidos hoje sendo Android e ao mesmo tempo um maior numero de usuários da plataforma da Google estarem desgostosos com o sistema tendencia ele a sair do gosto do público e que esses usuários migrem para uma plataforma que tem cada vez mais opções para mais publico diferente porém mantendo uma boa experiencia (Windows Phone) ao contrário do Android que só entrega uma boa experiencia no aparelhos Top de quem é geek e sabe fazer alguma gambiarra pra ele rodar 100%

  • http://twitter.com/Cyber_Ramses/ Ronaldo Gogoni

    Eu não recomendo nenhum Android que não seja da linha Galaxy S/Note ou Nexus, simples assim (com conhecimento de causa: troquei o mid-low LG p500h pelo S3). Tirando a Google, a Samsung tem uma política de atualizações melhor do que as outras empresas para aparelhos top, o SII por exemplo vai receber o Android 4.1. O Galaxy S morreu no 4.0 mesmo, infelizmente.

    Não que ambos não rodem o 4.2, o Cyanogen já provou isso, mas é por questões da famosa obsolescência programada, aquela da qual acusam a Apple mas o iPhone 3GS, que está no mercado há quase quatro anos, roda a última versão do iOS. Capenga, com limitações, mas roda.

    • http://ceticismo.net André

      Pessoal não atualiza nem o anti-vírus do PC, quanto mais o SO do celular.

      • http://twitter.com/Cyber_Ramses/ Ronaldo Gogoni

        Sim, mas estou vendo o lado de heavy users. Quem vai usar só como hub de redes sociais se dá bem com qualquer aparelho, mas acabam comprando o iPhone por puro status (já vi isso mais de uma vez), sendo que lá fora até atendente do McDonald’s troca de iPhone todo ano.

        Mas sim, a pesquisa falha pois um heavy user pode ter um Android low e um usuário padrão compra o iPhone só para redes sociais, que é uma parcela grande de usuários. Com estatística é possível provar que a estatística está errada, até mesmo que 7 é diferente de 7. Números por si só não querem dizer muita coisa.

    • http://www.facebook.com/kadugaspar Kadu Gaspar

      A Sony também está com uma boa política de atualizações. Todos os três smartphones de 2012 serão atualizados pelo menos até o Jelly Beam.

      • http://twitter.com/Cyber_Ramses/ Ronaldo Gogoni

        O Xperia Play me deixou com uma baita mal impressão da Sony nessa área. Simplesmente não confio nela.

        • http://www.facebook.com/kadugaspar Kadu Gaspar

          Não sei como era antes, só sei que comprei meu Xperia P com Android 2.3 e logo quando tirei da caixa já avisou que tinha atualização para o ICS, e o Jelly Beam está prometido para mês que vem. Depois disto, só Deus sabe!

    • Rafael Vieira

      Concordo, sobre a Samsung. Tenho um Galaxy W, que oficialmente só recebe até o Gingerbread (2.3.6) e um Galaxy Tab 2, com o 4.0. Não preciso de mais nada (só dinheiro, se quiser comprar um iPXXXXX), pois ambos me satisfazem em meu uso diário.

  • http://www.facebook.com/kadugaspar Kadu Gaspar

    É fácil afirmar isto com a gama de Androids low-ends com Android 2.3 rodando engasgado no mercado (isto sem falar dos xing-lings). Imagino que se a pesquisa fosse feita só com os topos de linha o resultado seria diferente.

    • AnGr4

      Eu li isso em algum lugar….ah sim! No próprio post! :)

      • Jorge Luiz Marques Dondeo

        Nego lê só o titulo da matéria/post, vejo isso no trabalho, mando uma matéria de 2 páginas pro cara e meio segundo depois ele responde discordando.

        • http://www.facebook.com/kadugaspar Kadu Gaspar

          Comentei na metade do post mesmo, as vezes eu faço isto. Mas depois que terminei de ler vi que já estava lá. Como o comentário não aparecia aqui pra mim por algum motivo para que eu pudesse excluir, ficou.

  • http://www.facebook.com/people/Renan-Costa-Sousa/1059888025 Renan Costa Sousa

    Acho que o problema do Android não é fragmentação. É a falta de ética dos fabricantes de celulares, que lançam aparelhos que você não consegue atualizar. Fica pior ainda quando a atualização sai em um país e não em outro, pois aí você vê que a falta da atualização não é por motivos técnicos, é por falta de vergonha mesmo.

    • Fabio

      eles fazem isso porque quem ganha o dinheiro com o ecossitema é o google, não a fabricante, uma questão de modelo de negócio.

      Vamos comparar com a Apple.

      Sony, HTC, Samsung… fazem o modelo de celular e botam pra vender…
      Lucro pela venda do celular para o bolso do fabricante… ok :D

      Ai vem a hora de atualizar, o que a fabricante ganha? NADA… em valores tangíveis absolutamente nada, nenhum centavo a mais, só prejuízo de horas de desenvolvimento para a adaptação da nova versão para o hardware antigo que ela nem fabrica mais.

      Ai temos a apple… fazem o modelo de celular e botam pra vender…
      Lucro pela venda do celular para o bolso da apple… ok :D

      Ai vem a hora de atualizar, o que a fabricante ganha? Muito, a loja do sistema alimenta o faturamento da mesma empresa que fabrica… porque no caso é uma só.
      Ou seja, é viável para a apple atualizar por 3, 4 anos, afinal aquele usuário que compra aplicativos, consome propaganda… retorna uma porcentagem para a apple.
      Isso faz o absurdo da apple ganhar até com o mercado de usados, porque são pessoas comprando apps na appstore, musicas no itunes, livros na ibooks, revistas na banca…

      • Charles L’Astorina

        Cara: fidelização de clientes.
        Empresa que pensa só no lucro imediato sempre cai, um dia vem um concorrente e faz um pouquinho melhor, é o suficiente para um público insatisfeito.

        • Fabio

          Concordo com você.
          todos nós queremos isso, mas eles cobram 500 reais em um aparelho, fica inviável um update, por isso é mais comum nos tops androids, mesmo assim a cobertura de atualizações é bem inferior a da apple.

          O triunfo da samsung sobre as outras empresas que fazem smarts android está realmente no pós-venda, assim como pós-venda da apple é também muito bom.

  • http://www.meadiciona.com/charles_anjos Charles Albert

    Fazer artigo haterbait pros fanboy troxa virem em massa latir nos comentários e aproveitar ganhando uma batelada de pageviews: uma prática louvável.

    • http://contraditorium.com Carlos Cardoso

      porta da rua é serventia da casa.

    • Carlão

      Funcionou pelo visto.

  • http://leitesf.wordpress.com Rafael Leite

    Tenho um dos androids mais baratos do mercado (Galaxy Pocket) e estou satisfeito com ele.
    O problema é que tem pessoas que compram um celular de 300 conto achando que vão ter o mesmo desempenho e as mesmas funções de um top de linha (como um Galaxy S3 ou um iPhone).

  • http://www.facebook.com/marinzeck Raphael Marinzeck Borborema

    Sinceramente tenho um S2 com 4.1.2 leaked e um iPhone 3g sem atualização desde muito tempo atras, uso os dois diariamente porem me irrita bastante o fato da samsung não disponibilizar atualização de seus aparelhos eletrônicos em um tempo no minimo aceitavel desde Novembro estao falando em atualizar S e S2. Note e todo mes é a mesa ladainha mes que vem mes que vem, isso ench o saco realmente gosto muito das funcionalidades do Droid nas ninguem bate a estabilidade e segurança que um iPhone ou qualquer device da Apple tem…

  • wdsouza1

    Fala sério. No WP as palavras aparecem todas cortadas pela metade ahiuahiuhauia Não consigo ler Contatos numa janela só. kkkk E os quadradinhos da frente são monôtonos demais. Mas minha avó adoraria um telefone desse, assim como do iphone, já que nada muda e se o botão de ligar mudar do lugar não conseguem mais achá-lo por nada no mundo. Reclamam demais de atualizações. Que o iphone é sempre atualizável mimimi. Recentemente atualizei o iphone da minha irmão e depois de terminado tcham tcham. não tinha mudado nada auhiahuahiuahuiha. Ai depois querem atualizar android de 300 paus pro 4.1, para com isso. SE levar em conta a variedade de hardware na qual o android está instalado ele está é muito bem cotado. A comparação é injusta. Visto que o iOS só está instalado em 1 (um) hardware produzido por 1 (um) fabricante. O mais justo seria comparar os usuarios de um iphone com os de um GSIII.

  • Felipe Lima ®

    conseguiram achar mais de 10 usuários do Windows Phone?

  • José Nilton Rodrigues Junior

    Acho que a pesquisa tá demonstrando a verdade mesmo…

    Usei iPhone e Android (não usei os modelos tops), mas o que senti é que com o Android você tem coisas demais, recursos em excesso que você não vai usar e nem precisa, e tem que aprender a usar um monte de coisa. Já no iPhone me senti limitado a somente fazer o que a Apple queria, porém era basicamente o que eu queria também, dava menos atenção pro smartphone.

    No Android fica aquele troca-troca de ROM, cheio dos esquemas pra fazer o que você quer e aproveitar todas as vantagens. No iPhone eu decidi não fazer Jailbreak e me contentar com o que tinha ali, mas se fosse fazer acho que seria que nem no Android, mas uasr o iPhone sem modificar foi de boa, no começo achei que tava faltando um monte de coisa, depois me acostumei.

    Mas era meu uso, tem nego que liga o controle do videogame no Android, que usa o smartphone pra programar, sei lá mais o que fazem, eu preferi quando usei mais como um celular e uma social hub do que como um canivete suíço.

    Como usuário, fico com o pé atrás pra pegar um S3 pra ter os mesmos recursos e os mesmos problemas (falta de atualização da fabricante por exemplo) que eu poderia ter num smartphone com Android pela metade do preço, já que pagando um pouco mais poderia ter o conforto do iOS. Ainda tenho vontade de ver como que é o Windows Phone, só que não tem nenhum com a versão 8 ainda no mercado brasileiro e eu não sei se pego esses modelos que tão aí.

  • http://www.facebook.com/jaredejr Jarede Oliveira Jr.

    Pode ser, mas pra mim isso também quer dizer que os usuários de android são mais exigentes.

  • Ruy Acquaviva

    Intyeressante pesquisa de satisfação totalmente apartada da questão das vendas. Qual a viabilidade da satisfação que não se traduz em vendas? A satisfação é maior mas as vendas são pífias? Então a pesquisa está refletindo apenas que aqueles que se dispõe a comprar um celular com Windows Phone são apenas aqueles que demonstram forte preferência pelo aparelho, levando a um maior grau de satisfação na pesquisa já que estavam convencidos antes de comprar.

  • Bel

    Tem um vídeo no youtube que explica alguns mitos sobre o Windows phone, deem uma olhada!

  • Pingback: Apple e Samsung dominam 100% dos lucros do mercado de smartphones « Meio Bit