Digital Drops Blog de Brinquedo

Kingston parte pra grosseria e lança pendrive de 1 Terabyte

Por em 7 de janeiro de 2013
emHardware
Mais textos de:

Site | Twitter
  • lordtux

    Cacete, palhaçada isso.

  • http://twitter.com/murdockbr Monstro Medieval

    Eu questiono um pouco a validade de um pendrive desse tamanho como armazenamento móvel. Isso porque uma vez vi um cara no trabalho com trocentos pendrives. Perguntei porquê daquilo e ele me disse que preferia ter vários com pouca capacidade pois, caso perdesse algum deles, não perdia tudo. Faz sentido se pensarmos na possibilidade de perda de um pendrive comparada com a de um HD externo,

    • http://fellipec.com Luiz Fellipe Carneiro

      Trabalhe com video em 4K RAW que 1TB vai ser um clipezinho. Você vai precisar de VÁÁÁÁRIOS desses!

      • http://twitter.com/murdockbr Monstro Medieval

        Pô, mas quem carrega vídeo assim num pendrive? Ninguém, certo?

        • Hesiodo Ascra

          Imagine vc visitando um cliente e precisa levar o vídeo para ele aprovar… Imagine a facilidade, por exemplo em aeroportos…

          • http://www.facebook.com/amsalau Alexandre Salau

            A única utilidade do video RAW é para a produtora, o cliente vai ver o video compactado, no máximo a versão de veiculação que vai tem 1% do tamanho do RAW..

          • http://twitter.com/jaisoncarvalho Jaison

            “Afinal, quem no mundo precisa ou usa mais que 640K de memoria ?”

          • http://twitter.com/murdockbr Monstro Medieval

            Estou falando HOJE. Até hoje ninguém carregou vídeos assim num pendrive, afinal, não há nenhum com tal capacidade. Considerando o preço, tão cedo ninguém o fará.

      • http://miudostrocados.wordpress.com Rodrigo Santiago

        Mas pra isso já existe HD portátil, a não ser que o tamanho BEM menor seja ESSENCIAL para justificar o investimento, não digo que seja inútil, mas realmente, para aplicações, hoje, BEM, específicas.

        • Hesiodo Ascra

          Tecnicamente é um produto de nicho… Mas por não ter partes móveis um pen drive desses tem várias vantagens… Esquenta menos, mais resistente ao transporte, consome menos energia na gravação e na leitura. A comparação dele com um HD externo é a mesma comparação de um SSD com um HD convencional. Ainda é caro para muitas pessoas mas já tem algumas aplicações.

          • Carlos Magno GA

            Mais ou menos. A velocidade de gravação de um Pen Drive é menor que a de um HD (pelo menos daqueles que vende aqui no Brasil) e ele tem um número limitado de gravações. O preço por terabyte do HD tá bem mais em conta e o HD não precisa ser externo. Se você vai usar vários HDs de 1 TB, é bem melhor comprar um Dock Station ou mesmo deixar o PC aberto do seu lado e fazer vários Hot Swap.

            Atualmente, aqui no RJ o preço dos HDs está em: 200 BRL para um HD de 1 TB, 300 para um HD de 2 TB e 400 para um de 3 TB.

            Na questão do transporte, é mais vantajoso (hoje em dia) comprar os HDs, fazer redundância e transportá-los com cuidado a usar vários pen drives de 3 mil dólares.

          • http://meiobit.com/author/max_laguna Emanuel Laguna

            Uma pena que aqui em Fortaleza, um HD de 500 GB não saia por menos de 200 reais. :’(

          • Carlos Magno GA

            Não tem como pedir pra um amigo comprar um HD no RJ/SP e enviar por correio não?

            No MercadoLivre tem um HD de 1.5 TB por 240 reais no Ceará.

          • http://meiobit.com/author/max_laguna Emanuel Laguna

            Opa, darei uma olhada, mas com relação à HDs eu prefiro ter garantia de uma boa loja e próxima. Obrigado assim mesmo! ;)

        • http://ceticismo.net André
    • Carlos Magno GA

      Apresente o DropBox a ele :-).

      Eu lembro da época das primeiras câmeras digitais. No laboratório onde eu trabalhava tinha uma máquina movida a disquete 3.44″. Meus amigos, que também trabalhavam lá, pegavam a câmera para viajar e levavam uma mochila só para os disquetes, coisa de 50 disquetes ou mais.

      Na parte de trás da mochila eles levavam os disquetes virgens, na parte da frente, os disquetes com as fotos.

  • http://www.facebook.com/dinho.rios Dinho Rios

    meldelsdocel!!11!1

  • rodrigoflausino

    Daqui a uns 5 a 10 anos esse pendrive estará com o mesmo preço que um de 8 GB hoje e vamos achar que não cabe tanta coisa. Aumenta o espaço aumenta a demanda do consumidor por mais espaço.

    • http://twitter.com/criscmaia Cristiano Maia

      5 a 10 anos?! Eu aposto em 3 anos, no máximo.

  • Alexandre Oliveira

    “meu primeiro disquete tinha 360KB de capacidade e a gente furava pra poder usar dos dois lados”.

    Nossa, desenterrou bem essa. Quase não peguei os 5 1/4, mas os de 3 1/2 eu usei bastante (e não dá nenhuma saudade).

    Outro dia me perguntaram porque o Windows começava os discos por “C:”, sem usar o A e o B. Me senti um dinossauro…

    • http://twitter.com/Cyber_Ramses/ Ronaldo Gogoni

      Eu também usei disquetes de 5 1/4″, e a gambiarra de furar era essencial. Cheguei a manusear até os de 8″, mas só para fins de curiosidade.

      E pensar que hoje em dia a molecada clica no disquete para salvar e não faz ideia do que o ícone significa. =

      • http://www.facebook.com/christianlino Christian Lino

        Usei bastante o disquete de 5 1/4″, era moleque ainda, não conhecia o macete de furar… :(

    • Hollander

      O primeiro furo ninguém esquece!

      No meu caso, a anta aqui furou não só a capa como a mídia. O buraquinho, para quem não sabe servia para que o driver identificasse a trilha onde começava o disquete para dar o boot corretamente. Conclusão: Ora o disquete botava ora não botava. A solução foi tão gambiarenta quanto usar os dois lados: tapar o buraco adicional na mídia com uma pequena parte daquela etiqueta prateada que vinha junto com o disquete para transformá-lo em “read only”.

  • Edmilson_Junior

    Meu HD tem só 750GB…

  • http://twitter.com/Cyber_Ramses/ Ronaldo Gogoni

    A Kingston já tinha pendrives de 128Gb, cujo preço era absurdamente indecente. 1Tb é de uma ignorância sem tamanho, mas como daqui a uns anos vamos achar pouco de qualquer forma, então é melhor que “Os Melhores No Que Fazem™” forcem a barra logo.

  • http://www.facebook.com/people/Alvaro-Giordani/100001862730613 Alvaro Giordani

    Pra quem viveu na época do 5 1/4, 1gb era inimaginável, quem dirá 10, 100, ou 1024gb para quem dispunha de praticamente 0,0640gb de espaço na mídia… E de explodir a cabeça pensar no futuro

  • Renan teixeira

    Se ele tiver durabilidade, pode ser que substitua para alguns um HD externo.

    Caso não tiver grande durabilidade ai meio que inútil ter essa capacidade todo a em um pen-driver o maior risco é ele morrer e você perder 1 Tera de dados.

    Claro a realidade é referente a mim.

    Minha opinião.

    • Ramon E. Ritter

      Em 2002 eu comprei um pendrive de 64 MB, assim quando saiu aqui no Brasil, por R$ 500,00. Todos falavam que era um absurdo usar esse espaço todo em uma mídia removível. Hoje pendrive de 4 GB é vendido por R$ 10,00. Espere uns 3 anos e esse de 1 TB vai ser o padrão mínimo para heavy user…

      • r0t3ch

        Lembrei do meu primeiro pendrive 256MB , eu me achava o cara por ter tanto espaço …. Hoje eu uso um de 16GB e não dá para nada

        • Renan teixeira

          Lembro quando meu pen-driver de 16 GB morreu. Acho que traumatizei :S

      • Renan teixeira

        Correto, porem o espaço não seria o problema actualmente, seria mais relacionado a vida útil, talvez se for mais barato do que a solução concorrente, e ter uma vida útil compatível com o preço, possa ser uma boa pedida.

        Minha opinião.

    • http://twitter.com/CarlosBoson Carlos Alexandre

      Backup?

      • Renan teixeira

        Ai que tá o problema, quanto tempo ele vive, se viver muito não existiria a necessidade de usar um HD externo já que o mesmo tem tamanho considerável e o porém de ser fácil de carregar, agora desse tamanho todo e vivendo pouco, ou tem que ser bem barato, mais barato que um hd externo ou não posso imaginar outra possibilidade.

        Pode ser também trauma meu com pen-driver que resolve morrer nos momentos mais críticos.

        Minha opinião.

  • http://www.facebook.com/people/Marcelo-Eiras/1567301419 Marcelo Eiras

    Se o disquete tinha que furar no lado (para usar os dois lados) eram possivelmente disquetes de 51/4 de Apple ][ de 180K densidade simples, não é ? =P

    • http://www.facebook.com/alexandretabajara Alexandre Souza

      Nao necessariamente…TRS80 (CP300/500, etc) tambem era face simples, e voce tinha que furar tambem, só que o processo era mais complicado porque voce tinha que fazer dois furos pro Index Hole (aquele furinho quase no meio do disquete)…Era UM PORRE. E o disco do apple nao tinha 180KB, mas 143KB…

  • Keaton

    Um tera byte? Nossa… é duas vezes o meu HD atual. o.x

    • Carlos Magno GA

      Conheci um cara que montou um set com 6 HDs de 1.5 TB dentro de um único gabinete.

      • Keaton

        O computador que eu uso foi montado em 2008. Quando 500gb ainda era “top”.

        Estava planejando a atualização este pc neste exato momento… mas a única extravagancia que eu planejo é 16GB de RAM. O resto seria o básico: 1~2TB, 16~32GB, i5-3750k.

        • Carlos Magno GA

          No meu próximo upgrade, vou trocar placa-mãe e processador. Queria poder aumentar memória RAM para 32 GB, mas a minha placa-mãe só permite 8 GB.

          • Keaton

            8GB… E a minha placa mãe que só suporta 4GB? XD
            Viva o chipset Intel P31!!!1!

      • http://www.facebook.com/drcfilho Daniel Filho

        minha maquina de casa antigamente tinha 4 hds de 1 TB em raid 1+0, fora os outros hds noutra maquina..

  • Rodrigo Salfer

    Acho ótimo que saíram dos míseros 64GB para tamanhos maiores. Mesmo que hoje o valor seja um absurdo, em uns 3 anos eles já terão um preço mais aceitável e nós poderemos compra-los. O importante é que o primeiro passo já foi dado, a partir de agora 1TB é o antigo 64GB e os pendrives de 64GB ficarão mais baratos tambem. Uma grande vantagem que eu vejo nesses discos é de você poder trocar de notebook ou desktop e levar praticamente toda sua vid digital junto, fotos, filmes, musicas

  • Felipe!

    Do tamanho do meu HD principal. rs

    A utilidade disso deve ser bem específica mesma. Talvez seja raro de ver um desse em loja. Fora o medo de um defeitinho e perder todos os dados. Os pendrives são relativamente seguros, mas uma queda de energia em quanto você tá usando pode descacetar tudo de uma vez.

  • Luiz Felipe

    Imagino em 2050: esse pendrive de 5 petabytes é tão grande que consegue guardar o backup do seu cerebro, nunca vamos precisa de um maior.

  • Carlos Magno GA

    “Até hoje os maiores pen drives que vi eram os de 64 GB vendidos nos camelôs do Rio, ou os de 64 GB de verdade, vendidos nas lojas.”

    Um amigo meu comprou por 50 reais um Pen Drive de camelô de 32 GB. Obviamente, ele começou a ter aqueles problemas de arquivo que some, música que não toca, vídeo que não foi copiado direito, etc. No fim alguém daqui do trabalho fez um format no pen drive e descobrimos que ele tinha… 32 MB!

  • André Maringolo

    O aumento de capacidade e de utilização de espaço digital sempre cresceu e continuará crescendo exponencialmente. Daqui uns dois anos a capacidade de 1TB em pendrive provavelmente será comum e os fabricantes de pendrive estarão lançando mídias de 10TB…
    Acredito que num futuro mais distante, com a computação quântica, a capacidade de armazenamento de dados dos dispositivos será virtualmente infinita, e será vendida como “indefinida”.

    • http://miudostrocados.wordpress.com Rodrigo Santiago

      Mais ou menos como nosso cérebro, que não dá pra se medir em MB, contudo, as informações não são armazenadas de forma linear, muitas vezes nos lembramos de acontecimentos de forma “distorcida”, ou só de trechos etc.

  • http://www.facebook.com/brunoalves Bruno Alves

    Considerando o tamanho dos arquivos das câmeras digitais mais atuais, esse pendrive seria bem interessante para levar arquivos de trabalho de um lado para o outro.

    Não, um HD é longe de ser algo portátil e a nuvem longe de ser viável por causa da velocidade.

  • Pingback: Sorteio: Kit de memórias HyperX da Kingston « Meio Bit