Senador critica associação que culpou os games por massacre

dori_usa_24.12.12

Mais de uma semana se passou desde que a pequena comunidade de Newtown foi atingida pela tragédia na escola Sandy Hook e muitas pessoas ainda tentam entender o que levou Adam Lanza a matar 27 pessoas e depois tirar a própria vida.

Apesar de esta não ter sido a primeira vez nos últimos anos em que tal proposta tenha sido feita, muitos acham que o massacre deva servir de inspiração para que as armas de grosso calibre sejam proibidas nos Estados Unidos. A pressão logo fez com que a Associação Nacional de Rifles (NRA na sigla em inglês) se pronunciasse e como era de se esperar, eles jogaram a culpa em outras indústria.

Além de citar filmes como Psicopata Americano e Assassinos por Natureza, além de até mesmo músicas, Wayne LaPierre, CEO e vice-presidente da associação, disse que há nos EUA uma “insensível e corrupta indústria sombria que vende e semeia a violência contra as pessoas através de jogos violentos, como Bulletstorm, Grand Theft Auto, Mortal Kombat e Splatterhouse.” Por fim, ele questionou porque os americanos protegem seus bancos e prédios civis com guardas armados, mas não suas escolas, sugerindo que a facilidade encontrada pelos atiradores é o motivo dessas chacinas acontecerem.

Quando este tipo de declaração é feita logo vemos algumas reações por parte dos jogadores ou mesmo dos envolvidos na criação de games, mas o que causou uma certa surpresa foi o comentário feito pelo senador Leland Yee, que classificou a afirmação de LaPierre como “patética e completamente inaceitável”.

Considero incompreensível a NRA de repente se preocupar com os efeitos prejudiciais dos jogos ultraviolentos. Quando a nossa lei pela proibição de jogos violentos para crianças foi anteriormente para a suprema corte, a NRA ficou em completo silêncio, enquanto vários estados, organizações médicas e defensores das crianças declararam apoio aos esforços da Califórnia.

Mais armas não é a solução para proteger nossas crianças, o que é evidente pelo fato de guardas armados não ter sido o suficiente para impedir a tragédia de Columbine.

Briguinha política a parte, concordo com o senador, especialmente quando a NRA sugere que um problema complexo como este poderia ser resolvido apenas ao colocarmos seguranças armados nas escolas, até porque passa a impressão de que esta seria uma ótima maneira deles venderem mais algumas AR-15.

[via Polygon]

Relacionados: , , , , ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar
  • Edmilson_Junior

    Tem alguém com armas de fogo em Mortal Kombat?

    • Stryker.

      • Edmilson_Junior

        A última vez que joguei Mortal Kombat foi em um Master System, devo ter testado algo depois disso mas é a memória que tenho. Já existia Stryker lá?

        • strikey estava no prototipo de mortal kombat 1, mas acabou limado por causa da ram e so veio a entrar oficialmente em mk3

          • Mas tem um contexto para ele usar armas: Striker é um policial.

  • Não teve um deputado americano aí que sugeriu até que os professores andassem armados, para poder atuar na defesa da escola? 😀

  • “Turn off the videogame, son, it’s dangerous and will corrupt your mind. Now take this rifle and let’s go for a hunt.”

    • Todos procuram um bode espiatório para culpar por algo que não conseguem compreender. Minha geração cresceu com armas, de brinquedo, de chumbinho e de fogo, e com os primeiros videogames, será que quem nasceu em meados da década de setenta é duplamente mais propenso a sair matando. Pouca lógica esse tipo de argumento.

  • Ja diziam: “Armas não matam pessoas, eu mato pessoas”.

  • Paulo Sergio Alves Monteiro

    Se fosse assim, quem assistiu desenhos de Pica-Pau, Pernalonga, Tom & Jerry deveria sair atirando nas pessoas, jogando bigornas nelas, passando por cima com tratores, carros, etc, além de montar todo tipo de explosivos para tentar livrarem-se delas. Isso aí é muita falta de caráter.

    • Keaton

      Sem contar engolir o explosivo em questão numa tentativa de evitar um dano maior.

  • Plagiando o Asterix “esses americanos são uns loucos’. Quem assistiu alguns dos documentários exibidos pela tv à cabo, dos americanos se preparendo para o fim do mundo e ensinando seus filhos a atirar de metralhadora para proteger seus bunkers, sabe do que eu estou falando.

  • A senadora Gretchen Whitmer, do Michigan, também escreveu um manifesto contra as infelizes declarações da NRA: http://www.huffingtonpost.com/gretchen-whitmer/nra-wayne-lapierre-guns_b_2349771.html?utm_hp_ref=gun-control. “Como você ousa me dizer, e a milhões de outras mães, que a única forma que nós podemos manter nossas crianças seguras é rodeando-as com mais instrumentos de violência?”, ela pergunta. Vale lembrar que Columbine TINHA guardas armados e não fez a menor diferença. E, segundo um relatório publicado pelo Serviço Secreto americano em 2002, 7 em 8 responsáveis por assassinatos em massa NÃO tinham qualquer interesse em jogos violentos.

  • Pingback: Síndrome de Asperger ou Call of Duty: o que teria causado o massacre em Connecticut? « Meio Bit()

  • TiagoRL

    “Tapar o sol com uma peneira” se enquadra bem nesses casos.
    O furo é bem mais embaixo.

  • O que causou a morte das crianças não foram as armas, filmes ou jogos, foi o maluco que atirou. E sim acho que deveria ter seguranças armados nas escolas, são lugares muito vulneráveis, e contra a loucura e a maldade só exite um remédio: A Força!

    Obs.: No Brasil é quase impossível ter uma arma e morrem 50 mil pessoas por ano, na mão de bandidos armados.

  • Proibam os jogos e vendam fuzis… é muita cara de pau.

  • Leonardo Brito

    não venda um jogo (algo virtual, de mentira) mas venda uma arma e munição de verdade… ¬¬

  • O doente que matou as pessoas tinha problemas mentais, praticava tiro e sua mãe colecionava armas. Mas os idiotas dizem que é culpa de videogames. Ridículo.

  • Pingback: Associação americana de rifles lança jogo para iOS « Meio Bit()

  • Pingback: Depois de assoprar, senador americano morde gamers « Meio Bit()

  • Pingback: Fliperama tentará ajudar moradores de Sandy Hook « Meio Bit()

  • Pingback: Ah, a ironia… senador que criticou a violência dos games é preso por associação ao tráfico de armas – Blog Qart Tecnologia()

  • Pingback: Ah, a ironia... senador que criticou a violência dos games é preso()

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Walmart, Cupom de desconto Ricardo Eletro, Cupom de desconto Extra, Cupom de desconto Martins Fontes Paulista, Cupom de desconto Empório da Cerveja