Dicas para fotografar o Fim do Mundo

E, ao que parece, o fim do mundo está chegando, mais uma vez. Nem adianta a NASA fazer pronunciamento oficial dizendo que está tudo bem com nosso pequeno e frágil planeta, pois sempre vai ter aquela cambada de maluco que vai estar esperando tudo ir para o vinagre. Já que o tema até o dia 21 vai ser o Apocalipse, então nada melhor do que encarar isso com muito bom humor. O blog do BorrowLenses colocou no ar um vídeo intitulado Mayan Apocalypse Photo Survival Tips, onde de forma rápida e direta são explicadas algumas formas de melhorar suas fotos durante o fim do mundo e para que você possa registrar o evento da melhor forma possível.

São apenas três dicas, mas muito interessantes para quem não quer perder um momento importante. A primeira é que você deve ter uma lente com um bom sistema de estabilização de imagem, pois nenhum apocalipse está completo sem um terremoto. Importante não ter fotos tremidas. A segunda dica é ter uma câmera com grande capacidade de registro de fotos por segundo, pois uma das possibilidades é o surgimento de zumbis e a ação vai se desenrolar muito rápido. Uma observação aqui é que um tripé só vai te atrasar e, embora ele possa ser utilizado como arma, não vai ser muito útil no fim do mundo. E, por último, é sempre bom ter uma meia tele para fazer aquele último e impressionante retrato de família.

Útil? Nem um pouco. Engraçado? Sim, muito. Vejam o vídeo abaixo.

 

 

Relacionados: , ,

Autor: Gilson Lorenti

Geógrafo de formação e fotógrafo de coração, comecei a fotografar com 18 anos de idade (antes disso nunca tinha pegado uma câmera na mão). Depois de muito estudo veio a carreira profissional que passou por várias modalidades da fotografia até realmente descobrir o que gosto de fazer. Hoje me dedico ao ensino de fotografia, fotografia Fine Art e Books Fotográficos (gestante, moda, sensual). Tomando emprestado as famosas palavras de Ansel Adams "Quando as fotografias não forem mais suficientes, me contentarei com o silêncio".

Compartilhar