Novo layout do MySpace: primeiras impressões

O MySpace recentemente comunicou que iria passar por um processo completo de redesign. A primeira mudança foi a alteração do logo, ou melhor, a realteração do logo. Passou dos três bonecos com o nome do MySpace, para o nome MySpace com um sublinhado embaixo e em seguida foi para o atual logo que é apenas os três bonecos. Pois bem, o tal novo MySpace foi lançado e eu listo aqui as primeiras impressões que tive com o novo visual.



É uma mistura de Grooveshark com Last.fm com Twitter e Facebook. A barra embaixo é o “deck”, onde é possível colocar músicas para escutar ou montar uma rádio (Grooveshark e Last.fm). Em What’s the latest, o que poderíamos chamar também de “atualização de status” é possível inserir uma música (recomendar) ou uma foto. Detalhe que a rolagem é horizontal, bem parecida com a interface Metro.

O que eu achei bem interessante? É possível navegar no site enquanto assiste a um clipe (sim, é Michael Jackson):

O MySpace agora conecta você a outra pessoa. Tenta uma aproximação diferente das principais redes existentes, entretanto, bastante semelhante ao Google Plus.

A customização do perfil é bem simples, se comparada a versão antiga do MySpace. Invadida por adolescentes, faziam a página parecer ter sido desenvolvida em 1999. A regra é simples: permita customizar, só não permita customizar tudo. O Orkut permite customizar as cores e a imagem de fundo, Twitter idem, Facebook apenas permite customizar a foto de capa. Agora é possível customizar a imagem de fundo do perfil e as informações de exibição.

E apesar do campo de busca quebrar a usabilidade (pela usabilidade, o campo de busca precisa estar na direita do site. E o logo na esquerda. No caso do MySpace, o campo de busca está localizado na barra do rodapé), ele permite que você tenha uma ampla visão de toda a rede: Músicas, Artistas, Álbuns, Mixes e Vídeos.

Duas observações:

  1. Não, não encontrei nenhuma propaganda no novo MySpace. Será o fim das malditas propagandas em Flash, que faziam o meu computador quase queimar de tanto processamento?
  2. É difícil encontrar outras pessoas no MySpace. Fica através do campo Discover ou de busca, mas mesmo assim, acho que deveriam melhorar mais um pouco a busca por pessoas na rede.

Apesar de estar em beta (bem-vindo à web 2.0), eu achei um passo gigante para uma rede quase-morta. Eu acredito que o MySpace possa voltar na briga das redes sociais. Mas será que ele tem força suficiente para competir com o Grooveshark, Last.Fm, Twitter e Facebook juntos?

Relacionados: , ,

Autor: Yeltsin Lima

Estudante de Publicidade e Propaganda, Web Developer, gosta de escrever sobre tecnologia e raramente (agora) sobre ciência. Não sabe escrever biografias, muito menos a própria.

Compartilhar
  • http://www.facebook.com/joaofnr João Nunes Rios

    Quase morta ou não, o MySpace ainda é o único lugar onde é possível escutar artistas independentes de uma forma legal. Gosto de rock e metal e é cada vez mais difícil encontrar material desse nicho, de qualidade, sem ‘ofender’ os artistas.

    • http://twitter.com/Silver_Hawk Thiago Margarida

      soundcloud? Bandcamp?

    • Kesede R Julio

      Banda Ruptura (Campinas) neles!!! eheheheh.

  • http://ceticismo.net André

    MySpace ainda existe?

  • http://www.facebook.com/chr.oliveira Christian Oliveira

    My o quê? Para q?

  • Zilardo

    Entrar em outra rede social… uma que já morreu… subiu aos céus e ressuscitou… acho que não. Mas… veja bem… se todo mundo for pra lá pq o facebook está orkutizado… quem sabe?

    • http://twitter.com/GilbertoLucio Gilberto Lucio

      “Orkutizando”? Zezuis! Ainda tem gente que acha, quando uma coisa estoura, bomba, ela “orkutiza”? Pergunta para o dono do Facebook ou do Instragran o que eles acham dessa sua opinião. Pensamento elitista e pobre ao mesmo tempo… Pessoal esquece o que REDE não é somente um objeto usado em pescas e SOCIAL usado para definir uma maneira de se vestir…

      • Zilardo

        Se foi isso que você entendeu do meu comentário então eu falhei miseravelmente. E por isso peço desculpas.

  • http://contraditorium.com Carlos Cardoso

    Eu jurp que fui conferir a data do post.