Dell abandona mercado de celulares. Dejavu?

ripdell

Eu tenho uma relação de amor e ódio com a Dell. É a marca que mais recomendo quando me pedem dica de computador, pois sei que não vão me aporrinhar cobrando suporte. São pés-de-boi que nem os Lenovos e o Pentium IV da minha irmã funciona até hoje. Só que nunca foi uma marca pra consumidor final.

Em tempos onde até a HTC já fazia embalagens leais, meu Axim x51v aí da foto veio em várias caixas de papelão cor de papelão, sem nenhum cuidado com apresentação. Ótimo para o mundo corporativo mas não para pessoas.

Acostumada com vendas em quantidades industriais a Dell nunca entendeu o mercado formiguinha, nunca teve que criar um público do zero. Nada exemplifica mais isso do que as tentativas frustradas em lançar máquinas rodando Linux. As vendas eram pífias, e em poucos meses eram descontinuadas.

Com o mercado de PDAs foi até pior. A Dell chegou a ter o melhor equipamento do mercado, o já citado Axim x51v, mas em dois anos a família inteira foi exterminada. Depois disso ela saiu do ramo de portáteis, só pra voltar, com o Streak, um tabletfone trambolho, o Dell Venue, celular Android, e o Dell Venue Pro, celular Windows Phone.

Todos rodaram. Agora a Dell deixou bem claro: Está fora do mercado de smartphones. De vez. Jura. A sério..

O que incomoda não é o entra-e-sai (epa!) é que a Dell não dá chance a si mesma. A Samsung penou até conseguir produzir equipamentos decentes, mas insistiu, investiu e hoje é o único nome relevante fora Apple. A Dell poderia ter esse lugar, mas a cobrança interna parece impedir. Tudo tem que ser sucesso imediato, vender muito e vender rápido.

Diz a Dell que se dedicará aos tablets Windows 8.

Nós que já vimos o filme várias vezes, sabemos como vai terminar. Estou inclusive marcando na agenda para daqui a dois anos, para escrever sobre o triste fim.

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e promover seus últimos best-sellers O Buraco da Beatriz e Calcinhas no Espaço.

Compartilhar
  • “…hoje é o único nome relevante fora Apple”, você quer dizer que vende um monte não é? Porque único nome relevante foi no mínimo radicalismo. Espero que seja meramente tua opinião pessoal (uma bosta de opinião diga-se de passagem).

    • E o que isso esta errado?
      Samsumg e apple detem quase 50% do mercado de smarthphones.

      E quando digo smarthphones são aqueles aparelhos que funcionam (HTC) e não lixos lento ( motorola)

      • Keaton

        dica: smartphone não tem dois h.

        Os da Motorola não são TÃO ruins. Ao menos não depois que tu tira aquele maldito MotoBlur bugado dos infernos.

        • Foi um bug no cerebro nem percebi que tinha escrito assim. grato pelo aviso.

  • A dell é o tipo de empresa que eu não entendo como ainda esta no mercado.
    Lança copias de produtos que são sempre muito inferiores.

    Aqui no brasil então a base dela são as empresas por causa do suporte. Sera que iso dura muito tempo?

    • Well Dias

      Mas a Dell sempre teve como seu principal cliente as empresas. E enquanto for necessário computadores no mundo corporativo, haverá negócios para a Dell.
      Como já foi dito em outras palavras por Cardoso, não tem ninguém melhor que a Dell no quesito disponibilidade e suporte. Sem contar a boa qualidade dos produtos. E estas coisas são o paraíso para as empresas. Embalagens bonitas, design moderno e case em alumínio não importa.

    • A julgar pela incompetência das concorrentes no ambiente PC, com certeza vai durar.
      A Dell ganha de lavada no mercado corporativo, e isso de uma certa forma impulsiona as vendas no doméstico. Na empresa onde trabalho, por exemplo, conheço muitas pessoas que optaram pela Dell para seu micro doméstico justamente pela experiência de uso no trabalho.

  • Lenno Leal

    Uma coisa que já percebi é que “a teoria na prática nada dá certo”. Sempre leio coisas sobre empreendedorismo e vejo que uma das principais caracteristica do empreendedor é a PERSEVERANÇA. Aí, como o texto diz, os caras criam um produto que não é sucesso total e logo abandonam! Cadê a perseverança? Acho que vou parar de ler teorias e ler apenas estudo de casos reais!!!!

    • Pq vc acha que a dell ta tendo quedas no faturamento e encolheu um bocado?

    • Marcelo Mosczynski

      Eles tem perseverança, apenas tentam outras coisas repetidamente, provavelmente, alguém do conselho da Dell lê no WSJ que a sansung está estourando com algum novo gadget, e ele exige que a Dell tente pegar a onda.
      Perseverança é diferente de teimosia, se o treco não “pegou” eles pulam fora logo. Mas não deixam de tentar.
      Os guias de empreendedor dizem para perseverar mas não dizem que você tem que tentar sempre a mesma coisa, se não deu certo a pizzaria, tenta um locadora…
      PS: Os únicos que ganham dinheiro com livro de empreendedorismo são as editoras, pois normalmente os autores ganham dinheiro dando palestra…

  • A Dell não tem mais muitas opções de configuração de uma máquina. Dá para escolher a versão do windows e outras frescuras. O resto da configuração já vem fechada. :-/

  • Ouvi realmente dizer que Lenovo estava muito bom. É verdade?