Capcom anuncia Street Fighter X Mega Man

Há cerca de um mês Christian Svensson, vice-presidente da Capcom, deu uma declaração de que a editora ainda não havia desistido da série Mega Man, mas que novidades estavam por vir e para aproveitar que este ano a marca completou 25 anos de vida, assim como o Street Fighter, em uma atitude completamente inesperada a empresa acaba de anunciar um jogo que unirá os dois universos.

Para quem ficou curioso, o inusitado crossover funcionará da seguinte forma: A jogabilidade será baseada na série estrelada pelo Bombardeiro Azul e cada estágio terá como tema um lutador do Street Fighter, que assumirá também o papel de chefe e se conseguirmos derrotá-lo, ganharemos seu poder e partiremos para outra fase.

Um detalhe curioso é que o projeto surgiu da mente de um fã de Singapura e ao invés de tentar impedir seu desenvolvimento usando advogados poderosos, a Capcom enxergou ali uma ótima oportunidade de presentear aqueles que sempre gostaram do Mega Man e adotou a ideia.

Tudo isso é muito legal, mas existe outros dois detalhes capazes de deixar qualquer um ainda mais empolgado com o Street Fighter X Mega Man, o lançamento previsto para o dia 17 de dezembro e o fato de que ele será distribuído gratuitamente para PC. Portanto, quando a próxima segunda-feira chegar, basta visitar esta página, fazer o download e tentar descobrir quem é mais forte, Ryu ou o robozinho.

[via Capcom Unity]

Relacionados: , , ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar
  • o jogo todo ta feito em cima dos 8 bits??? Serio isso???? Pq desceu uma lagrima aqui quando vi isso!!!!!

    • Keaton

      Se foi de emoção, tu ainda pode jogar Megaman 9 e 10, feitos no mesmo estilo. Ambos sairam para Live Arcade (x360), PSN e WiiWare. (Não lembro se saiu para o DS/3DS)

  • Keaton

    O Mega Man não copiava os circuitos dos robôs que derrotava?
    Então COMO? Como ele copia a “vida”? :p

  • Só fico triste que de todos os jogos de franquias “grandes”, só o megaman não evoluiu =[. não tenho nada contra jogos de 8 bits..mas…a gente ve donkey kong country, super mario, metroid,sonic.Mas vamo la né o importante é a diversão.

  • Pode apostar uma E-can em quem está por trás de tudo? 🙂

    Essa ideia é tão louca que pode dar certo. Eu preferia um game mas bem elaborado com gráficos HD mantendo o side scrolling clássico, porque esse lance de insistir no 8-bit style me soa como preguiça. Mas como é uma iniciativa de um dev independente que a Capcom abraçou e ele já parece melhor que os dois insultos lançados para iOS, o remake de Rockman X e Rockman Xover, vamos prestigiar.
    E duvido que a Capcom não dê um jeito de ganhar um $$ em cima depois. :p

  • Leo_Koester

    o_O’

    Sério que a CAPCOM não tinha nada melhor do que um crossover chinfrim entre duas franquias sem NADA a ver? Triste ver que a capacidade dela se resume a explorar o Street Fighter, coisas sem sentido como Asura’s Wrath e bobagens com zumbis como Resident Evil.

    O robozinho merecia mais consideração…

    • É pelo jeito você não gosta nada da Capcom.

      • Leo_Koester

        Pelo contrário, não gosto da fase que ela está passando. BoF, Demon’s Crest, Megamam fizeram minha infância.

        • Em partes eu concordo com você, mas por mais estranho que o Asura Wrath pareça, gostei de sua demo e no fim se trata de uma nova franquia, assim como o Dragon’s Dogma e Remember Me.
          Também acho que algumas decisões que ela tomou ultimamente foram equivocadas, mas não concordo que eles estejam tão mal quanto alguns tem falado.

          • Leo_Koester

            Já tinha esquecido do Dragon’s Dogma: não havia gostado do primeiro demo, parecia que era limitado a somente andar e matar monstrinho até que vi o segundo demo e, cara, fiquei louco de vontade de jogar. Uma excelente surpresa.

    • Keaton

      Mega Man foi uma franquia fortemente ligada ao estilo sidescrolling (vulgo plataforma, um estilo que aparentemente está em baixa).

      A CAPCOM tentou diversas vezes criar novos estilos de jogos para o Mega Man e também tentou popularizar esses estilos com séries de animes, porém esses jogos -aparentemente- não conseguiram muito sucesso entre os fans e logo cairam em esquecimento. (Quem ai lembra da série Battle Networks ou a tentativa de salvar o estilo com o StarForce? Ou mesmo o furor que a Battle Network e a Legends causaram?)

      Não digo que estou satisfeito com o que a CAPCOM fez com a franquia do azulzinho, mas é complicado…
      O melhor jogo de Mega Man, na minha opinião, foi o Rockman & Forte do Super Nintendo. A versão para Game Boy Advance é horrivel…

      • Leo_Koester

        O problema é que, tanto o BN quanto o Legends fugiram completamente do foco do jogo.
        O que a CAPCOM fez como SFIV poderia servir de exemplo: belos gráficos 3D, com jogabilidade 2D, assim como o Trine fez, e com muito sucesso. Seria perfeito.

        • Keaton

          Sim. o foco, jogabilidade e parte da história foram mudados nessas franquias. Apesar disto, eu me diverti com as três séries… embora a Legends tenha os mais diversos e infames bugs. Incluindo a camera que não ajuda em diversas partes.

          Concordo, talves um jogo com “belos gráficos 3D” e “jogabiidade 2D” funcione para a franquia, mas isso não causaria furor nos que preferem os sprites? Na época, não fui muito com a cara da série Mega Man X (X4 em diante) que saiu para consoles mais avançados da época pelos gráficos, talves por birra. Atualmente esses titulos me interessam.

          • Leo_Koester

            As sprites eram o melhor que se conseguia com a tecnologia existente. Acho que já deram o que tinham para dar, apesar de jogos como Shank fazerem um bom trabalho com elas.

            Acho que sei o porque da sua estranheza com o Megaman X+: japonetização. Ao invés de procurar manter o visual mais simplista dos anteriores, a CAPCOM (mas não apenas ela, né Square Enix?) foi tornando o visual do jogo cada vez mais complexo, exagerado e poluído, como tudo que é feito no japão. Foi a mesma coisa comigo quando pus os olhos no Star Force.

  • Singapore ou Cingapura

    Oh boy, me senti um troll agora :S

    • Após a revisão ortográfica o correto passou a ser Singapura 😉

      • Lamentável essa mudança: sempre preferi Cingapura, mas se é para agradar a todos os lusoparlantes… 🙂 😀

  • dreadful

    a abertura de mega man 2 é a melhor de todas 😀

  • Pingback: Outro dia, outro game de fã do Mega Man em 8 bits. Dessa vez, baseado em MM Legends 3 « Meio Bit()