Digital Drops Blog de Brinquedo

Brasil: vendas na Black Friday foram 5 vezes maiores do que em um dia normal

Por em 6 de dezembro de 2012
emArtigo Meio Bit Propaganda & Marketing Publicidade relacionados       
Mais textos de:

Site | Twitter
  • http://twitter.com/billmask Marcelo H. Gonçalves

    A ferramenta utilizida foi a desinformação.
    O apelo foi mais para o “consumismo social” brasileiro.
    Muitos preços era engodo, tudo pela metade do dobro… mas … brasileiro gosta de APARECER!

  • http://www.facebook.com/people/Diego-Messias-Batista/100002522797622 Diego Messias Batista

    O pior é que devido ao sucesso, nada mudará no ano que vem :- ! Se tem consumidores pra que baixar os preços de verdade? Ah o brasileiro! A gente gosta de ser enrolado é isso!

    • RedVivo

      A gente vírgula. Não se inclua meu amigo. Que mania!! Eu não estou incluído. Não comprei nada.

    • http://www.facebook.com/sboorbou Samuel Santiago

      Falaria a mesma coisa, me recusei a comprar qualquer coisa, por que foi um absurdo o que fizeram… mas a dona maria, a dona zefa viram o produto pela metade do dobro do preço e compraram felizes….

  • http://ceticismo.net André

    5 vezes mais gente sendo enrolada.

    • RedVivo

      Puxa… eu vim justamente escrever isso. 5x mais otários sendo enganados que num dia comum. Já a TV que eu queria, comprei por um preço mais baixo que na Black Fraudei, a dois dias atrás. Ah, e ela tinha esgotado. O que prova que muitos otários compraram achando que estava com um bom preço.

    • http://www.facebook.com/williancostasantos Willian Costa Santos

      otários você quer dizer, vi notícias que comprovavam que os produtos estavam 5% mais caros do que em dias normais.

  • OverlordBR

    Sinceramente, não consigo acreditar nesta “estatística” de aumento de 368% se comparado a um dia qualquer de novembro. E muito menos no sucesso do “Black Friday” no Brasil. Aliás, encontrar um amigo que conseguiu comprar algo na Black Friday foi praticamente impossível: todo mundo comentava como os preços mantiveram-se iguais (ou, em alguns casos, até subiram). Eu mesmo estava monitorando 10 produtos desde uma semana antes da Black Friday. Em só um dos casos, o preço do produto caiu (5%)… em compensação, a loja online voltou a cobrar frete. :(

    • http://www.facebook.com/rodrigofante Rodrigo Fante

      Eu vi uns 10 produtos com preço bom, como iPad, algumas televisões, e poucos coisas, 99% era tudo mentira.

  • aurelio gorri

    Tem os espertos que vendem iphone de 2 mil pila;
    Tem o exxxperrrtos que compram. E acreditam em promoção.
    O mundo capitalista sempre funcionou assim.

  • http://www.facebook.com/amsalau Alexandre Salau

    Bom, mas o fato é que no site das Americanas tinha muita coisa com preço realmente bom, não os 50-70% que alguns prometiam, o que é absurdo, mas bons descontos de 20 a 40% eram fáceis de achar sim. Em diversos sites haviam boas ofertas, só precisava de paciência pra fazer comparação. Não vale comparar com Mercadolivre ou Compredachina, tem que comparar com o varejo normal mesmo.

    • http://miudostrocados.wordpress.com Rodrigo Santiago

      O que acontece é que existe um “preço de etiqueta” nos produtos, em qualquer site, em qualquer dia, aparece o famoso “de 1999 por 1599″ só que, se for pesquisar, TODO site e toda loja física vende a ~1599. É um desconto fictício. Aí joga 12%, como a Americanas fez na Black Friday, e você tem um desconto maior em cima do “preço de etiqueta”.

  • http://twitter.com/DannBrazil Daniel A.Donaduzzi

    “Americanas, “…”sites que aguentaram o tranco do excesso de acessos”. ??

    A única coisa que tentei comprar no dia foi um microsystem que já estava de olho, e realmente lá no Americanas.com estava bem mais barato que nos dias anteriores… Mas não consegui… Deu pau no site, reclamei e só me responderam dias depois, quando o preço já estava normal.

    • http://www.facebook.com/rodrigofante Rodrigo Fante

      Ainda vendem esse tipo de coisa?

  • http://www.facebook.com/meloalves João Melo

    Comprei um Galaxy S III na loja Balão da Informática pela internet, no Black Friday, dia 23/11, paguei à vista e até hoje não recebi. Mas o pior é que a loja não dá
    satisfação nenhuma, mesmo ligando todo dia. Ou seja, além do engodo com relação à maquiagem nos preços, agora as lojas vendem e não entregam e ainda incorrem no crime de apropriação indébita. Eis aí o segredo do “boom” das vendas.

  • http://twitter.com/jbmal João Melo

    A loja Balão da Informática adimitiu que não tinha o celular que eu comprei, dia 23/11, em estoque hoje. Isto é, 17 dias depois de receberem o dinheiro da venda. É assim que eles faturam: enganam o consumidor de todas as formas. Cuidado, não comprem nessa loja.