Chris Roberts critica descaso da EA com a série Wing Commander

dori_wing_05.12.123

Esta semana vimos Ron Gilbert lamentar o fato de não ter adquirido a série Monkey island e outro game designer reconhecido que se encontra numa posição semelhante é Chris Roberts, criador da série Wing Commander. Ao ser questionado se gostaria de ter os direitos sobre a marca, ele disse:

Se eu pudesse comprar o Wing Commander de volta, se estivesse sob o meu controle e não da EA, então eu definitivamente estaria interessado. Parte do que é frustrante nisso é que quando você cria um mundo e o supervisiona por um tempo e como precisei vendê-lo quando a Electronic Arts comprou o estúdio Origin, isso me impediu de voltar a aquele mundo sem que eles se intrometessem, mas eles não ligam para aquele mundo, eu ligo.

Roberts então afirmou que foi por isso que decidiu criar o Star Citizen, jogo que só no Kickstarter conseguiu levantar mais de US$ 2 milhões, já que assim ele terá controle sobre a propriedade intelectual e que para ele esse não é apenas um jogo, mas um universo que espera poder melhor constantemente e adicionar coisas legais.

A reclamação do game designer de que a EA parece ter outras prioridades atualmente faz sentido, já que o último capítulo da franquia foi lançado lá em 2007 e apenas através da Xbox Live, passando bem longe de conquistar a crítica e os fãs.

[via PCGamesN]

Relacionados: , , ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar
  • Muito pornográfica essa imagem.

  • Esse jogo não merecia ter sido abandonado, era um jogo divertido e imersivo.
    Me lembro da maravilhosa e exclusiva versão para o 3DO, Super Wing Commander, além das versões de PC.

    O mesmo se pode dizer de clássicos como Homeworld, F1 GP, Stunts, Ultima, Falcon, que embora fossem excelentes foram injustamente largados de lado.