50% da receita de aplicações mobile vão para VINTE E CINCO desenvolvedores

sonhomorrrreu

Concentração de renda é bobagem.

Uma das bandeiras vendidas com as App Stores da vida é que qualquer um pode criar um próximo Instagram e ficar rico, mas na realidade a situação é a mesma de ter Word em casa e por isso virar o próximo George R.R. Martin, ou a próxima JK Rowling, se você tiver um mínimo de apego a seus personagens.

É possível? Sim, mas a ferramenta é praticamente irrelevante. Ter acesso a ela fará pouco ou nada de diferença. As App Stores hoje são um ambiente incrivelmente darwinista, grandes estúdios entraram pesado, e você baterá de frente com EA, Disney, Rovio, Gameloft e outros. O independente tem que ser genialmente genial de uma forma digna de poucos gênios para se destacar.

Do contrário, o cenário é o mesmo de sempre:

Primeiros 20 dias de novembro, US$ 60 milhões em apps e compras in-app, no Google Play e App Store. US$ 30 milhões foram pra 25 estúdios. Sendo que existem mais de 160 mil desenvolvedores iOS registrados, e mais uns 100 mil no Android.

Pior: Das 300 Apps mais vendidas na App Store, 146 foram jogos, que demandam engines caros, muita arte de qualidade e bem mais expertise do que uma agenda de endereços. Provavelmente você não conseguirá programar um Angry Birds sozinho. Quer dizer, a física é simples, trocentos anos atrás usei como exemplo em um livro justamente por isso. Complicado é o que tem em volta.

É uma visão pessimista, apocalíptica? Não, por favor, não entendam mal, só que não é também um El Dorado, não existe mais isso de se construir eles virão. Para fazer sucesso desenvolvendo Apps hoje é preciso muito mais dedicação, talento e grana do que alguns anos atrás. Está mais difícil, não impossível.

Relacionados: , , , ,
  • http://www.meadiciona.com/charles_anjos Charles Albert

    Nada além do esperado.

  • ClaudioLisboa

    Desses 160 mil quantos criam aplicações que sejam realmente uteis, que não sejam kibadas? O numero ja vai cair bastante…

  • http://mygpl.us/peksalvo Pek

    nunca mais alguém ficara rico com um iFart ou I am Rich

  • http://www.forlogic.net/ Jeison Arenhart De Bastiani

    Concordo !
    ou seja, quer dinheiro fácil, case com uma mulher bem rica! rs…

  • Unfear

    Canso de ver agências surgindo e sumindo querendo explorar este mercado, geralmente chegam com uma ideia extraordinário que tiraram de um outro app, mas a ideia deles claro é mais genial e são mais relevantes, contratam profissionais baratos, geralmente apenas designer pois programadores são muito caros.

    • http://www.shimatai.com.br Wagner Shimatai

      Onde programador é caro?! Pagar R$ 8.000 como CLT não é caro, aliás, é preço de banana para se fazer algo extremamente complexo. Nossa área é muito desvalorizada.

      Já repararam que tudo hoje em dia depende de nossa área? Usa caixa eletrônico? Usa celular? Tem TV em casa? Vai ao médico e tira Raio-X ou faz ultra?

      Isso tudo depende de nossa área hoje em dia. Sem nós, um diagnóstico médico preciso seria quase impossível.

      • Unfear

        São Paulo mesmo é muito foda, claro existem agência que pagam certinho, mas praticamente 90% das agência pequenas não pagam nem o piso.

  • http://www.facebook.com/people/Jonas-Flesch/100001110655409 Jonas Flesch

    Resultado de um mercado altamente qualificado e competitivo, não há lugar para amadores.

    • http://www.facebook.com/people/Jonas-Flesch/100001110655409 Jonas Flesch

      Só porque é fácil se registrar e submeter um aplicativo não quer dizer que é fácil fazer um aplicativo.

  • http://twitter.com/pedrogsena Pedro Gabriel Sena

    “(…) o próximo George R.R. Martin, ou a próxima J.K. Rowling, se você tiver um mínimo de apego a seus personagens.” Discordo, Cardoso, no último livro (spoilers!) ela matou muito bruxo. 😉 (Se bem que ainda não li aSoIaF pra poder fazer a devida comparação.)

    • http://www.facebook.com/cayo.vinicius.1 Cayo Vinícius

      J.K. Rowling não matou Harry Potter. Não tenha certeza que George R.R. Martin faria o mesmo.

      • http://twitter.com/zeromaisum Camilo Campos

        Matou sim, Harry Potter morre no último livro.

        • Minatonami

          na verdade ele não morre, fica num estado intermediário, suspenso entre a vida e a morte

  • http://twitter.com/billmask Marcelo H. Gonçalves

    A profissão do futuro (TI, desenvolvedor sei la) não da futuro ao profissional… Tem TANTO advogado rico tirando 15% de precatório pago pelo governo.

  • http://www.facebook.com/people/André-Silvestre/100000531538639 André Silvestre

    Pois é… O povo acha que desenvolvimento é simples…

  • Thiago Calazans

    Por isso que soluções com crowdfunding, como o Kickstarter e o Indiegogo fazem sucesso, e trazem bons frutos, muitas ideias financiadas são realmente inovadoras.

  • http://www.facebook.com/people/Wagner-Felix/661933705 Wagner Felix

    Não só dedicação, talento e grana… Tem o fator sorte também. Sorte do primeiro grupo de pessoas a baixar a app ser justamente aquele grupo que enche o saco dos amigos pra instalar a mesma app.

  • http://twitter.com/viniciusdna ViniciusDNA

    Eu acredito que é possível fazer 2 comentários construtivos à matéria:

    1- Tem muita gente resgistrada como desenvolvedor (eu encontro um cara destes todo dia no espelho) que nunca fez nenhum aplicativo para dispositivo móvel, ou seja, com certeza a estatística está inflacionada para o lado dos não desenvolvedores.

    2- Outro fator muito importante que é ignorado pelos desenvolvedores é que não basta ter uma idéia revolucionária e saber programar o seu produto. Um dos fatores mais importantes do sucesso de qualquer produto é saber comercializá-lo. Tem que saber vender, descobrir o público alvo e ir atrás dele. Tem muito marketeiro que não sabe nada de tecnologia e muito desenvolvedor que não entende nada de Marketing.

  • http://blog-do-lucho.blogspot.com/ Lucho

    A regra de Pareto é onipresente.

  • Pingback: Quer fazer dinheiro com seu app? Torne-o freemium()