NFC não decolou. Tem culpa Apple?

nfc_payment

Antes da Era da Conectividade era essencial que um dispositivo móvel tivesse infravermelho. Todo dono de Palm adorava fazer beam de cartão de visitas, contatos telefônicos e outras besteiras. Com o advento do Bluetooth em teoria ficou melhor ainda, bastava você parear os dispositivos, digitar passwords, selecionar aplicações e de forma simples e eficiente no máximo em 10 minutos estava trocando informação.

Quando o iPhone surgiu a Apple apostou na conectividade. Seria mais simples enviar arquivos para a nuvem, para aplicações de que estabelecer conexões temporárias ao vivo. Foi uma aposta enorme, nada do que existe hoje estava estabelecido. Mesmo assim, deu certo, e de sua nuvem no céu (é fato, apareceu nos Simpsons) Steve Jobs riu de quem disse que o iPhone fracassaria por não ter suporte completo a Bluetooth.

Agora a história se repete, com o NFC. A tecnologia de Near Field Communication promete muito e promete bem; pagamentos remotos, troca de arquivos, configuração de WIFI e muito mais. É uma espécie de irmão do Bluetooth com superpoderes e menos burocracia. Só que o NFC sofre do mesmo problema do Videofone e do Croc:

Só funciona se todo mundo usar.

Um bom exemplo são os terminais da Cielo. Os mais modernos estão prontos pra NFC, mas não adianta desenvolver toda a tecnologia por trás do terminal se for usado por meia-dúzia de gatos pingados. Uma máquina de Coca-Cola que utilize NFC, cobrando na conta telefônica. Legal, não? Mas não é viável se venderem 10 latas por mês.

O NFC precisa de uma killer-app. Aparelhos de qualidade já tem a tecnologia, vide o Galaxy SIII.

O que o NFC não precisa é de mimimi, como um relatório da Juniper Research, que culpou a não-adoção do NFC no iPhone pela baixa aceitação da tecnologia.

Dizem eles que sem o apoio da Apple a confiança no NFC entre os lojistas, diminuindo a quantidade de pontos de venda com acesso à tecnologia e consequentemente a visibilidade entre os consumidores, gerando um ciclo de “indiferença ao NFC” blablabla mimimimi…

Então vejamos: A Samsung sozinha tem 32% do marketshare MUNDIAL de Smartphones, a Apple se resume a 15.5%, mas a culpa de ninguém querer usar NFC é da Apple?

Nós já vimos esse filme antes; a Microsoft odiava Bluetooth e não havia incluído suporte no Windows. A Apple odiava apps nativas e só quera webapps. No final o consumidor falou mais alto e mesmo não querendo as funcionalidades foram adicionadas.

Se houvesse uma demanda REAL por NFC a Apple não incluindo suporte estaria se prejudicando. Nada que ela faça pode impedir o sucesso de uma tecnologia atraente. Soaria como pirraça. Pirraça aliás é o que está acontecendo.

Ao invés de justificar a ausência de interesse pelo NFC, deveriam gastar mais tempo tentando torná-lo interessante. E a Apple que se rale.

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e promover seus últimos best-sellers O Buraco da Beatriz e Calcinhas no Espaço.

Compartilhar
  • Pelo menos nisso, a Nokia tem acertado: todos os aparelhos com WP lançados até agora têm NFC.

  • Fica um empurra-empurra enjoado… os grandes players não querem entrar de cabeça na tecnologia e ficam esperando que outros o façam. Os fabricantes de celular se dividem nos que não adotam a tecnologia por que ela não decolou e os que adotam pra poder dizer que tem, mas quase não usam.
    Concordo com o Cardoso, o que é falta é um killer app, uma feature muito foda que, por si só, valha a pena o investimento. Falta também um incentivo: que tal descontos em pagamentos feitos via NFC? Outros diferenciais?

  • Geralmente existe uma certa resistência a novas tecnologias, isso e normal no ser humano. Mas eu realmente tenho esse receio quanto ao celular, tipo, se já queriam roubar meu celular pelo seu valor ( tudo bem que meu smartphone já não vale nem a metade pelo oque eu paguei ), agora vão querer rouba-lo pra usar como cartão de credito. Não que eu esteja dizendo que realmente vão conseguir usa-lo, eu acredito que a tecnologia é segura, mas vai explicar isso pra ladrão cheio de droga na cabeça…

  • A culpa é de só colocarem suporte a NFC nos aparelhos mais caros. Coloquem em qualquer xing ling que o treco deslancha. Eu vivo me quebrando pra tentar transferir arquivos entre dispositivos, é um saco configurar bluetooth, além de lento, e rede ad hoc é pior ainda.

    • Dropbox e resolvido.

      • ClaudioLisboa

        Exato… É o que disse. Tudo está na nuvem, tudo esta on-line… Sejam arquivos, sejam pagamento…. Não precisa de um novo hardware para isso.
        Alias, é divertido ver os mesmos usuarios android que se vangloriam do bluetooth completo compartilhando fotos por email…. Simplesmente porque é mais pratico.

        • Tão pratico que até pendrive parece estar perdendo a necessidade.

          • ClaudioLisboa

            Não duvido que os pen drives do futuros sejam receptores/armazenadores wi-fi/4G… Ou será que já sao…

      • Não, não está resolvido porque é uma indireção e depende de internet. Apesar de muitos acreditarem, internet não está disponível em todos os cantos e nem sempre é rápida suficiente para tranferir arquivos grandes (videos por exemplo).

        Imagine tranferir 200, 300 ou 500Mb via dropbox com conexão 3G. O certo é facilitar, de forma nativa, uma conexão ponto a ponto.

    • lordtux

      É o que eu ia dizer, se bem que paises como Brasil nem é muito parametro porque smarts tops vendem bem em paises desenvolvidos, mas colocar em aparelhos mais baratos realmente seria um diferencial.

  • Me parece que novas tecnologias nunca têm uma alcance global imediato – alguns países são pioneiros. Os EUA, por exemplo. Se pega lá, pega no resto do mundo, acho eu.

    O market share do iPhone no mundo pode não ser muito algo, mas nos EUA é 33%. Nada desprezível. Se não há NFC para iPhone, é um problema considerável.

  • Existe muito overlap de tecnologia, mais uma para fazer aquilo que já estamos fazendo faz tempo, para pegar tem que matar a tecnologia anteriror, igual a Intel faz com seus processadores.

  • ClaudioLisboa

    Enquanto isso o PayPal e seu sistema de pagamento on-line vai de vento em popa. Pra que usar um pagamento NFC, se na boca do caixa do mercado posso enviar um pagamento on-line apenas chacoalhando o celular? Creio que a apple não quer colocar mais um hardware nos seus aparelhos, sendo que tudo JÁ PODE SER resolvido on-line. O que você disse sobre arquivos na nuvem e bluetooth, ja vale para para pagamentos, basta as empresas e mercados adotarem o paypal, ou as operadoras de credito desenvolverem suas ferramentas online. Ao que parece, para Apple, o NFC nasceu ultrapassado. Não vale aumentar peso, espessura e custo dos aparelhos por algo que, de certa forma, ja existe.

  • Ótima a comparação entre a facilidade de uso do infravermelho e do bluetooth!

  • Carlos Eduardo
  • Nunca mais tinha visto o pessoal reclamar que a Apple nao adotou o NFC, achei que já tinham superado esse fato. A tecnologia é genial, ela é realmente útil e inovadora, mas nunca vai decolar se as pessoas nao descobrirem a utilidade dela no dia a dia. Aos poucos surgem aparelhos que vem com tags nfc junto, que já ajuda um pouco. O problema é que as pessoas nao conseguem ver uma grande vantagem em algo assim. Sim, faz coisas incríveis, mas para isso você tem que aprender a usar.

    Resumindo. É bom vários aparelhos terem nfc porque é relativamente barato e algum dia poderá ser realmente útil. Eu uso, as vezes. 🙂

    O iPhone só vai ter se for algo amplamente utilizado ou se for algo que ninguém tem ainda, sempre é assim.

  • Pingback: Mobile Payment e o jeitinho brasileiro « Meio Bit()

  • Pingback: Mobile Payment e o jeitinho brasileiro | Diário de um Câncer()

  • Pingback: iBeacon pode ser uma dura resposta da Apple ao NFC()

  • Pingback: iBeacon pode ser uma dura resposta da Apple ao NFC | Mais Digital Blog()

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Walmart, Cupom de desconto Ricardo Eletro, Cupom de desconto Extra, Cupom de desconto Adidas, Cupom de desconto Submarino, Cupom de desconto Americanas, Cupom de desconto Casas Bahia