Ron Gilbert lamenta não ter adquirido franquia Monkey Island

dori_monk_03.12.12

Quando soubemos que a Disney havia quebrado o porquinho para juntar alguns trocados e adquirir a LucasFilm, a primeira coisa que passou pela cabeça de muita gente foi sobre o futuro da marca Star Wars, mas como o negócio também envolvia as subsidiárias controladas pela companhia de George Lucas, várias outras marcas criadas pelos estúdio de games poderá ser afetada e uma delas é a Monkey Island.

A série criada pelas lendas Tim Schafer e Ron Gilbert tornou-se uma das mais adoradas da indústria e este comentou sobre como é ver aquilo que ajudou a desenvolver passar para as mãos de outra companhia:

Acho difícil acreditar que a Disney poderá fazer algo com ela, simplesmente porque penso que eles possuem muito mais coisas importantes que os farão ganhar muito mais dinheiro. Star Wars, por exemplo, apenas para citar uma delas e eles até disseram que estão focados em jogos para dispositivos móveis, que não farão jogos para PC ou consoles. Então, não imagino que eles irão fazer algum Moneky Island e penso que a série nem estava em seu radar quando adquiriram a LucasFilm.

De certa forma isso é triste. Sim, eu gostaria de ter adquirido o Monkey Island e o Maniac Mansion, sabe? O fato da LucasFilm ser a proprietária eu aceitava, porque eu os criei para ele, mas agora que foram adquiridos por outras pessoas, isso me incomoda.

Já sobre a possibilidade de adquirir a franquia junto a Disney, Gilbert disse que isso não seria muito fácil, já que a empresa não precisa de dinheiro e por isso ele não seria capaz de oferecer um quantia que torne o negócio vantajoso para a turma do Mickey e por isso caro leitor, é bom não criarmos muitas expectativas de um dia vermos o lançamento de um novo Monkey Island, infelizmente.

[via VG247]

Relacionados: , , ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar
  • Aposto que Tim Schafer também lamenta não ter comprado Full Throttle. =

  • DigaFS

    Talvez essa experiência lúdica dos adventures de outrora nunca mais seja explorada por grandes companhias, visto que os amantes dessa experiência já envelheceram e não têm mais tempo para jogar algo muito além de um jogo casual. Sim, estou falando de mim.

    • Joguei ilha dos macacos no tablet, com emulador do scrum… esse tipo de jogo é extremamente agradável de se jogar num dispositivo com tela de toque, contanto que se façam algumas pequenas alterações… eu pelo menos vejo futuro pra adventures assim, mas vamos ficar na torcida

  • Carlos Gasparetto

    Mas e a Tell Tale Games? Ela chegou a lançar um novo Monkey Island. Não acho tão impossível eles pedirem autorização novamente para uso da marca.

    • Sim, mas daí resta saber se a Disney irá licenciar. Por isso eu disse anteriormente que Star Wars 1313 será referência de como a empresa irá se comportar com games de consoles daqui pra frente. Quanto a licenciados, a referência é o TOR.

  • Pingback: Chris Roberts critica descaso da EA com a série Wing Commander « Meio Bit()