Alerta a Blogueiros: Microsoft matará o melhor editor de blogs do Universo

Houve um tempo em que era basicamente impossível compor um post de blog sem ter profundos conhecimentos de HTML (se é que dá pra ser profundo em HTML). Tabelas? Inferno. Imagens? Uma desgraça. Mudar cor de texto? Era mais chato que formatar texto no Carta Certa. Nessa época surgiram algumas alternativas, como o Zoundry, um editor bem decente. Então, sem aviso, caiu do céu o Windows Live Writer, uma solução totalmente profissional da Microsoft. Gratuita, compatível não só com os serviços deles mas com Blogger, WordPress e outros hospedeiros.

O WLW tinha plug-ins, correção ortográfica, recursos avançados de imagem como rotação e marca d´água, etc, etc e mais etc. Nunca foi um produto de peso, mas era membro importante da família Live Essentials, trabalhando muito bem integrando serviços como Mapas, Skydrive, etc. Como vitrine tecnológica, excelente.

Só que com o Windows 8 tudo mudou, e a Microsoft parece não ter mais interesse em investir na família Live de aplicações. O Live Writer tem vários pequenos problemas com o Windows, o redimensionamento de imagens não funciona mais automaticamente, por exemplo. Nada que seja suficiente para abandonar a aplicação, mas sem suporte e desenvolvimento, ela VAI se tornar inútil, na primeira grande mudança do Blogger ou WordPress.

Um usuário está fazendo um Abaixo-Assinado pedindo que a Microsoft volte atrás, ou ao menos libere o código-fonte do WLW como Open Source. Tenho pouca esperança em qualquer uma das possibilidades.

Há mercado para um bom editor de blogs no Windows, mas não há alternativas. O Windows Live Writer matou todos, apenas por ser excelente. Colocamos todos os ovos em uma cesta só.

A única alternativa semelhante é o Word 2013, que tem um módulo de blog, o qual estou testando neste momento. De cara ele não parece funcionar bem com as categorias. Esperemos que ele ao menos quebre o galho.

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e promover seus últimos best-sellers O Buraco da Beatriz e Calcinhas no Espaço.

Compartilhar
  • Uma das coisas de que mais senti falta quando migrei definitivamente para o Mac foi o Live Writer. Na época, ainda tínhamos o blogo, que quebrava o galho. Hoje em dia, todas as soluções são risíveis frente ao WLW em ambas as plataformas. Tomara que a MS ao menos libere seu código fonte e alguma alma caridosa mantenha o seu suporte.

    • Tenho preferido usar o editor nativo do WordPress. 😉

    • Uma época cheguei a instalar Windows via Parallels só pra rodar o WLW no Mac.

      • Convenhamos… o editor nativo do WordPress nem é tão ruim assim. Melhorou bastante nas ultimas versões.

  • Luandersonn

    Meu primeiro comentário no meiobit o/
    É uma pena a Microsoft descontinuar o WLW, ele realmente quebrava muito o galho. Um app Metro (Modern, estilo Windows Store ou seja lá como a Microsoft chama) viria a calhar para mim. =D

  • Putz, Carta Certa pegou pesado, rsrs. Eu preferia o Wordstar e o SideKick para programar, lembra desse?

    • OverlordBR

      Eu era do tempo do Magic Window… 🙂

    • Do Wordstar só lembro do clássico de toda vez que alguém na sala de aula perguntava “como desmarca bloco mesmo?” e alguém respondia alto “Ctrl + KH”, e a gargalhada se seguia, invariavelmente.
      O professor bem que avisou que esse seria o único comando que todos lembrariam. Dito e feito. 🙂

    • Hollander

      Shift Esquerdo + Shift Direito.

  • Keaton

    Nossa… ter de comprar o Word só para escrever blog deve ser dureza, :p

    Existem algumas boas alternativas sim, eu usava o Qumana e o BlogDesk. (Não lembro se os nomes são esses mesmos, mas acredito que sejam.)

  • Eu costumo utilizar Scribefire. Ele é um ótimo add-on para firefox/chrome. Você pode ler uma matéria em que você se baseia para escrever um artigo, sem precisar ficar mudando de aba, uma vez que o Scribefire fica na área inferior do browser. Tem grande integração com qualquer serviço configurado. Muito bom. Recomendo.

  • Sinceramente? Vcs dariam o codigo fonte de um programa pra uma grande maioria que é anti microsoft?

    • Unfear

      Se a Microsoft fosse burra não, deixa eu ver, publicidade positiva de graça entre todos os Blogueiros do globo?

      • Publicidade positiva? Ainda esta nos anos 90? Microsoft não precisa de publicidade positiva de um nicho que boa parte ainda escreve M$…

  • Qndt

    E o w.bloggar? Não existe mais?

    • Keaton

      w.bloggar caiu em desuso depois que o WLW apareceu.
      Para ter idéia de quão defasado ele era: nem WYSIWYG ele era. :p
      (Sim, eu usava ele. haha)

  • Outro produto da família live que atendia muito bem um nicho específico era o live Mesh, que ao contrário do skydrive, permitia sincronizar computadores pela rede local independente do local da pasta e sem precisar fazer upload de 200gb para a nuvem. Em um escritório de arquitetura sem um servidor central quebrava um galhão. Mas totalmente irrelevante frente às facilidades do novo skydrive, segundo a Microsoft.

    • Teste o Cubby, o aplicativo beta de nuvem e sincronização da LogMeIn.
      Muito bom!

  • vickad

    Estranho ler “tudo mudou” e ser num produto da Microsoft! hsuahsuashuashuas

  • Augusto Costa

    Há uns 3 anos o editor w.bloggar era bem prático e se não me engano tinha integração com Blogger e/ou WordPress.

    http://bloggar.com/

  • Suponho que as mudanças aleatórias de fonte em alguns textos seja devido a isso, então… 😛

  • Flávio Cardoso

    Relembrar o Carta Certa não tem preço!