É Hoje! [Foi ontem, na verdade] – Campus Party Recife

É hoje, que eu chego na Campus Party. O evento começou desde ontem, localizado no Centro de Convenções de Pernambuco, bem menor do que o Anhembi, mas suficiente para cerca de 1.999 nerds-virgens campuseiros. Para se ter uma idéia, a edição de São Paulo contou com 7.498 nerds-virgens campuseiros (se você se esforçar, vai entender o motivo pelo qual o número não é exato. #oversharing).

A Campus de Recife é dividida em quatro cenários Pitágoras, Galileu, Michelangelo e Stadium. E eu não faço a menor idéia por que resolveram complicar com nome dos personagens históricos… O que significa cada nome desse: Pitágoras são os assuntos de desenvolvimento, sistemas operacionais, software livre, segurança e redes. Galileu significa robótica, modding e hardware, astrologia astronomia, nanotecnologia, biotecnologia, hacking e biohacking (dizem que Galileu já praticava hacking desde aquela época). Michelangelo é música, design, fotografia, vídeo, mídias sociais e blogosfera. Por sinal, a cor é rosa e Michelangelo gostava de fazer escultura com necas. Ainda tem o Stadium que é a área de games.

Ainda vai rolar áreas sobre empreendedorismo (me gusta), campus fórum, green tech, wayra content (uma espécie de concurso), barcamp (onde é proibido beber) e alguns outros eventos. Aí gente, preferia a época antiga da Campus Party. Onde eu fui filmado por uma grande emissora de televisão de bunda pra cima (ui), bêbado e dormindo no puff.

Além da quantidade de informações trocadas no evento e da possibilidade de aumentar o seu network (para os que resolvem se comunicar, ao vivo, com a pessoa a sua frente) é também um espaço para relaxar (exceto quando se vai dormir: saco de dormir = inferno em pessoa).

Enfim. Chegarei hoje na Campus Party Recife, o avião atrasou. Mentira, quase todo mundo sabe que eu moro em Recife, só que estou em viagem 🙂 Dormirei na barraca. Visitas, masculinas, estão permitidas. Quem quiser falar comigo ou me convidar para beber junto, também estou aberto.

E eu nunca escrevi um post com tantos duplos sentidos antes. Pena que o Cardoso não gosta da Campus Party, se não, eu iria visitá-lo na barraca, à noite, de cueca. Só que não. E o Felipe está chocado com este artigo. E provavelmente o Nick me demitirá (não me demite não Nick :~).

Não vou prometer, mas tentarei escrever mais de dois artigos por dia (sem duplos sentidos) sobre a Campus Party Recife e sobre as coisas curiosas, malucas e divertidas que só a Campus Party Recife pode lhe trazer (não, não estou desmerecendo as outras, só estou exaltando por que eu quero que aconteça novamente outra Campus Party em Recife).

Relacionados:

Autor: Yeltsin Lima

Estudante de Publicidade e Propaganda, Web Developer, gosta de escrever sobre tecnologia e raramente (agora) sobre ciência. Não sabe escrever biografias, muito menos a própria.

Compartilhar
  • marcoarthuso

    Gostava mais quando os bebados sem noçao publicavam apenas nos comentários… que artigo patético.

    • Gostava mais quando os imbecis não frequentavam a Internet, ou, pelo menos, estavam trancafiados no Orkut.

      • marcoarthuso

        bons tempos…

      • Rafael Vieira

        Tenho a ligeira impressão de que o imbecil que não devia frequentar a internet não entendeu a inDIRETA.

    • <3

    • E eu estou sóbrio. Só escrevo bêbado no meu blog. Ou não.

  • Curti bastante o texto… Tô aqui na #CPRecife também e já identifiquei pecinhas hilárias por aqui. hihi

  • mosaias

    Começou a Campus Party em Recife?… Caramba, está tendo pouca divulgação ou eu não estou acompanhando direito?…

  • Yeltsin Lima gostei muito do artigo, bem humorado e trollando o Cardoso ;-D.

  • Gostei, melhor que aqueles releases chatos..

  • Pingback: Campus Party 2013 – Pague mais, por menos « Meio Bit()

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples