Crytek diz que falta de F2P nos consoles é culpa das fabricantes

dori_warf_26.06.12

Há duas semanas Cevat Yerli, CEO da Crytek fez uma revelação um tanto bombástica dizendo que o Crysis 3 será o último jogo da empresa vendido da maneira tradicional, com os próximos adotando o modelo Free-to-Play.

Esse tipo de distribuição tem se tornado cada vez mais popular nos computadores, mas você já reparou que jogos gratuitos quase não existem nos consoles? Pois de acordo com o executivo, esse problema está acontecendo devido as fabricantes e não por causa das desenvolvedoras.

Porque os jogos Free-to-Play online não estão muito difundidos nos consoles? Você deveria perguntar à Microsoft e à Sony sobre isso. Vemos o futuro dos consoles como Free-to-Play – idealmente focados no Free-to-Play. Isso é o que eu quero ver no futuro, mas infelizmente nem todos compartilham desta visão, devido a várias outras razões.

Ainda segundo Yerli, há um ano e meio a Crytek vem conversando com Microsoft, Sony e Nintendo sobre a possibilidade de lançarem o promissor Warface em seus consoles, mas todas parecem não demonstrar muito interesse nesse modelo por temerem que os varejistas deixem de vender seus aparelhos. Um exemplo citado por ele é a Apple, que não teve medo de correr o risco de romper relações com as lojas física porque se isso acontecesse, ela mesma distribuiria o hardware em suas lojas.

Outra opinião polêmica dada pelo executivo fala sobre a chegada da próxima geração, que segundo ele deveria acontecer o quanto antes, já que os próximos tablets que chegarão ao mercado deverão ser muito parecidos com o Xbox 360 e Playstation 3 em termo de poderio e como eles poderão ser ligados às TVs, não haveria motivo para comprarmos outro videogame.

[via CVG]

Relacionados: , , ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar
  • Keaton

    O que “lançarem o promissor Warface em seus consoles” influenciaria em “os varejistas deixem de vender seus aparelhos”? Não entendi bem esta parte. o.o

    • Esse jogo pode ser uma grande revolução para os jogos F2P e se ele for tão bom quanto está prometendo e conquistar muitos jogadores, tê-lo nos consoles poderia fazer com que outras desenvolvedoras queiram seus jogos F2P nos consoles.
      O problema é que com jogos gratuitos nos consoles, poderia diminuir o interesse dos jogadores em comprar games fisicamente, o que seria ruim pros varejistas, o que poderia gerar retaliação e a melhor maneira deles fazerem isso seria deixando de vender consoles, cuja margem de lucro é muito menor que a de games.

      • Mas isso já está acontecendo com a vende de muitos jogos direto por Download. Tudo bem que não são classe AA mas é um prenuncio do que estaria por vir. Os varejistas tem que se preparar para substituir os jogos físicos nas prateleiras por outras coisas.

      • Keaton

        Agora sim. 🙂

        Os varejistas podem vender vouchers de créditos para o jogo ou coisa do genero. (Como já acontece com certos MMOs, XBOX Live e Wii Points.)

        Mas sério, gosto mais da idéia de comprar e baixar o jogo online na hora, podendo jogar em duas ou oito horas. (Steam = melhor idéia no mundo dos jogos.)

        Sair procurando a versão fisica do mesmo pode ser frustrante. Se fosse por mim, já tinha extinguido a versão fisica dos jogos. :p

  • Pingback: Crytek clama por F2P nos consoles – Meio Bit()

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Walmart, Cupom de desconto Ricardo Eletro, Cupom de desconto Extra, Cupom de desconto Martins Fontes Paulista, Cupom de desconto Empório da Cerveja