Passaralho 2013 na Nokia: 10 mil demissões e 3 unidades fechadas

eanokiaehcoisanossa

O bicho está pegando, a Nokia não tem mais O Poder do Samurai. A mais japonesa das empresas de Espoo reportou em seu balancete um preju de US$1,2 bilhões, no 1o trimestre, 29% de queda nas vendas e as projeções para o resto do ano não são nada atraentes, mesmo definindo Susan Boyle como atraente.

A empresa está apertando o cinto e com isso vai reduzir sua força de trabalho em 10.000 cabeças, além de fechar dois centros de pesquisa, na Alemanha e no Canadá, e uma fábrica na Finlândia.

Os fanboys, claro, estão comemorando. Zoar a Nokia e a Microsoft é divertido, dane-se que 10 mil pessoas perderão seus empregos, e dane-se que essa situação já era esperada desde muito antes da entrada da Microsoft na jogada.

A Nokia palmou legal, perdeu o bonde da Inovação, deitando-se sobre seus louros (ou louras, Finlândia é outra coisa!) e não entendendo que Smartphones deixaram de ser coisa de nicho geek no momento em que o iPhone foi apresentado.

Mesmo o Google, que é campeão na filosofia “NIH – Not Invented Here”, onde nada de fora presta, viu que podia morder o mercado e alterou substancialmente o Android, que era muito mais “cara de Symbian”.

Sem conseguir vender seus smartphones e vendo os celulares convencionais enfrentando uma infinidade de concorrentes mais baratos e tecnicamente similares, a Nokia ainda perdeu tempo com aparelhos como o N800, uma abominação que ninguém sabia direito o que era (mas eu queria muito um).

A chegada da Microsoft foi e ainda está sendo a Aposta Final, uma terceira via unificando as 4 Telas (tablet, telefone, PC e TV) quando a Microsoft mal dominava uma e mesmo a Apple só tinha controle de 3. É ousadia, até arrogância achar que a Nokia se recuperará? Tradicionalmente a Microsoft leva anos para se posicionar em um mercado, mas a agilidade do setor de telefonia não está dando esse tempo ao tempo.

Estamos em uma corrida: A Nokiasoft vai ter fôlego para mais dois anos de pedreira, pelo menos? Ou vão correr atrás do prejuízo inalcançável, cancelar a linha Windows, migrar a produção pra China e viver de vender pobrefone pro Sudão do Sul?

Parte das mudanças já começaram. A Nokia vendeu 90% da linha Vertu, aqueles celulares com tecnologia de 15 anos atrás mas cheios de pedraria, Ouro, Platina e cristais, para ricos otários.

Por enquanto os Nokias Windows Phone são o Opera dos celulares, o melhor que ninguém usa, mas sem eles a Nokia não teria nada. Nem alguém para botar a culpa.

Relacionados: , ,

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e promover seus últimos best-sellers O Buraco da Beatriz e Calcinhas no Espaço.

Compartilhar
  • Humberto Henrique

    Tá só confirmando o q qualquer um sabia, tem q escolher bem o parceiro senão vc dança.

  • Jeronimo Barros

    Cardoso, so’ uma correcao: Zoar a Nokia e a Microsoft *NAO* é divertido, e’ consequencia… 😉

    Se parassem de ser cabeca-dura e colocassem Android num dos excelentes hardwares que produzem, ai’ sim teriam chance de sair do buraco.

    • Concordo contigo!
      Isto é o mercado!
      É como podemos citar o exemplo da Apple Vs Microsoft. Enquanto a Microsoft fez um S.O para arquiteturas de fácil aquisição a Apple elitizou seus produtos e perdeu a oportunidade de ser tão popular quanto o PC.
      A Google pode não ser uma grande incubadora de tecnologia que você mesmo citou no texto, mas eles tiveram a mesma visão que a Microsoft teve lá no passado, faça algo funcional e acessível.Pronto!
      Nos dias de hoje uma vacilada como a Apple vem fazendo, lançando produtos “descartáveis” poderão sofrer as consequências como a Nokia está sofrendo.

    • Para que? para ser mais uma entre a grande infinidade de produtores de android?
      O google ia injetar a mesma grande que MS injetou na Nokia? Com certeza não!
      Ia ser só mais um tentando morder um pedaço do próprio mercado do android e o pior ia chegar por último com menos Know-how…
      Agora só o futuro dirá quem estava certo, eu estou apostando nessa da nokia + windows phone

  • Xultz

    A boa notícia é que não escolheram fechar a unidade brasileira…

    • Ou seja, por aqui a vergonha continua.

      • Realmente é uma vergonha manter os CENTENAS de funcionários empregados.

        • Então o negócio é fazer caridade?

          Fazemos um produto de baixa qualidade e que está ficando a margem do negócio, vamos tomar um prejuízo danado, mas vamos fazer isso por uma boa causa: dar emprego a algumas centenas de pessoas.

          Te garanto que isso não é a visão/missão da Nokia ou qualquer outra empresa. Altruísmo é negócio só pra algumas ONG’s.

          • Rodolfo da Silva Carvalho

            Não é caridade. Se a Nokia não divulgou demissões ou fechamento de unidades no Brasil significa que a situação por aqui não está critica. Se for necessário demissões aqui, ela fará sem dó.

  • E muito triste ver uma empresa que já foi o sinomimo de telefone celular de qualidade na época do nokia 5120 não ter tido uma boa estrategia para as mudanças de mercado. Não acredito que a Nokia vai acabar por causa disso, mas ela vive uma concorrencia muita acirrada. Tenho um colega que tem um Nokia Windows Phone, e posso dizer que o negocio funciona e é bom, mas eu prefiro Android, pelo preço e flexibilidade, mas muita gente não precisa dessa flexibilidade, uma coisa mais padronizada poderia ser melhor, so que nesses casos eles preferem um iphone, que já esta consolidada no mercado. Pra mim a solução seria dar varios celulares como forma das pessoas comentarem oque acham do celular com Windows Phone, por que por enquanto pouca gente quer experimentar, ou mesmo conhece a alternativa, e todos sabemos o poder de uma propaganda boca a boca nos tempos de facebook e twitter.

  • A nokia parou no tempo, ficou perdida em que caminho seguir depois de tardiamente ver que o symbian já estava ultrapassado. Como se todos esses erros não fossem suficientes ao invés de migrar para o Android com hardware diferenciado e suporte melhor que a concorrência ela preferiu apostar no natimorto windows phone, uma empresa perdida apostando num SO azarão. São erros demais…

  • Geovane da Silva Coelho

    Caso ela sobreviva, em 2014 vai ser o ano da Nokia, por um motivo simples, o lançamento do Windows 8 em 2012 e a integração que a Microsoft está prometendo (W8+WP8+Xbox). Como o sistema são parecidos, aqueles que adaptarem ao W8 provavelmente optarão em escolher como um futuro smartphone um WP8. Agora, se a galera não gostar do W8 ai o barco afunda de vez.

    • win 95 = Mal recebido pelo mercado.
      Win 98 = Bem recebido pelo mercado.
      Win ME = Mal recebido pelo mercado.
      Win XP = Bem recebido pelo mercado.
      Win Vista = Mal recebido pelo mercado.
      Win 7 = Bem recebido pelo mercado.
      Win 8 = ????

      É… ta na hora de vender minhas ações da nokia.

      • e o Win 2000?

        • Essa linha era outra… O windows 2000 estava mais para um sucessor ‘puro’ do NT para ambiente empresarial.
          A partir do XP as coisas se confundiram um pouco já que este absorveu muita da estrutura do NT, mas até então eram coisas mais separadas.

      • O 95 foi bem recebido pelo mercado, teve problemas claro mas nesse caso havia a justificativa da mudança para 32 bits. O 98 que prestava era o OSR2… O XP o SP2. Acho que o Seven é o único Sistema ‘limpo’ que vejo a MS lançar. O 8 tem tudo para ser uma bagunça… Tentarão integrar ‘finalmente’ os Nokia phones, XBOX, ‘Dropboxes’, MS Tablets, etc, etc, etc, etc. Mas é necessário que seja assim… É chegado o tempo dessas coisas.

  • Edmilson_Junior

    Com relação ao custo x beneficio a Nokia está perdendo mercado, WP sem microSD não me ajuda em nada, sem poder trocar a bateria e uma lista de aplicativos menor não e a impossibilidade de personalização o tornam atraente.

    • Iphone também não tem entrada para microSD e não vejo ninguém de mimimi por ai…

      • Edmilson_Junior

        Lumia 8GB, iphone 16~64GB. Se fosse 16GB eu não reclamaria. Alem da maior disponibilidade de aplicativos.

  • Saint-Clair Stockler

    Não posso evitar de me sentir um tanto quanto melancólico com a tristíssima queda da Nokia. Mas que sirva de lição para outras empresas, tipo Google, Facebook e Apple.

  • A unica saída que a Nokia tem é adotar o Android, pelo menos em uma parte da sua linha se smartphones. Se essa linha Lumia saísse com Android, concerteza iria ser campeão de vendas igual o iPhone ou Samsung.
    Há uns 4 anos atrás eu comentei num artigo identico a este que em 10 anos ninguém iria lembrar que existiu uma empresa chamada Nokia que dominou o mundo dos celulares. Hoje vejo que as minhas previsões eram muito otimistas. No máximo em +2 anos a Nokia irá entrar em falência.

  • Os empregos que a Nokia cortou por perder faturamento outra(s) empresa(s) cria(m) já que o mercado em si não diminuiu. Fico triste com a Nokia pela ‘simpatia’ que tive pela empresa mas esse era um movimento esperado.
    Eu não boto muita fé no sucesso dessa parceria, mas não tenho provas exaustivas. A MS sempre vai ter sua fatia do mercado de SPs por causa da integração ‘nata’ com o windows, o ecossistema On Line e mesmo com algumas soluções empresariais. A tendência é a Nokia ser incorporada de vez e perder a identidade, em alguma medida parecido com o que fizeram com a RARE.

  • Enquanto isso, estou há dois anos satisfeito com um Nokia E71 e compraria outro Nokia com o “ultrapassado” Symbian.