CryEngine 3 mostra como um carro pode ser destruído

Uma das coisas que mais tem me impressionado na atual geração é a capacidade das engines evoluírem, apresentando efeitos que muitos não achavam que elas seriam capazes de exibir. Um bom exemplo disso está no vídeo abaixo, onde podemos ver um veículo sendo jogado contra uma série de objetos.

A demo técnica é uma mistura da CryEngine 3 com o simulador de código aberto Rigs of Rods, onde o seu principal diferencial é um sistema de física conhecido como soft-body, que tenta recriar a maneira como objetos podem ser deformados. Como o motor da Crytek já possui uma avançada simulação de física, o resultado rodando a 100 quadros por segundos é simplesmente hipnotizante.

Eu só não gostei muito da parte onde a caminhonete é mostrada numa floresta, por ter a sensação de que ela parece leve demais e por ter certeza de que controlar um carro tão rebelde num jogo não seria muito divertido, mas de qualquer maneira, seria muito legal ver um Grand Theft Auto com uma qualidade de destruição deste porte.

[via Eurogamer]

Relacionados: , , ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar
  • Keaton

    Bater carros? Que tipo de fetiche doido é esse? xD

    Falando sério agora, tava indo tudo muito bem até uns 10-15 segundos antes do final… onde a roda do carro claramente passou a rampa. :p

  • Meu… Adicionasse esse modelo à engine EGO… DiRT 4 (se for purista de rally, please) seria a coisa mais linda do mundo

  • Ainda se vê uns problemas de colisão de polígonos, ali mesmo na simulação de crash-test (o canto da parede entrando no capô do carro e saindo sem deixar a deformação correta). Mas mesmo assim é impressionante, o realismo dos efeitos 🙂

  • Eu só não gostei muito da parte onde a caminhonete é mostrada numa floresta, por ter a sensação de que ela parece leve demais e por ter certeza de que controlar um carro tão rebelde num jogo não seria muito divertido, mas de qualquer maneira, seria muito legal ver um Grand Theft Auto com uma qualidade de destruição deste porte.

    Colocaram uma anotação no vídeo para explicar que é devido o fato de estar em câmera lenta, e não ter “gravidade lunar” 😀

  • Realmente muito impressionante a nova engine da Crytek. Seu último paragrafo resumiu o que eu pensei quando eu vi o vídeo, gostaria de ver os jogos que eu já gosto com elas, em especial o GTA.

    Mas só tenho medo que fique realístico demais e perca a jogabilidade do game, como encontramos em alguns jogos de corrida, onde tem que ser profissional para ganhar ou ao menos conseguir terminar uma corrida.

  • marcos.petropolis

    Em breve no cinema mais próximo.