Games
Games
Digital Drops Blog de Brinquedo

Sniper Elite V2 – Análise

Por em 29 de maio de 2012
emAnálises Computadores Microsoft Sony relacionados    
Mais textos de:

Site | Twitter
  • http://nada-aqui.posterous.com Marcio Neves Machado

    Opa, o jogo tem multiplayer competitivo, sim. Pelo menos a versão de PC tem. Eu ainda não a joguei, mas quando você entra no cenário inicialmente parece que você está sozinho lá, mas é porque todos os outros snipers estão escondidos e é praticamente uma competição de quem se esconde melhor e detecta os outros primeiro. Pelo menos foi isso que me foi dito. Tanto que o menu inicial tem lá: Singleplayer, Cooperative e Multiplayer, como as três primeiras opções

    • http://www.vidadegamer.com.br/ Dori Prata

      Cara, no PS3 não tem não, só cooperativo, mas vou atualizar na análise..

  • http://nada-aqui.posterous.com Marcio Neves Machado

    E sim, o jogo não tem quicksave, só checkpoints, o que muitas vezes é um problema, ter que voltar um bom pedaço lá para trás caso morra ou saia do jogo para continuar depois

  • Rafael Vasconcelos

    Eu joguei só o Demo no PC e no Xbox. Não gostei não, o jogo obriga você a partir pra ação. Eu gostaria se fosse mais stealth.

    • http://www.vidadegamer.com.br/ Dori Prata

      Muito pelo contrário, o jogo incentiva a todo momento nos mantermos escondidos e cabe ao jogador encontrar a maneira de fazer isso, o que não é fácil.
      Como disse no texto, encarar mais de um soldado ao mesmo tempo é quase suicídio.

      • http://www.facebook.com/duduyglaucy Eduardo Borges de Souza

        Como o caro amigo Dori falou, o jogo nos obriga à ficar no anonimato, no permitindo usar armas com silenciadores e até mesmo nos aproximar do inimigo, enforcando-o logo em seguida, mas no caso de inimigos à distância faz-se necessário o uso do sniper. Dou nota 85 pelo fato de o jogo ser muito curto, mas valeu a compra, isso sem mencionar o DLC que acompanha trazendo a missão de assassinar o bigodinho nazista, o Füher.

        • http://nada-aqui.posterous.com Marcio Neves Machado

          Pois é, tem dessas. Nem sempre dá para ficar 100% anônimo, mas alguns cenários permitem isso, onde você pode usar barulhos ambientes para mascarar o disparo da sua sniper e ir eliminando os soldados alemães um a um, se bem planejado

  • Victor Campos

    Eu achei um jogo apenas legal. A nota média 6,4 no Metacritic é bem precisa para avaliá-lo.

    Gostei do modo de save por meio de checkpoints. Isso incentiva os jogadores a pensarem seus atos antes de executá-los, ao contrário de ficarem na tentativa-e-erro que o quicksave permite.

    Pontos fracos que encontrei: (i) a mira dos inimigos é sempre perfeita (no hard), até mesmo com armas naturalmente imprecisas e a longas distâncias. Isso é contornável, claro, mas deixa uma sensação de irrealismo chata. Particularmente tem uma missão na qual você precisa escapar de uma praça andando pelo telhado; essa parte é virtualmente *impossível* no nível hard; (ii) o jogo é curtíssimo. Sinceramente, 50 dólares por 8 horas de gameplay é um assalto.

    • http://nada-aqui.posterous.com Marcio Neves Machado

      Também acho um assalto. Por isso que só o comprei porque estava por $29,90 na pré-venda da GetGames. De outra forma iria esperar uma promoção futura com um desconto maroto que sempre tem no Steam

    • http://www.vidadegamer.com.br/ Dori Prata

      O problema é que pelo menos no PS3, o checkpoint não serve como save e se eu desligar o console, tenho que recomeçar toda a fase.
      Quanto a duração, ele está na média dos jogos de ação atuais e se ele não vale US$ 50 por ter 8 horas, o que dizer dos CoD, MoH e Battlefields?