Digital Drops Blog de Brinquedo

Review de app VIP: Facebook Mentions por James T. Kirk

Por em 24 de julho de 2014

william-shatner

Lançado há pouco tempo, o app Facebook Mentions é uma solução (dizem) criada para permitir que celebridades em geral possam gerenciar suas menções e possam interagir mais ativamente com seus fãs. A intenção de Zuck aqui é menos do que nobre: permitir uma aproximação entre o astro e seu fã é algo que atrai muitos usuários, que gostariam muito de conversar diretamente com seus artistas favoritos. Isso atrai cada vez mais usuários para a rede, mais dados são compartilhados e o Facebook enche a pança e bolso, retornando anúncios e coletando informações.

Só que mesmo o público-alvo do MEntions não parece muito satisfeito. E como boa parte dos jornalistas não pode testar o app por não serem bons demais ou famosos demais para ele, restava esperar alguma pessoa pública aparecer para dar seu parecer. Felizmente podemos contar com William Shatner, que utiliza as redes sociais de forma ativa, inteligente e bem-humorada. E ele não gostou do que viu.

continue lendo

emComputação móvel Comunicação Digital Internet Planeta Sem Fio Web 2.0

Campus Party Recife: inovação, conectividade e muita informação

Por em 24 de julho de 2014

campus_party_recife_1

Começou ontem a terceira edição da Campus Party Recife, que acontece no Centro de Convenções de Pernambuco até o próximo domingo, dia 27 de julho. Com mais de 4000 ingressos vendidos e 1500 barracas instaladas, a expectativa dos organizadores para o evento é de mais de 50.000 visitantes, dentro da arena e na Open Campus, espaço gratuito do evento. Serão mais de 300 horas de conteúdo com palestras, oficinas, hackatons e um foco em games e empreendedorismo. A área Startups & Makers, que fica na Open Campus, tem a presença de 50 startups, dentro de 300 indicadas.

A diferença em relação ao espaço do ano passado é imensa, e o evento em Recife tem pela primeira vez o clima de uma Campus Party, com um ambiente integrado com todos os palcos. Na cerimônia de abertura ontem de noite, o escritor Ariano Suassuna foi lembrado e homenageado com uma salva de palmas de pé por todos os presentes (ver foto abaixo).

homenagem_a_suassuna

Pela primeira vez na história das Campus Party, aconteceu uma apresentação no primeiro dia do evento, com a palestra de Daniel Matros da DICE, produtor dos jogos Battlefield, que contou como é possível usar os games para educação.

O evento continua hoje com a presença de Jon “Maddog” Hall, diretor executivo da Linux International, que vai falar no palco principal sobre como ganhar e poupar dinheiro usando software livre. Logo depois, teremos a presença de Matthew Reyes, estrategista da NASA e CEO da Exploration Solutions, uma empresa que cria conteúdo em alta definição para estimular no público o gosto pela educação científica.

O destaque do dia (e da Campus Party Recife) é Sean Carasso, fundador do Falling Whistles, um projeto que busca ajudar as crianças na guerra no Congo através da venda de apitos e investimento em programas sociais. O Falling Whistles é um grande sucesso, com mais de 100 mil pessoas participando da campanha. No sábado, o destaque é o gerente de marketing do Google, Daniel Sieberg.

barracas_campus_party_recife

Além de todo o conteúdo, a Campus Party também tem um outro atrativo para os campuseiros, a conexão de 10 Gb/s em uma rede dedicada de fibra óptica fornecida pela Telefonica Vivo, além de uma estação 4G e HSPA+ instalada dentro do evento para atender aos visitantes.

A Vivo também apresentou a nova versão do seu Kit IoT (Internet of Things) que conta com um controlador Arduino Leonardo, um Rapsberry Pi e sensores de iluminação, temperatura e presença, além de um modem 4G.

As inscrições para a arena estão encerradas, mas é possível visitar a Open Campus, que funciona de hoje a domingo das 10 às 21h. Confira a agenda completa da Campus Party Recife.

O MB está cobrindo a Campus Party Recife a convite de Telefonica Vivo.

emIndústria Meio Bit Miscelâneas

fire Phone não está agradando a crítica norte-americana

Por em 24 de julho de 2014

fire-phone

Parece que a primeira empreitada da Amazon em se fazer presente no mercado de smartphones não está indo muito bem, ao menos aos olhos da crítica. Lançado oficialmente hoje nos Estados Unidos, o fire Phone é na teoria um aparelho muito interessante, dotado de recursos que poderiam ser bem interessantes, mas o consenso geral dos primeiros jornalistas e veículos que colocaram suas mãozinhas nele é que para se posicionar como concorrente sério do iPhone e Androids de ponta, ele ainda precisa comer muito feijão.

continue lendo

emComputação móvel Comunicação Digital Hardware Internet Mercado Planeta Sem Fio Software Web 2.0

Yager diz que não voltará à série Spec Ops: The Line

Por em 24 de julho de 2014

spec-ops-the-line

O Spec Ops: The Line pode até ser criticado por não trazer nada de novo em sua jogabilidade, mas com uma narrativa tão sensacional como a da criação da Yager Developments, acho triste pensar que um número maior de pessoas não o jogou e por isso sempre o considerarei um dos títulos mais subestimados da geração passada.

Caso você também tenha experimentado essa pérola e se perguntado se o estúdio um dia voltaria à franquia, sinto lhe informar, mas o diretor Timo Ullman se declarou tão decepcionado com o game que chegou ao ponto de dizer que eles talvez nunca façam outro shooter militar.

continue lendo

emGames Miscelâneas

Um pai que se foi, um carro fantasma e porque amamos os games

Por em 24 de julho de 2014

RalliSport-Challenge-2

Eu costumo dizer que uma das primeiras lembranças que tenho com os videogames são as tardes que passava ao lado do meu pai enquanto tentávamos chegar o mais longe possível no River Raid ou no Enduro e como há mais de 20 anos fui privado de ter a sua companhia, sou muito grato por os games serem mais uma maneira de lembrar dele.

Quem também parece ter muitos motivos para agradecer aos jogos eletrônicos é um usuário do Youtube conhecido como 00WARTHERAPY00. Para que você entenda melhor a sua experiência, vou reproduzir o que ele disse, pois acho que é melhor do que tentar explicar a história:

continue lendo

emGames Miscelâneas

Lumia 530, o novo smartphone de entrada da Microsoft que está mais pra Nokia 420

Por em 23 de julho de 2014
Laguna_MSFT_Lumia_530

O sucessor do mais bem-sucedido Lumia (Crédito: The Verge)

Se há um aspecto que marcou bastante a linha Windows Phone 8 de smartphones da Nokia foi que alguns dos modelos de entrada e intermediários não apresentavam grandes diferenças de hardware que justificassem as lacunas de preços. A situação foi complicada para o caso dos Lumia 820 e 620, que foram deixados de lado pelo povo que preferiu comprar um Lumia 720 ou o campeão de vendas Lumia 520.

Para dar um basta naquela situação, a Nokia Microsoft anunciou um ano depois o Lumia 630, um smartphone WP8.1 que perdeu alguns recursos em relação ao modelo “anterior”, o Lumia 620, ou seja: o Lumia 630 tem hardware mais próximo do Lumia 520 do que do Lumia 620.

Agora a situação se repete com o recém anunciado Lumia 530. Em vez de o hardware ser parecido com o do Lumia 520, o Lumia 530 desce um ou outro nível mais abaixo.

Marquei na tabela abaixo os principais sacrifícios no hardware do Lumia 530, em relação ao 520, para conseguir um custo mais baixo e tentar chegar no nível de preço da linha Nokia X, recém assassinada pela Microsoft.
continue lendo

emMercado Microsoft

Pirataria online vai deixar de ser crime no Reino Unido, só que não

Por em 23 de julho de 2014

Pirataria

Ontem circulou a notícia de que a partir de 2015 a pirataria de filmes, músicas e até games deixaria de ser crime no Reino Unido, a partir de 2015. Ao invés de punição, as pessoas receberiam uma correspondência explicando por que não se deve baixar nada ilegalmente, e uma sugestão de utilizar serviços como Netflix e Steam. continue lendo

emInternet