Digital Drops Blog de Brinquedo

Review — iPad mini 3

Por em 31 de janeiro de 2015
Laguna_iPad_mini_3

Prepare o bolso pois a brincadeira sairá cara (Crédito: tio Laguna)

Desde o lançamento do iPad, o tio Laguna faz a si mesmo e a outrem uma mesma pergunta: para que deabos serve um tablet?

Tá, confesso: nunca vi muita graça no iPad original, parecia uma versão esticada do iPhone 3GS. Na verdade, quase sempre rejeitei a ideia de tablets ARM pois, além dos aplicativos e jogos serem mais simples que nos computadores com legado x86, tocar na tela não me é uma atividade mais produtiva (e precisa) que usar a dupla teclado e mouse ou mesmo teclado e touchpad.

Também tinha a questão do tamanho: uma tela com diagonal de 9,7 polegadas não é algo que eu possa carregar por aí. Grande demais para mim. Alguns anos depois comprei o meu primeiro smartphone, um iPhone 4S, e logo depois, começaram os rumores de uma versão menor do tablet da Apple. Nesse meio tempo a Microsoft lança o Surface.

Seja iPad mini, seja Surface, a minha urgência maior era trocar o Pobrebook 1 (um Asus Eee PC 701, com tela de 7 polegadas). Ao trocá-lo pelo Pobrebook 2 (Asus Eee PC 1015BX, com 10 polegadas) no começo de 2013, não sobrou dinheiro algum para pensar em comprar essas máquinas luxuosas da Apple e Microsoft.

No caso do iPad mini, lançado no final de 2012, eu também tinha algo contra: o tablet usava o mesmo Apple A5 de meu smartphone. Seria no mínimo uma redundância. Melhores motivos tive para rejeitar o Surface 3. Quando o Pobrebook 2 deu um problema no final do ano passado, aproveitei uma promoção relâmpago e peguei o Pobrebook 3, o melhor netbook que já tive: um Acer Aspire V5 com processador AMD E1 e tela de 11,6 polegadas.

11,6 polegadas talvez seja meu tamanho máximo para notebooks de uma maneira geral. Rejeitava o iPad e seus sucessores diretos justamente pelo tamanho mas, após trocar duas vezes de netbook, cada um maior que outro, seria hora de eu esquecer o iPad mini e comprar logo um iPad Air?
continue lendo

emApple e Mac Celulares Destaque Equipamentos Resenha

SciCast #66 — Campus Party 2015

Por em 31 de janeiro de 2015

SciCast_MP3Cover

A Campus Party é sem dúvida um dos maiores, se não o maior evento de tecnologia, divulgação científica, marketing, segurança, empreendedorismo e redes sociais de todo o mundo. Desde sua primeira edição em 1997 na Espanha, o encontro reúne muita, mas muita gente disposta a não só usufruir de uma conexão de rede assombrosa, como também pessoas disposta a compartilhar experiências e conhecimento com todos ao seu redor.

E a iniciativa saiu de Paco Ragageles, o sabatinado da vez em mais um #SciCast Entrevista.

continue lendo

emBrasil Destaque Destaques Podcast SciCast

JEWS FROM SPACE!

Por em 30 de janeiro de 2015
1375513189342

Com as devidas desculpas a Mel Brooks

Está acontecendo em Israel a Semana Espacial, um evento que entre outras coisas honra a memória de Ilan Ramon, primeiro astronauta israelense, morto no acidente da Columbia, em 2003.

Entre os projetos, há equipes participando do prêmio lunar do Google, e pretendem lançar seus robôs ano que vem. O principal evento este ano será o lançamento da Academia Espacial Israelense, que treinará astronautas para futuras missões tripuladas. Não que haja pressa, a Agência Espacial Israelense tem uma verba direta mínima, a maior parte da pesquisa tecnológica está na área de defesa, felizmente para eles tudo é estratégico.
continue lendo

emEspaço Explicando a Foto Hardware

Quem foi parar nos Simpsons? Elon Musk!

Por em 30 de janeiro de 2015

vlcsnap-00054

Se havia algo que faltava pro nosso Tony Stark preferido ser reconhecido como figura pop, não há mais. Elon Musk conseguiu o que poucos conseguiram: foi tema de um episódio inteiro d’Os Simpsons, e mostrou que sabe rir de si mesmo. E sim, ele mesmo dublou seu personagem.

Curiosamente o episódio não nomeia nenhuma das empresas de Musk, mas Homer diz ter inventado o PayPal. Talvez os censores da Fox sejam velhos demais para entender referências a empresas de internet.
continue lendo

emEntretenimento Espaço

Resenha: Marco Polo

Por em 30 de janeiro de 2015

marco-polo-001

Que a Netflix amadureceu a gente já sabe. Ela evoluiu de serviço que apenas distribuía filmes, séries e documentários via streaming para uma plataforma que produz seu próprio conteúdo (e vem muito mais por aí), fórmula de sucesso que foi copiada por seus rivais, desde a Amazon até a Sony.

Porém em dezembro a Netflix chutou o balde e lançou aquela que é sua obra mais ambiciosa: Marco Polo é um desbunde, um épico no nível de Game of Thrones — e quase tão cara quanto. Monte seu ger, acenda uma fogueira e acompanhe o que achamos da primeira temporada.

continue lendo

emÁudio Vídeo Fotografia Entretenimento

Review — Resident Evil HD Remaster

Por em 30 de janeiro de 2015

resident-evil-hd-remaster-4

Como eu normalmente fazia após sair da escola, num certo dia de 1996 1997 resolvi passar na locadora que costumava frequentar, com a clara intenção de garimpar algo para aproveitar no meu Sega Saturn durante aquela tarde.

Após esperar alguns minutos até que a loja abrisse, o dono e meu amigo veio todo eufórico me mostrar um jogo que tinha acabado de chegar, então se eu quisesse alugá-lo, seria o primeiro a ter a oportunidade de experimentar um tal de Resident Evil.

continue lendo

emAnálises Computadores Destaque Games Microsoft Sony

Semana da Fotografia 2015 — preço promocional até amanhã

Por em 30 de janeiro de 2015

semana da fotografia

E está aberta a temporada de Congressos de Fotografia no Brasil. A iPhoto Editora já está divulgando a Semana da Fotografia 2015 que chega a sua 6º edição e vai ser realizada, mais uma vez, na cidade de Balneário Camboriú / SC (nossa, que coisa chata). O evento vai acontecer nos dias 23, 24 e 25 de março no Centro de Eventos Itália, um local com capacidade para 550 pessoas. A Semana da Fotografia foi criada em 2010 por Altair Hoppe e desde esse ano já atendeu mais de 2 mil profissionais da área de fotografia.

O formato aqui é bem conhecido dos fotógrafos. São três dias de palestras que vão contemplar todos os grandes temas da fotografia profissional no Brasil. Então teremos palestras de fotografia de recém nascidos, casamento, atendimento ao cliente, iluminação de estúdio e edição de álbuns. Ou seja, muita coisa para assimilar. Vocês podem até me perguntar se vale a pena investir em algo que possui uma quantidade enorme de temas e vertentes. Bem, eu já participei de vários Congressos de Fotografia e posso dizer que você pode não aproveitar tudo (inclusive por conta de afinidade com os temas), mas existe a possibilidade de você mudar radicalmente suas práticas com a palestra certa, ou melhorar muito algum aspecto de sua vida profissional com os ensinamentos de quem já está se destacando no mercado fotográfico atual.

continue lendo

emÁudio Vídeo Fotografia Notícias